A guerra fria e a ditadura militar no Brasil

Páginas: 10 (2406 palavras) Publicado: 2 de julho de 2013
Guerra Fria é como denominamos o confronto econômico, ideológico e político entre as duas superpotências emergentes da Segunda Guerra Mundial – EUA e URSS.
Esse período peculiar da história internacional vai do lançamento das bombas atômicas no Japão até o colapso da União Soviética.
As gerações contemporâneas da Guerra Fria foram marcadas pelo medo permanente de uma guerra nuclear que poderiadizimar toda a população mundial. O uso no dia a dia da expressão “destruição mútua inevitável” (MAD - siglas em inglês) demonstrava o impacto desse panorama apocalíptico na vida das pessoas.
O historiador marxista Eric Hobsbawn no seu livro “A Era dos Extremos” traz uma nova visão, que destoa da tradicional que temos acerca da Guerra Fria.
Ele irá desconstruir a ideia da formação de doisblocos igualmente poderosos que disputam a hegemonia no plano político mundial; e dará ênfase à utilização política desta “retórica apocalíptica” e desse clima de cruzada do bem (democracia) x mal (totalitarismo) por parte dos governantes nos EUA.
Hobsbawn afirma que esta “era” do medo se originou na América onde “os presidentes eram eleitos (como John F. Kennedy em 1960) para combater o comunismo,que, em termos de política interna, era tão insignificante naquele país quanto o budismo na Irlanda. Se alguém introduziu o caráter de cruzada na Realpolitik de confronto internacional de potências, e o manteve lá, esse foi Washinton”(pg 234).
O autor sustenta que em termos objetivos não havia perigo iminente de guerra mundial, afinal a União Soviética havia saído muito debilitada da guerra eStálin já tinha problemas suficientes dentro de seu território para bancar uma expansão comunista. “Pois hoje é evidente, e era provável mesmo em 1945-7, que a URSS não era expansionista – e menos ainda agressiva – nem contava com qualquer extensão maior do avanço comunista além do que se supõe houvesse sido combinado nas conferências de cúpula de 1943-5” (pg 229).
As duas superpotências aceitavam adistribuição desigual do mundo e “trabalhavam com base na suposição de que a coexistência pacífica entre elas era possível a longo prazo” (pg 225).
Tanto EUA como URSS utilizaram “gestos nucleares” (como blefe) para obter vantagens em negociações políticas; no caso americano também para fins de política interna. “Pois o governo soviético, embora também demonizasse o antagonista global, nãoprecisava preocupar-se com ganhar votos no Congresso, ou com eleições presidenciais e parlamentares. O governo americano precisava” (pg 232).
Os EUA sabiam que eram de longe a maior potência mundial, mas a manutenção da ideia de um inimigo externo poderoso era conveniente para os governantes. Um exemplo prático: cidadãos americanos são famosos por sua relutância a pagar altos impostos; porém, dentrode um contexto de segurança da nação e de uma ameaça comunista esta equação muda.
Durante boa parte de seu capítulo dedicado a Guerra Fria, Hobsbawn, chama a atenção para a fragilidade da União Soviética, segundo o autor a URSS “saíra da guerra em ruínas, exaurida e exausta, com o governo desconfiado de uma população que, em grande parte fora da Grande Rússia, mostrara uma nítida e compreensívelfalta de compromisso com o regime. Em sua própria periferia ocidental, continuou tendo problemas, durante anos, com as guerrilhas na Ucrânia e em outras regiões. Era governada por um ditador que demonstrara ser tão avesso a riscos fora do território que controlava diretamente quanto implacável dentro dele” (pg 230).
O fato é que, enquanto os EUA tinham que se preocupar com uma hipotéticasupremacia soviética mundial, a URSS tinha que lidar com o domínio de fato exercido pelos capitalistas em todos os territórios do globo que não estavam sob a esfera de influência do exército vermelho.
Os dois países construíram e alimentaram seus complexos industriais-militares e passaram a exportar variados armamentos, para variados países; sempre é claro reservando para si as armas nucleares.
Os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • IMAGENS E CONFLITOS DURANTE A GUERRA FRIA E A DITADURA MILITAR NO BRASIL
  • ditadura e guerra fria
  • guerra fria e ditadura brasileira
  • Ditadura Militar no Brasil
  • Ditadura Militar no Brasil
  • BRASIL
  • Ditadura Militar no Brasil
  • Ditadura Militar no Brasil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!