Resenha Metodologia

Páginas: 6 (1335 palavras) Publicado: 7 de setembro de 2014
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
FACULDADE DE FARMÁCIA
DEPARTAMENTO DO MEDICAMENTO

KELLYANE SILVA DIAS





RESENHA SOBRE O ARTIGO: ASSESSING HIV RESISTANCE IN DEVELOPING COUNTRIES: BRAZIL AS A CASE STUDY.












Salvador/BA.
2012
KELLYANE SILVA DIAS







RESENHA SOBRE O ARTIGO: ASSESSING HIV RESISTANCE IN DEVELOPING COUNTRIES: BRAZIL AS A CASE STUDY.Resenha apresentada à Universidade Federal da Bahia como requisito de avaliação da disciplina Metodologia Científica no curso de Farmácia, sob orientação do Prof. Ms. Edimar Caetité.








Salvador/BA
2012

Referências bibliográficas:
PETERSEN, Maia; BOLIE, Marie Claude; BASTOS. Francisco L. Assessing HIV resistance in developing countries: Brazil as a case study. RevistaPanamericana de Saude Pública. Washington, vol.19, n. 3, Mar. 2006. Disponível em:. Acesso em: 4 jun. 2012.
Credenciais dos Autores
Maia Petersen é formada em Biologia Humana pela Universidade de Stanford, possui M.S. em Saúde e Ciências Médicas, pela Universidade da Califórnia, é Ph. D. em Bioestatística da Universidade da Califórnia e MD pela Universidade da Califórnia, San Francisco 2009 . Atualmente éprofessora assistente de bioestatística e epidemiologia da Universidade da Califórnia, Berkeley.
Marie Claude Bolie é uma pesquisadora do departamento de epidemiologia de doenças infecciosas do Imperial College em Londres.
Dr. Bastos recebeu seu grau de MD da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1981). Ele possui um mestrado Mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio deJaneiro (1988) e recebeu seu doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz em 1995. Atualmente é pesquisador titular da Fiocruz e pesquisador visitante honorário do Imperial College de Londres.
Resumo
É indiscutível que a terapia antirretroviral, doravante ART, melhora a qualidade de vida e o prognostico dos portadores de HIV/AIDS. Para a adesão desse tratamento é importante consideraro risco-beneficio entre o controle da replicação viral, reações imunes adversas e o desenvolvimento da resistência viral. No entanto, existe uma preocupação de que a distribuição mal monitorada desse tratamento piore a epidemia de HIV como resultado do surgimento de variantes virais resistentes. O Brasil foi escolhido como estudo de caso devido a sua experiência em fornecimento da terapia ART e adisponibilidade de dados sobre a resistência viral existente.
Existe uma discursão em relação à implantação da ART em países em desenvolvimento, pois geralmente esses países não possuem uma infraestrutura ajustada que permita o controle adequado do tratamento, o que resulta em maiores níveis de HIV resistentes a drogas. No entanto, a complexidade de fatores que influem no desenvolvimento viral édiversa, incluindo a disponibilidade de medicamentos de primeira linha e principalmente o comportamento de risco dos portadores.
A resistência viral evolui rapidamente devido a alta capacidade de replicação e mutação do retrovírus. Os níveis de resistência do HIV podem ser apresentados por pelos menos duas formas: pela proporção de infecções entre os indivíduos virgens de tratamento que sãoresistentes, e a proporção de infecções entre os indivíduos tratados com níveis plasmáticos elevados de HIV resistente. Por razões não muito bem esclarecidas, teoricamente o individuo virgem de tratamento que é resistente, perderá níveis comensuráveis dessa resistência.
É provável que o nível de infecções em pessoas portadores do vírus sensíveis apresente-se baixa, como resultado da supressãoviral. O resultado do tratamento é determinado pela eficácia (redução de níveis plasmáticos de RNA do HIV). O tratamento parcial (em indivíduos com vírus resistente) atua contra a variante resistente a drogas, o que permite uma manutenção de cepas menos virulenta, e fornece algum grau de benéfico durável no tratamento. O tratamento parcial pode aumentar a transmissão de vírus resiste, devido os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha metodologia
  • REsenha de Metodologia
  • RESENHA DE METODOLOGIA
  • resenha metodologia
  • Metodologia
  • Resenha metodologia
  • Resenha Metodologia
  • RESENHA METODOLOGIA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!