Sociologia

Páginas: 11 (2697 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014


Universidade Anhanguera\ Polo Roseira
Serviço Social – 2º semestre
Sociologia


Ana Paula Leandro – RA 424665
Andréia Catarina Gualberto dos Santos – RA 428069
Eliana Silva Honorato – RA 424776
Marielen da Graça Paiva – RA 424960


Titulo: Existe mudança sem revolução?
Profª : Silvia H dos Santos
Roseira, 25 de novembro de 2013





Índice
Introduçãopag 03
1. Comparação entre a revolução francesa e a n. americana pag 04
2. Diferenças entre a Revolução francesa e a revolução americana pag 06
3. A era das revoluções pag 08
4. Direitos humanos e a política internacionalpag 11
5. Direitos “Humanos”? pag 14
Conclusão pag 16
Referencias bibliográficas pag 17INTRODUÇÃO

Veremos no trabalho a seguir as considerações sobre marcos dos direitos humanos e os momentos em que eles emergiram tais como as comparações entre a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão da Revolução francesa e a Declaração da Independência dos Estados Unidos, a consciência coletiva os tipos de solidariedades existentes, a Comparação entre a RevoluçãoFrancesa e a Revolução dos Estados Unidos da América, as lutas das classes sociais, falaremos também sobre a realidade dos direitos humanos no Brasil, a união das forças em luta pela liberdade.












1. Comparação entre a revolução francesa e a norte americana










2. Diferenças entre a Revolução francesa e a revolução americana

Embora as duas Revoluções:Francesa e Americana procurassem a Libertação de seu povo contra as pressões sofridas por pagamentos injustos de impostos e altas cargas tributarias, as Revoluções apresentaram grandes diferenças, conforme observaremos abaixo:

REVOLUÇÃO FRANCESA
REVOLUÇÃO AMERICANA
- Estratificação social: Clero, Nobreza e Terceiro Estado (trabalhadores, camponeses e burguesia)
O Terceiro Estado era o únicopagador de impostos que sustentava as outras classes e sofria com a miséria
Os oposicionistas eram presos na Bastilha (prisão politica, símbolo da monarquia)

Imigração inglesa, em 1607, para a América do Norte dando origem a formação de Colônias.
Em 1732 já eram 13 Colônias que se encontravam em total abandono.
Colonos assumem o controle tendo posição de autonomia em relação ao governometropolitano
Lutavam contra a monarquia e seus poderes, os revolucionários viam o Monarca como traidor e agiam contra ele de forma agressiva.
Em 1793 ocorre a execução da família real e o confisco dos bens da igreja.
Não eram anti monarquistas inicialmente, mas consideravam que seus direitos como Colônia estavam sendo desrespeitados pois o governo mediante crise econômica financeira decide cobrarimpostos e impor leis sobre as colônias, deixando a população revoltada.
Primeiro alvo dos revolucionários foi a Bastilha. A Queda da Bastilha em 14/07/1789 marca o início do processo revolucionário
Estopim da Revolução: ataque dos colonos, disfarçados de índios a três navios de chá vindo das Índias, devido aos preços absurdos e aos impostos que eram pagos.
Lutavam para transformar e acabar com osprivilégios
Igualdade social não era a preocupação principal da Revolução
Lema dos revolucionários: “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, pois resumia muito bem os desejos do terceiro estado francês
Lema: “Vida, Liberdade e Propriedade
No mês de agosto de 1789, a Assembleia Constituinte cancelou todos os direitos feudais que existiam e promulgou a Declaração dos Direitos do Homem e do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sociologia e sociologias
  • sociologia
  • sociologia
  • sociologia
  • sociologia
  • Sociologia
  • Sociologia
  • Sociologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!