A formação da consciência moral - Piaget

508 palavras 3 páginas
Nascemos como pessoas morais ou não-morais (amorais)? De que forma se dá a formação da nossa consciência moral?

Segundo o psicólogo e filósofo suiço, Jean Piaget (1896-1980), a partir de uma pesquisa com crianças (era também pedagogo), pode-se observar quatro etapas da formação da nossa consciência moral:

1ª Etapa - Anomia (do grego a, "negação" + nomós, "lei, regra" = sem lei, sem regras). É a etapa do comportamento puramente institivo, que se orienta pelo prazer ou plea dor. Ou seja, nesta fase a criança procura o prazer e foge da dor. Ela não consegue relacionar suas atitudes a normas morais. No adulto, poderíamos tomar como exemplo, a pessoa que age puramente pelo prazer que lhe proporciona o que esta fazendo sem qualquer senso de resposabilidade e respeito, nem por si, nem pelo outro ou pelo patrimônio público (um pichador ou um aluno que destrói, risca, uma classe, por exemplo). A este falta um ideal moral. É uma pessoa de baixo nivel moral.

2ª Etapa - Heteronomia (do grego heteros, "outros" + nomos, "lei, regra" = lei estabelecida por outros). Nesta fase, a criança obedece às ordens pare receber recompensa ou para evitar castigo. Num adulto, pode se dizer daquela pessoa que observa as leis, as regras, apenas para não ser punido mas não como um conceito interiorizado e aceito como verdadeiro e necessário (um aluno que não joga lixo, não destrói o patrimônio escolar, por medo da punição e não por uma atitude própria de que isso não é certo).

3ª Etapa - Socionomia (do latim socius, "companheiro, parceiro" + nomos (grego), "lei, regra" = lei interiorizada pelo convivio social). Seria a fase onde os critérios morais da criança vão se firmando por meio de suas relações com outras crianças. Ela vai interiorizando as noções de responsabilidade, obrigação, respeito e justiça. Ou seja, começa a não fazer aos outros o que não gostaria que fizessem a ela. Age buscando a aprovação e evitando a censura dos outros. Seria o caso daquela

Relacionados

  • MONOGRAFIA
    15732 palavras | 63 páginas
  • Resumo da obra piaget,vygotsky,wallon:teorias psicogenéticas em discussão de yves de la taille
    3795 palavras | 16 páginas
  • Os deuses devem estar loucos
    1643 palavras | 7 páginas
  • TRABALHO DE FILOSOFIA
    1300 palavras | 6 páginas
  • Consciéncia moral
    2424 palavras | 10 páginas
  • Caracteristicas cognitivas da criança
    8161 palavras | 33 páginas
  • Ética na educação infantil
    13467 palavras | 54 páginas
  • evolucionismo versus craicionismo
    4581 palavras | 19 páginas
  • A contribuição de Kohlberg às Ciências Sociais
    5059 palavras | 21 páginas
  • PIAGET, VYGOTSKY E WALLON Teorias Psicogenéticas em discussão
    6384 palavras | 26 páginas