O PROCESSO DA VENEZUELA VISTO POR OUTRO PRISMA

Páginas: 5 (1095 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
O processo de Independência da Venezuela visto por outro prisma

A Venezuela foi a primeira colônia latino-americana a conseguir libertar-se do domínio espanhol, e a história de sua independência serviu como um incentivo para todas as outras colônias rebelarem-se e lutarem também por sua liberdade – inclusive o Brasil, que era colônia portuguesa na época.
Não se pode falar de Independênciasem antes se falar um pouco da história desse país, que foi um dos primeiros a ser habitados pelo homem na América do Sul. No início era habitado por indígenas, que ocupavam seu tempo na pesca extrativista e a cuidar da terra, mas que no entanto devido a grande riqueza que habitava em suas águas, trouxe para si o olhar atento de espanhóis e de outros países.
Cristovão Colombo, foi odescobridor das terras venezuelanas em uma de suas viagens, no entanto foi Alonso de Ojeda, quem primeiro explorou as terras em 1499, daí,então devido a semelhança das palafitas indígenas com a cidade de Veneza na Itália, é que derivou o nome Venezuela. Então apesar da intenção de Colombo em agregar mais este território para a Coroa Portuguesa, foram os espanhóis que tomaram a iniciativa de explorar oterritório e assim descobrir o que havia de tão lucrativo ou não nessas terras. No entanto como a atividade extrativa de pérolas chamava atenção para o mar, a princípio os espanhóis mantiveram sua atenção voltada para ele, sendo que mais tarde esta foi se esgotando, daí a necessidade de ampliar seus domínios e a partir daí partiram para a terra firme, criando o primeiro estabelecimento permanenteespanhol denominado Cumana, no ano de 1523. Mas inúmeras tentativas de domínio foram feitas por outro países, no entanto não tanto exitosas, quanto a espanhola, e na verdade o que atraia era a extração de pedras preciosas.
Devido as constantes explorações por parte dos espanhóis e expedições que se aventuravam ao país no intuito de levar o que tinha de melhor em suas terras, é que antes do séculoXIX, houveram importantes movimentos independentistas entre elas a Revolta dos Comuneros de Nova Granada e o de Manuel Gual e José Maria Espana, onde envolveu a sociedade colonial da época, insatisfeita com os desmandos e com a exploração inadequada. No entanto, todas essas tentativas foram infrutíferas, pois mais precisava ser feito.
Foi necessário a Espanha cair em poder de Grande NapoleãoBonaparte, para que a sociedade organizada (na verdade os criollos- brancos nascidos na colônia),e que em si encontravam-se descontentes devido ao fato do poder estar apenas em um dos lados e se sentirem escravizados e oprimidos, organizassem a revolução venezuelana, onde devido as pressões houve a queda dos representantes espanhóis e constituiu-se uma junta governativa local, com o intuito realde salvaguardar os direitos do rei espanhol preso dois anos antes por Napoleão.
Assim, após tantas ações e desencontros, declarou-se em 05 de julho de 1811, a Independência da Venezuela, onde Francisco de Miranda assumiu o poder, indicado por Simón Bolivar, para que desse forma e consistência aos novos moldes da nova República. Nesse meio tempo, muitas situações houveram, desde interpéries atépequenas revoltas internas que motivaram a criação e a independência de outras repúblicas, motivadas demais pela insatisfação e pela necessidade de mudanças em seus governos.
Tanto tempo decorrido, tantas batalhas houveram, tantas vidas foram seifadas, quase levando o país a desolação, para que apenas em 17 de dezembro de 1819, a Espanha finalmente reconhecesse a Venezuela como um país em todaa sua totalidade. E tudo apenas para que a dominação continuasse existindo e que o que houvesse de riquezas, pudesse continuar sendo explorado. E se pararmos para pensar em toda a situação tudo se resume a terrível necessidade de exploração do que pouco ou muito haviam nesses pequenos países da América Espanhola, submetendo sua população aos domínios da Espanha.
Mas o que acarretou toda...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Plano de negocios
  • Bpms e outros processos
  • O processo de desumanização e coisificação do outro
  • Processo de desumanização e coisificação do outro
  • Processo decisório nos outros países
  • O processo de desumanização e coisificação do outro
  • o processo de desumanização e coisificação do outro
  • O Processo de desumanização e coisificação do outro

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!