radiação

Páginas: 6 (1462 palavras) Publicado: 19 de novembro de 2014
27/10/2014

BIOELETRICIDADE

LUIGI GALVANI (1760)

1

27/10/2014

HELMHOLTZ (1850)
• Velocidade de propagação da onda de
excitação do nervo gastrocnêmico da rã

BERNSTEIN (1868)
POTENCIAL E CORRENTE DE
INJÚRIA
Músculo íntegro ≠ Músculo lesado (30 –
60%)

2

27/10/2014

WALLER (1887,1899)
Batimentos cardíacos – correntes elétricas
(detectadas na superfície corporal)EINTHOVEN (1913)
Galvanômetro de mola - eletrocardiograma

3

27/10/2014

ÁTOMO
-Prótons
-Elétrons
-Neutrons

P

P

E

E

P

E

N

N

CARGA ELÉTRICA
Propriedade de atração ou
repulsão entre prótons e elétrons

4

27/10/2014

Carga elétrica elementar

e  1,6.1019 Coulomb(C )
(+): próton
(-): elétron

Lei de Du-Fay
Cargas elétricas de mesmo sinal serepelem e sinais contrários se
atraem

Pilha de Daniel (1790 – 1845)

5

27/10/2014

Termos Técnicos
• Tensão elétrica: faz surgir força que
movimenta os elétrons (volts, milivolts)
• Corrente elétrica: fluxo de elétrons (ampere)
• Resistência ou Impedância: oposição ao
fluxo de elétrons (ohms).

6

27/10/2014

POTENCIAL DE MEMBRANA
É a diferença de potencial elétrico (volts)que todas as células do corpo humano
apresentam entre as duas faces de sua
membrana plasmática.

Origens do potencial de repouso
• Todas as células apresentam uma diferença de
potencial elétrico (volt) através da membrana.
• Alterações na permeabilidade ionica da membrana
levam a alterações do potencial da membrana

7

27/10/2014

A membrana celular possui proteínas
que formamcanais que passam íons
Canais podem ser seletivos para potássio, sódio, cálcio ou cloreto,
ou para cátions ou ânions
Os canais podem estar sempre abertos ou abrirem em resposta a algum
estímulo

Canal iônico (g)

Os canais Iônicos podem
ser vistos como condutores
(g) porque passam corrente
elétrica na forma de íons!

Membrana (C)

8

27/10/2014

Algumas medidas elétricas


••


Potencial (E,V) – V (volt)
Carga – C (coulomb)
Corrente (I)– A (ampere = C/s)
Resistência (R)– W (ohm = V/A)
Condutância (G) – S (siemens = A/V)
Lei de Ohm, I = V/R = g.V
I
V

Registro do potencial de repouso
0 mV
-80 mV

+ + +
- - -

+ + +
- - -

+ + +
- - -

TIPO CELULAR

+ + +
- - -

Em (mV)

Neurônio

-70

Músculo esquelético

-80

Músculocardíaco (atrial e ventricular)

-80

Músculo liso

-55

9

27/10/2014

As concentrações ionicas são
diferentes dentro e fora da célula
íon

[íon]0 (mM)

[íon]I (mM)

Na+

145

15

Cl100
K+
4,5
Ca++ 1,8

5
150
0,0001

Os íons são segregados por transportadores presentes na membrana que
realizam transporte ativo
3 Na+
1
2 K+
ATP

3 Na+
2

Ca++

ADP + Pi

31 - Na/K ATPase
2 – Trocador Na/Ca
3 – Ca-ATPase reticular

10

27/10/2014

A Na/K ATPase é eletrogênica, porém
sua contribuição direta para o potencial
de repouso é pequena



A inibição da Na/K ATPase por digitálicos cardiácos (ouabaína)
despolariza a célula por poucos milivolts (2-16), em média.
• Músculo esquelético: 6-8 mV.
• Músculo cardíaco: 12-16 mV.

Potencial deequilíbrio eletroquímico (m)
de um íon (J/mol)
– Diferença de energia potencial do íon+ entre
dois compartimentos (Dm):

K+

K+

Cl-

Cl-

0,1 M KCl

0,01 M KCl

Lado 1

Lado 2

11

27/10/2014

Cálculo do potencial de
equilíbrio eletroquímico (m) de
um íon (J/mol)
– Diferença de energia potencial do K+ entre dois compartimentos (Dm):
– O fluxo Iônico se dá do lado comMAIOR potencial para o lado com
MENOR potencial.

Dm (K+ ) = mA(K+) - mB(K+ ) =
RTln [K+ ]A/[K+ ]B + zF (EA - EB)
Potencial químico + Potencial elétrico
R = constante dos gases
T = temperatura em K
z = valência do íon
F = constante de Faraday
EA - EB = diferença de potencial através da membrana

Potencial de equilíbrio iônico (Ei)

Potencial elétrico que contrabalança o potencial...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Radiação
  • radiação
  • Radiação
  • Radiação
  • Radiação
  • RADIACAO
  • Radiação
  • Radiação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!