O CONTRATO SOCIAL

Páginas: 12 (2971 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
 CENTRO UNIVERSITÁRIO MAURÍCIO DE NASSAU




Janaína Corréia de Araújo






Do Contrato Social










Recife – 2014
Janaína Corréia de Araújo







Do Contrato Social














Recife – 2014
Introdução


Jean-Jacques Rousseau teve grande influência no pensamento político de sua época (1755). Defendeu a igualdade entre as sociedades eque todos, ricos ou pobres estão submetidos as leis de igual forma.
Do Contrato Social se remete a formas de governo, explica as leis e como elas poderiam ser executadas, trata o indivíduo como dono e suas vontades e que ele tem o pleno direito de escolha, pois é um ser livre. Defende o direito à vida, a liberdade e igualdade. “Todo Homem nasce livre e, por toda parte, encontra-se acorrentado”.LIVRO 1

Ao nascer, o homem é livre, porém, o meio em que está inserido o obriga a viver aprisionado. Ao viver em sociedade, o homem é obrigado a obedecer a imposição do estado e este, por sua vez, tem a obrigação de manter a ordem, ou seja, se o estado julga-se senhor dos homens, este não deixaria de ser mais escravo que eles.
O autor deste textoesclarece que, faz bem todo aquele que quando obrigado a obedecer a algum senhor e obedecer, este pois, ao querer recobrar a sua liberdade outrora roubada, mostra que não havia razão alguma para a roubá-la.
"A ordem social é um direito sagrado de todos, porém tal direito não provem da natureza natural do homem, é fundamentada em convenções".
Desde a função das sociedades a base estrutural únicanatural é a família. Restituída desde a primeira (Adão, Eva e filhos/ livros dos Gênesis), Os filhos enquanto dependentes do pai, permanecem ligados por necessidade e logo trata de "desligar-se" deste quando cessa-lhe a necessidade, tornando-os ambos independentes por desenvolver-se do elo naturalmente. Portanto, a família é o primeiro modelo das sociedades políticas; sendo a imagem do pai como ado chefe, os filhos é a imagem do povo que nascem livres e iguais, porém alienam a sua liberdade por benefício próprio. A grande diferença entre os cuidados do pai em família e do estado em sociedade é que o amor do pai pelo filho perpetre-o dos cuidados que o pai lhes tem, já no estado, impera o prazer de mandar toma o lugar desse amor que o chefe não tem pelo seu povo. Grótius acreditava que oproblema humano não está es benefício dos governados e cita a escravatura como exemplo. Aristóteles, muito antes dele, havia dito que os homens são naturalmente iguais, Aristóteles quis dizer que alguns homens nasceram para dominar e outros pra ser dominados. Os que nascem em reinos e principados, por exemplo, já nascem com o poder de dominação, já os que nascem na escravatura, esses, já estãopredestinados a serem escravos e se comprazem na sua servidão.
Nem sempre o mais forte é quem possui poderes ou títulos de nobreza. Princípios não se constroem usando a força, a força é um poder físico e não tem efeito algum como forma de conquista ou respeito, é um ato desprezível, ou seja, a força que faz o direito e a obediência em dever, é contraditória, sem nexo. 
Quando se fala em poder nadaacrescenta a força, se o poder aparece quando cessa a força, que direito é esse?  Se pra obedecer se é necessário o uso da força, pouco importa obedecer por dever e dessa forma não somos obrigado a obedecer... Ora, a obediência quando imposta, não é obediência é submissão. Portanto, a força não faz direito e, devemos obediência somente ao poder legítimo.
"O homem não tem autoridade natural sobreseu semelhante por ser as convenções a base de toda autoridade legítima entre eles, a força não gera direitos algum sobre os mesmos".
Rousseau ao citar Grotius diz que: "se um indivíduo submete a sua liberdade a alienação para torna-se escravo de um senhor, e um povo inteiro? Alienaria a sua liberdade tornando-se súdito de um rei?  Por quê?"
  O homem alienado nesse sentido, é o que se vende....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Contrato social
  • Do contrato social
  • O contrato social
  • Contrato social
  • O contrato social
  • Contrato social
  • Contrato social
  • Contrato social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!