A Renova O Cr Tica

Páginas: 5 (1235 palavras) Publicado: 22 de julho de 2015
A renovação crítica

223 01 O objetivo maior durante este período era, então, o de construir uma “geografia universal”, demonstração final da excelência do método regional.
223 e 224 02 (...) No entanto, no conjunto, era a região, vista enquanto entidade real e evidente, que concentrava quase todo interesse.
224 03 Este período é identificado como apogeu da influência da escola francesa degeografia.
224 04 (...) A menção das monografias regionais desperta, senão o desprezo dos geógrafos mais racionalistas.
224 05 O contexto mais geral da crítica das monografias é bem conhecido agora.
224 e 225 06 A partir da virada do século, no entanto, o culto ao positivismo científico começou a ser objeto de várias críticas.
225 07 (...) O único modo de conhecer, para as ciências o espírito, é ainterpretação.
226 08 As críticas ao positivismo clássico deixaram, portanto, aparecer proposições que faziam apelo ao poder da intuição.
226 09 (...) Este quadro, todavia, foi, em grande parte, desenhado pelos anos ulteriores que, querendo retornar ao positivismo, buscavam valorizar justamente as “fraquezas” metodológicas desta geografia do início do século, julgada como ultrapassada epré-científica.
226 10 (...) Os principais parâmetros sofreram redefinições, e, em lugar de falar de determinismo, o novo racionalismo se exprimia pela probabilidade.
226 e 227 11 (...) A metafísica é, portanto, vista como o pior inimigo do método científico.
227 12 A bem da verdade, as idéias deste grupo só conseguiram se impor nas ciências sociais depois da segunda guerra mundial.
227 13 A base de seu sistemaé a vontade, uma vontade que é antes de tudo guiada pelo interesse de utilidade.
228 14 Elas estão conscientes dos limites que é preciso impor à explicação científica e também desconfiadas em relação às pretensões do positivismo clássico.
228 15 (...) O objetivo é mostrar como a perspectiva neo-positivista na geografia se constitui progressivamente antes de se disseminar verdadeiramente nos anoscinqüenta com a nova geografia.
228 e 229 16 (...) A despeito deste grande lapso temporal e de algumas diferenças significativas, pensamos encontrar aí uma via comum.
229 17 (...) Tiveram também grande ressonância na comunidade geográfica e marcaram fortemente a seqüência dos debates nesta disciplina.
229 18 A geografia norte-americana deve sua reputação inicial a dois autores principais muitopopulares: W. Morris Davis e Ellen C. Semple.
230 19 (...) A perspectiva determinista foi o traço dominante de quase toda a geografia nos Estados Unidos.
230 20 “Em várias partes, uma significativa atividade está sendo manifestada, provavelmente influenciada em certas medidas pelas correntes anti-intelectuais. Em todo caso, uma sacudidela vigorosa está em marcha”.
230 21 A proposição de Sauerconcernente ao estudo da paisagem era precisamente uma tentativa de resolver estes problemas maiores da geografia da época.
231 22 (...) A geografia, ciência que busca o sentido da distribuição e da associação espacial das formas e fenômenos, deve ser capaz de interpretar as configurações morfológicas que estrutura o espaço e seus processos de desenvolvimento no tempo.
231 e 232 23 A natureza dageografia, freqüentemente objeto de ponto de vistas diferentes, deve se limitar ao que é evidente, da mesma forma que as outras disciplinas.
232 24 O método proposto por Sauer é fundado sobre a análise da organização sistemática das formas que estão na base de toda organização sistemática das formas que estão na base de toda estrutura espacial.
232 25 A conseqüência direta deste raciocínio é o fato deque a geografia regional é considerada como a síntese e o objetivo último do trabalho geográfico.
232 e 233 26 (...) As formas são a expressão local e empírica de um sistema abstrato funcional-lógico.
233 27 (...) A transformação do tradicional em moderno se opera por intermédio de um método científico sobre um conteúdo do conhecido há muito tempo.
233 28 Tal perspectiva está em perfeita...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cr Tica
  • Cr Tica
  • CR TICA
  • CR TICA
  • Resenha Cr Tica Tica
  • RESENHA CR TICA DE DID TICA
  • O MOVIMENTO DE RECONCEITUA O DO SERVI O SOCIAL E O PROCESSO DE RENOVA O CR TICA DA PROFISS O A PARTIR DA D CADA...
  • Leitura Cr Tica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!