UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Páginas: 13 (3190 palavras) Publicado: 22 de julho de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL
INSTITUTO DE QUÍMICA E BIOTECNOLOGIA – IQB
CURSO DE QUÍMICA BACHARELADO





ESTRUTURA DE SÓLIDOS CRISTALINOS



Warner Yval de Oliveira Feitosa






Maceió - AL
12 de junho de 2014





ESTRUTURA DE SÓLIDOS CRISTALINOS



Warner Yval de Oliveira Feitosa




Trabalho da disciplina de Química Inorgânica referente a nota parcial da AB2, sob a orientação doDaniel Thiele.






Maceió - AL
12 de junho de 2014
1. INTRODUÇÃO
Entende-se que no material cristalino os átomos encontram-se posicionados repetidamente em um arranjo ao longo de grandes distâncias atômicas.
Ressalta-se que todos os metais, muitos materiais cerâmicos e alguns polímeros, formam estruturas cristalinas. As propriedades dos sólidos cristalinos dependem da estrutura cristalina decada material. Como as estruturas cristalinas possuem um arranjo repetitivo ao longo de grandes distâncias, é conveniente subdividir a estrutura em pequenas partes que se repetem, chamadas de células unitárias.
Não raras vezes, as células unitárias são paralelepípedos ou prismas com três conjuntos de faces paralelas. Um exemplo de estrutura cristalina é a cúbica de corpo centrado, sendo eles,metais como o cromo, o ferro e o tungstênio. 


























2. CÉLULAS UNITÁRIAS: DEFINIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

Células unitárias para a maioria das estruturas cristalinas são paralelepípedos ou prismas tendo 3 conjuntos de faces paralelas; dentro do agregado de esferas está traçada uma célula unitária, que neste caso consiste de um cubo. Assim a célula unitária é a unidade estrutural básicaou o tijolo de construção da estrutura cristalina e define a estrutura cristalina em razão da sua geometria e das posições dos átomos dentro dela.
Obs.: CFC é "cúbico de face centrada".
Fonte: http://nerdssedivertemmais.blogspot.com.br/2012/08/estrutura-cristalina-i.html

É possível escolher mais de uma célula unitária para um determinado cristal. A célula unitária que possuir o menor volumepossível e um único ponto de rede por célula é a célula primitiva - e assim como para a célula unitária, pode-se conseguir numa rede duas células primitivas diferentes e de igual volume como na figura abaixo. Note abaixo: as duas representações são células unitárias (se repetidas em qualquer direção, você refaz o cristal) e também são células primitivas - pois têm o menor volume possível e um ponto derede por célula.




Fonte:
http://2.bp.blogspot.com/-HpcWKewdcfk/UDN5Du5b63I/AAAAAAAAB9o/TTHMEoyaCVM/s1600/celulaprimitiva.png
A célula unitária se divide em sete formas que podem ser empilhadas para formar os sistemas cristalinos no espaço tridimensional:
Cúbica
Tetragonal
Ortorrômbica
Romboédrica
Hexagonal
Monoclínica
Triclínica








Fonte: http://slideplayer.com.br/slide/44363/
A partirdestes 7 sistemas cristalinos tridimensionais, A. J. Bravais derivou 14 tipos diferentes de células unitárias, conhecidas como Redes de Bravais, as quais permitem escrever qualquer estrutura cristalina possível.
Então:
1. O sistema cristalino cúbico pode ter 3 tipos de Redes de Bravais:
Cúbica simples (cúbica P);
Cúbica de face centrada (cúbica F ou cfc);
Cúbica de corpo centrado (cúbica I ou ccc).2. O sistema cristalino tetragonal pode ter 2 tipos de Redes de Bravais:
Tetragonal simples (tetragonal P);
Tetragonal de corpo centrado (tetragonal I).
3. O sistema cristalino ortorrômbico pode ter 4 tipos de Redes de Bravais:
Ortorrômbico simples (ortorrômbico P);
Ortorrômbico de corpo centrado (ortorrômbico I);
Ortorrômbico de face centrada (ortorrômbico F);
Ortorrômbico centrado em umaúnica face (ortorrômbico C).
4. O sistema cristalino monoclínico pode ter 2 tipos de Redes de Bravais:
Monoclínica simples (monoclínica P);
Monoclínica face centrada (monoclínica C).
Fonte: http://www.xtal.iqfr.csic.es/Cristalografia/parte_03_4.html
Símbolos P, C, I, F e R se referem a diferentes tipos de usuários:
P = primitiva (há apenas um ponto de rede dentro da célula, por um vértice...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise da Assistência estudantil na Universidade Federal de Alagoas
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS
  • UNIVERSIDADE FEDERAL
  • Instituto Federal De Alagoas
  • INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS
  • Universidade Estadual De Alagoas
  • UNIVERSIDADE ESTADUL DE ALAGOAS UNEAL
  • Instituto Federal De Alagoas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!