Aborto de anencefalos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Supremo Tribunal Federal (STF) Legaliza Aborto em caso de encéfalos.


Na ultima quinta feira dia 12 de Abril, foi aprovado pelo Supremo Tribunal Federal, a lei queautoriza o aborto em caso de fetos anencéfalos, foram dois dias de julgamento em que de 10 Ministros apenas 2 se manifestaram contra.
Na petição inicial, a entidadeConfederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS) defendeu a descriminalização da “antecipação do parto em caso de gravidez de feto anencéfalo” sob a alegação deofensa à dignidade humana da mãe, que se vê obrigada a carregar no ventre um feto que não teria condições de sobreviver após o parto.
Cezar Peluso (Presidente do STF)que foi contra o aborto de anencéfalos, usou esse discurso, entre outros: “Todos os fetos anencéfalos, a não ser que estejam mortos, têm vida. Se o feto não tivessevivo, não poderia morrer”. Assim, ainda segundo Cezar Peluso, “o aborto provocado de feto anencéfalo é conduta vedada, de modo frontal, pela ordem jurídica, e esta Cortenão tem poder ou competência para abolir ou atenuar o crime de aborto”.
Foram dois dias de muita tensão, onde entidades religiosas fizeram vigília frente ao STF semanifestando contra a legalização.
Agora, aprovado o aborto, o Conselho Federal de Medicina (CFM) vão estabelecer os critérios para o diagnóstico da anencefalia. Segundoo Ministério da Saúde, 65 hospitais no País podem fazer aborto de anencéfalos. Nove deles estão no Ceará.

É fato que agora com a legalização as pessoas passam a sedeixar influenciar mais, porem, em meu ponto de vista, aborto é uma questão de consciência, ninguém é obrigado a abortar, só não está mas sendo considerado crime.
tracking img