Aborto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Direito e Legislação

Cartilha - Projeto Cidadão: “O aborto”

Curso de Administração Bacharelado

Trabalho de Direito e Legislação

Cartilha - Projeto Cidadão: “O aborto”

Curso de Administração Bacharelado

Índice

Introdução

A cartilha: Projeto cidadão: “o aborto” dos alunos,temo intuito de trazer um assunto polemico e preocupante “o Aborto”.
Um debate que estáem pauta no Brasil e, junto a ele, diversas questões: os direitos sociais (como Educação e Saúde), as concepções religiosas, o papel do Estado, a autonomia das mulheres e o direito de decidirem sobre seu corpo, sua sexualidade e sua vida reprodutiva. Muitos atores sociais manifestam-se em defesa de sua posição favorável ou contrária à legalização do aborto.
Enfim, no decorrer da cartilha serápossível tira dúvidas, sobre mitos, verdades e o que esta acontecendo ao nosso redor e não percebemos.
Aborto o que é?
Aborto o que é?

Um aborto ou interrupção da gravidez é a remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando na sua morte ou sendo por esta causada. Isto pode ocorrer de forma espontânea ou artificial, provocando-se o fim da gestação, econsequentemente o fim da vida do feto, mediante técnicas médicas, cirúrgicas entre outras.

Após 180 dias (seis meses) de gestação, quando o feto já é considerado viável, o processo tem a designação médica de parto prematuro. A terminologia "aborto", entretanto, pode continuar a ser utilizada em geral, quando refere-se à indução da morte do feto.

Através da história, o aborto foi provocado porvários métodos diferentes e seus aspectos morais, éticos, legais e religiosos são objeto de intenso debate em diversas partes do mundo.

• Aborto espontâneo: aborto devido a uma ocorrência acidental ou natural. A maioria dos abortamentos espontâneos são causados por uma incorreta replicação dos cromossomos e por fatores ambientais. Também por ser denominado aborto involuntário ou casual.• Aborto induzido: aborto causado por uma ação humana deliberada. Também é denominado aborto induzido, voluntário ou procurado, ou ainda, interrupção voluntária da gravidez. O aborto induzido possui as seguintes subcategorias:

• Aborto terapêutico

- aborto provocado para salvar a vida da gestante

- para preservar a saúde física ou mental da mulher- para dar fim à gestação que resultaria numa criança com problemas congênitos que seriam fatais ou associados com enfermidades graves

• Aborto eletivo: aborto provocado por qualquer outra motivação

Quanto ao tempo de duração da gestação

Aborto subclínico: abortamento que acontece antes de quatro semanas de gestação

- Aborto precoce:entre quatro e doze semanas

- Aborto tardio: após doze semanas

O aborto e a morte

Estudos recentes têm demonstrado que a prática do aborto induzido não é segura sob nenhumas circunstâncias e que, ao contrário do argumento popular, não é mais seguro que o parto. À luz de estudos recentes, o mito do “aborto seguro” está finalmente arrumado.

Um estudo sobre astaxas de mortalidade após a gravidez e aborto, realizado na Finlândia em 1997 e financiado pelo governo, revelou que as mulheres que abortam tem quatro vezes maior probabilidades de morrer no ano seguinte do que as mulheres que levam a gravidez até ao fim. Este estudo é apontado como o mais exaustivo até ao momento sobre o assunto. O mesmo estudo refere que após realizarem o aborto as mulheresaumentavam em 60% as probabilidades de morrer de morte natural, têm sete vezes maior probabilidade de morrer por suicídio, quatro vezes maior probabilidade de morrer de danos causados por acidentes e catorze vezes maiores probabilidade de morrer de homicídio. Os investigadores concluíram que as taxas de mortalidade mais elevadas relacionadas com acidentes e homicídios podem estar ligadas às taxas...
tracking img