Abandono infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1224 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Para Freire (1994) é através do seio da família que o ser humano pode chegar a completar o complicado processo de socialização, o aprendizado que nela realiza permitira adquirir os valores de seu grupo e aprender as funções sociais, e é sabido que as funções que se realiza a família para que esse processo se cumpra de forma satisfatória, não as põem em prática nenhum outro sistema que oinstitucionalize, e tampouco outras alternativas que se convertam em soluções transitórias, já que não permitem o estabelecimento de laços familiares e afetivos que observem uma continuidade.

Não se pode construir uma sociedade mentalmente sã sobre as bases do abandono de crianças. A criança nasce com seu ego incompleto, que irá se desenvolver a medida que internalizar a outra parte do seu ego, que estácontida em seus pais; a partir disso se criou um conceito que designa os pais como sendo "o ego auxiliar" da criança (FREIRE,1994).

Nos primeiros meses de vida, a criança incorpora em seu processo evolutivo, o que a mãe vai dando em sua alimentação, isto se prolonga e assim vai incorporando hábitos, costumes, atitudes, e quando já os têm suficientemente internalizados, e dessa forma vai seproduzindo uma ruptura, ou separação do "ego auxiliar".

Com o produto do abandono, é um ser inacabado, é um ser que não pode possuir um "ego auxiliar", é um ser que não buscou desesperadamente esse ego que lhe foi negado, esse ego representa a segurança, e que por isso ficou seu crescimento pessoal e social.

Existem dois tipos de abandono: o total e o parcial

O primeiro se refere aoabandono do pai e/ou mãe, que retiram da criança todo o apoio de que necessita, impedindo-lhe de contar com a possibilidade de ter o seu "ego auxiliar", totalmente necessário para o desenvolvimento.

O segundo, é o que se produz devido a uma estrutura parental deficitária dos pais – porque não dão a atenção necessária aos filhos, dando prioridade a outras ocupações, porque entregam a responsabilidadeda educação dos filhos a outras pessoas ou instituições, ou apresentam outras dificuldades ambos citados por Freire(1994)

Do ponto de vista psicológico, a introdução do limite remete-nos à função paterna, que se realiza no contexto da elaboração da relação mãe-filho com a entrada de um terceiro, o pai. O modo de elaboração e passagem por essa relação triangular terá reflexo na constituição dapersonalidade, na organização da imagem corporal e no estabelecimento do modo relacional com o outro segundo Melman (1995).

No caso de adolescentes com problemáticas relativas à delinqüência, encontramos na literatura referencias que apontam um superinvestimento na relação diática mãe-filho, na qual a mãe, por meio de um movimento inconsciente e até mesmo consciente, anula o lugar do pai. Taldesqualificação da figura paterna traz como conseqüência uma desqualificação da diferença, do limite e da lei(Soulbrack, 1992)

A partir dessa citação Freire(1994) complementa que o individuo está submetido a um controle social familiar que o leve a internalizar normas e valores. Este mecanismo contribui para a posterior adaptação e aceitação social de seus membros e opera do nascimento até aidade adulta.

Não possui formação para realizar a própria unidade familiar, já que só a vivencia familiar proporciona pautas ou modelos que se podem transferir para novas unidades familiares.

O sujeito oscila na apropriação da lei simbólica, só restando a ele a passagem como possibilidade de resolução dos conflitos inerentes a essas relações. A passagem ao ato projeta o jovem para fora de si ede sua família rumo a um terceiro. Todavia, essa projeção por falta de mediadores simbólicos ocorre na concretude do corpo, da violência e da sexualidade(Dupré, 1984)

Transtorno de conduta

O transtorno de conduta é um dos transtornos psiquiátricos mais freqüentes na infância e um dos maiores motivos de encaminhamento ao psiquiatra infantil. Segundo DSM-IV a característica essencial do...
tracking img