Resenha: A diversidade de conceituação da literatura

Páginas: 5 (1155 palavras) Publicado: 17 de julho de 2015
 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA
CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE SANTA INÊS - CESSIN
DEPARTAMENTO DE LETRAS E PEDAGOGIA
CURSO DE LETRAS


ELENILDE COSTA DA SILVA
SAMARA PINTO SOUSA









A DIVERSIDADE DE CONCEITUAÇÃO DA LITERATURA












Santa Inês
2014


MOISÉS, Massaud. A criação literária: poesia e prosa. São Paulo: Cultrix, 2012.
WELLEK, René; WARREN, Austin. Teoria daliteratura e metodologia dos estudos literários. Trad. Luís Carlos Borges. São Paulo: Martins Fontes: São Paulo, 2003.

KOTHE, Flávio R. Fundamentos da teoria literária. Brasília, Universidade de Brasília, 2002.

A DIVERSIDADE DE CONCEITUAÇÃO DA LITERATURA

É possível definir literatura? De acordo com Massaud Moisés e Flávio Kothe, não há como defini-la. O que se pode fazer é apenas conceituá-la,haja vista que definir implica numa característica universal, já o conceito é apenas um juízo de valor. Massaud Moisés nos esclarece que: “não é de hoje que filósofos, estetas, críticos e historiadores vêm procurando conceituar literatura de modo convincente e conclusivo. Entretanto, por mais esforços que tenham sido feitos, o problema continua aberto, pelo simples fato de que, neste particular,somente podemos falar em conceito, nunca em definição.” (MOISÉS, 2012, p. 9)
Quanto à definição de literatura, Kothe afirma que ela é, por natureza, excludente. (KOTHE, 2002, p.12). Para exemplificar tal afirmativa, ele cita a definição da literatura dentro do horizonte do curso de letras no Brasil, no qual já se encontra constituído, portanto, institucionalizado. Dessa forma, a definição,automaticamente, exclui a possibilidade de um crescimento intelectual não-institucionalizado. Quando limitamos algo não deixamos espaço para o conceito e sabemos que conceitos são ideias particulares.
Massaud Moisés, diante da dificuldade de conceituação da literatura, esclarece-nos que essa dificuldade vem desde a antiguidade. O próprio termo “literatura” confundia-se com poesia: “até o fim do séculoXVIII, fala-se efetivamente de poesia e, raramente, de literatura, quando se trata do aspecto estético das obras escritas.” (MOISÉS, 2012, p. 5). A literatura só passou a assumir exclusiva identidade a partir de uma dedicação de alguns ramos científicos (entre eles, a ciência e a filosofia), que resultou na ascendência do termo “literatura” sobre o termo “poesia”, a partir da propagação do culto daimaginação.
Consoante Massaud Moisés, somente o texto escrito e impresso pode ser considerado literatura, porém ratifica que nem todo texto escrito se classifica como literário ( MOISÉS, 2002, p. 9). Partindo dessa afirmação, o autor, infere dizer que não existe literatura oral, que ela é apenas a comunicação oral do texto escrito ou impresso, ou seja, ela é a manifestação em voz alta daquilo quefora escrito. Kothe discorda de Massaud, no que tange à existência da literatura oral, pois, de acordo com ele, “quando se exclui implicitamente a literatura oral ao se definir a literatura como texto escrito, está-se ‘privilegiando’ a produção das camadas dominantes, com a exclusão da imensa massa de analfabetos. São excluídos, portanto, os índios e escravos, pelo fato de não dominarem aescrita.” (KOTHE, 2002, p. 17). Moisés rebate tal afirmação: “por mais generosa que seja a ideia romântica de uma literatura oral popular, esta não passa de Folclore, e só adquire status literário quando escrita, pelos próprios autores ou pelos interessados na matéria; em suma, quando oferecida à leitura.” (MOISÉS, 2012, p. 7). Quanto a isso, não é plausível negar que esses povos não detém de umahistória, independentemente de estarem ou não registradas.
Fica evidente que a problemática em tentar definir literatura perdura até hoje. Apesar disso, não cessaram-se os estudos referentes a essa questão. Wellek estende essa problemática a um âmbito maior: expõe que é necessário distinguir literatura e estudos literários. O referido autor complementa que a primeira é uma arte e a segunda é uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • literatura infantil:origem, conceituação e finalidade
  • Resenha: Literatura para quê?
  • Literatura para quê? RESENHA
  • DIVERSIDADE CULTURAL: LITERATURA DE CORDEL
  • Resenha Conceituação Lógica de públicos em RP
  • Os usos da diversidade
  • Resenha UTA Diversidade cultural
  • resenha Diversidade e preconceito

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!