Aborto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3534 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic] [pic] [pic]

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS









REBECCA LARRAYLLA MARTINS CÔRTES



A QUESTÃO DO ABORTO:
LEITURAS A PARTIR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NAS CIÊNCIAS SOCIAIS BRASILEIRAS












Goiânia-GO
Fevereiro de 2013
[pic][pic] [pic]


REBECCA LARRAYLLA MARTINS CÔRTES







A QUESTÃO DO ABORTO:
LEITURAS A PARTIR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NAS CIÊNCIAS SOCIAIS BRASILEIRAS






Trabalho Final de Curso (Projeto de Pesquisa) apresentado à Faculdade de Ciências Sociais, Universidade Federal de Goiás, como requisito parcialobrigatório para obtenção do título de Bacharel em Ciências Sociais sob orientação da Profª. Dra. Eliane Gonçalves.












Goiânia-GO
Fevereiro, 2013
[pic] [pic] [pic]


REBECCA LARRAYLLA MARTINS CÔRTES

A QUESTÃO DO ABORTO:
LEITURAS A PARTIR DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NAS CIÊNCIAS SOCIAIS BRASILEIRASTrabalho Final de Curso (Projeto de Pesquisa) apresentado à Faculdade de Ciências Sociais, Universidade Federal de Goiás, como requisito parcial obrigatório para obtenção do título de Bacharel em Ciências Sociais sob orientação da Profª. Dra. Eliane Gonçalves.





Projeto de pesquisa aprovado em ____/____/____ para obtenção do título de licenciatura emCiências Sociais.


Banca Examinadora:






Profa. Dra. Telma Ferreira Nascimento Durães






Profa. Dra. Eliane Gonçalves (Orientadora)
AGRADECIMENTOS



RESUMO



O aborto é uma das questões consideradas privadas que se tornaram públicas principalmente pela luta feminista. Contribuíram para isso os altos índices de práticas clandestinas realizadas em condições precárias que resultam emnúmeros alarmantes de mulheres que arriscam a vida e a saúde, o que faz do aborto uma questão de saúde pública. No Brasil, a prática do aborto é considerada crime, salvo duas exceções – estupro e risco de vida da mãe. O Ministério da Saúde (2006) informa que foram realizados, pelo Sistema Único de Saúde (SUS) dois mil abortos legais e 220 mil curetagens pós-aborto, provavelmente decorrentes deintervenções realizadas em condições inseguras. Além desses dados, estima-se que aproximadamente um milhão de abortos clandestinos sejam feitos por ano no Brasil. As pesquisas de opinião mostram discrepâncias no tocante à sua legalização, o que demonstra a necessidade de ampliar as discussões em toda a sociedade. A intenção deste ensaio é discutir como a comunidade acadêmica vem lidando com esteassunto, no âmbito das ciências sociais brasileiras. Trata-se de um estudo de base qualitativa utilizando a pesquisa bibliográfica buscando o “estado da arte” nesta temática,, através de revisão exaustiva de literatura em livros e artigos publicados em periódicos indexados no período de 1970 aos dias atuais.

Palavras-chave: Aborto. Literatura Acadêmica. Ciências Sociais. Brasil.


SUBSTRACTAbortion is one of the issues considered private became public mainly by feminist struggle. That contributed to the high rates of illegal practices carried out in poor conditions that result in alarming numbers of women who risk their lives and health, which makes abortion a matter of public health. In Brazil, abortion is considered a crime, but we have two exceptions - rape and threat to life of themother. The Ministry of Health reports that were conducted by the Unified Health System (SUS) two thousand and 220 thousand legal abortions post-abortion curettage, probably resulting from interventions in unsafe conditions. In addition to these data, it is estimated that approximately one million illegal abortions are performed every year in Brazil. Opinion polls show discrepancies regarding its...
tracking img