Tecnologia Social

Páginas: 62 (15314 palavras) Publicado: 22 de maio de 2014
Sobre o marco analítico-conceitual
da tecnologia social
Renato Dagnino*
Flávio Cruvinel Brandão**
Henrique Tahan Novaes***

A Rede de Tecnologia Social (RTS) tem duas características
que a diferenciam de outras iniciativas em curso no país, orientadas à dimensão científico-tecnológica. A primeira é o marco
analítico-conceitual que conforma o que aqui denominamos
“tecnologia social”(TS). A segunda é justamente seu caráter
de rede. Sem ser excludente àquelas iniciativas, a RTS se articula, em função dessas características, como uma alternativa
mais eficaz para a solução dos problemas sociais relacionados a
essa dimensão e como um vetor para a adoção de políticas
públicas que abordem a relação ciência-tecnologia-sociedade
(CTS) num sentido mais coerente com a nossa realidadee com
o futuro que a sociedade deseja construir.
Este capítulo, escrito por participantes da RTS que se têm
dedicado a temas relacionados à TS no plano acadêmico,1 tem
*

Professor titular da Universidade de Campinas (Unicamp).
Assessor do Departamento de Ações Regionais para Inclusão Social da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social.
***
Economista formado pelaUniversidade Estadual Paulista (Unesp) e mestrando no Departamento de Política Científica e Tecnológica (DPCT) da
Universidade de Campinas (Unicamp).
1
As dissertações de mestrado de dois dos autores – Dagnino (1976) e Brandão (2001) – são uns dos poucos esforços de reflexão acadêmica sobre o tema realizado no Brasil.
**

1

Tecnologia social: uma estratégia para o desenvolvimento

porobjetivo proporcionar ao leitor um conceito de TS que lhe
permita o entendimento da proposta de trabalho da RTS e, em
conjunto com outros elementos, provoque sua adesão à mesma.
Para isso, trata da primeira dessas características – o marco
analítico-conceitual da TS –, buscando precisar como ele pode
ser construído mediante contribuições de natureza bastante
diversa até originar o conceito de TSadotado pela rede. Isso é
feito tendo como referência a evolução da reflexão sobre temas
relacionados à TS, levada a cabo em níveis internacional e nacional, e o processo de discussão em curso no âmbito da RTS
sobre como eles deveriam ser reinterpretados – temporal e espacialmente – de modo a propor, mais do que um conceito propriamente dito, um marco analítico-conceitual adequado a seuspropósitos e capaz de conferir-lhe a solidez que requer para
abrir espaço num ambiente ainda adverso, pois alinhado com
os princípios da tecnologia convencional (TC), a partir do qual,
por oposição, a TS vem sendo concebida como alternativa.
É também objetivo deste capítulo mostrar como o marco
analítico-conceitual da TS hoje disponível, cujos contornos
aqui se procura esboçar, possibilitaempreender a construção
dessa alternativa de modo muito mais efetivo do que no passado, além de mostrar como se dá sua influência na conformação
da segunda característica da RTS, o que é feito na seção final do
capítulo, fazendo com que ela possa assumir conformações que
a diferenciam de redes similares.
O capítulo se inicia mostrando como aqueles temas estavam
sendo abordados pelo movimento datecnologia apropriada (TA)
e a forma como esse movimento estava sendo criticado no início
dos anos 1980, quando perde importância como elemento viabilizador, no plano tecnológico, de um estilo alternativo de desenvolvimento no âmbito dos países periféricos.
2

Sobre o marco analítico-conceitual da tecnologia social

Em seguida, em sua quarta e mais longa seção, aborda os desenvolvimentosteóricos que foram surgindo desde então ao
longo da trajetória de consolidação do campo dos Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia (ESCT)2 e que, partindo de matrizes disciplinares e concepções ideológicas bastante diferentes, parecem aportar elementos para o processo de elaboração
de um marco analítico-conceitual da TS com os atributos de interdisciplinaridade, pluralidade e efetividade,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Tecnologia social
  • social tecnologia
  • tecnologias sociais
  • Tecnologia social
  • tecnologia social
  • TECNOLOGIAS SOCIAIS
  • Tecnologia social
  • Tecnologias Sociais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!