Pt Pt Pt

Páginas: 8 (1826 palavras) Publicado: 18 de maio de 2015
Simbologia: A máquina voadora – constitui um símbolo de liberdade, mas igualmente de luz, de guia. A memória da passarola mantém Baltasar e Blimunda esperançados, durante o longo período obscuro e solitário do trabalho na construção do convento. Bartolo­meu e Scarlatti, cúmplices, no modo como olham a realidade, acreditam um no outro, conseguindo “sobrepor-se ao determinismo histórico.”Sete-Sóis – “batismo” de Baltasar, porque só pode ver à luz. Sete-Luas – “batismo” de Blimunda, porque “vê” no escuro, evidenciando os dotes de clarividência. Algarismo sete – o número sete indicia totalidade completa e perfeita: os sete dias da criação do mundo, os sete dias da semana, os sete pecados mortais, as sete cores do arco-íris… No romance, são várias as referências simbólicas a este algarismo,sendo a mais relevante a perfeita completude de Baltasar e Blimunda, bem como a escolha do momento da sagração do convento: 7 da manhã, do dia 17 de novembro de 1717. Para além disso, há outras ocorrências do número sete: as sete igrejas visitadas pelas mulheres na Quaresma; a infanta batizada por sete bispos; quando Scarlatti vem para Portugal, a língua portuguesa já lhe era familiar há seteanos; Blimunda passa por Lisboa sete vezes em busca de Baltasar. Algarismo nove – segundo alguns estudiosos, o “nove parece ser a medida das ges­tações, das buscas frutíferas e simboliza o coroamento dos esforços, o concluir de uma criação”. Esta interpretação espelha-se na demanda exaustiva de Blimunda por Baltasar – “Durante nove anos, Blimunda procurou Baltasar”. O convento – o gigantescoedifício barroco é um “jugo” para milhares de homens, representando o “esforço mortífero”; é uma espécie de “esquizofrenia transformada em pedra”. A figura feminina – a mulher, como nos restantes romances do autor, assume um papel relevante e simbólico: no mundo dos pobres, ela cultiva as virtudes de um hero­ísmo anónimo que nunca lhe é reconhecido e é a única capaz de amar como verdadei­ramente deve sero amor, com generosidade. São as conversas das mulheres que “segu­ram o mundo na sua órbita”. O sonho – são constantes as referências aos sonhos das personagens: de Baltasar, do rei, da rainha, do infante D. Francisco, de Blimunda. Todos têm o seu espaço oní­rico, mas é sobretudo o sonho de voar de Bartolomeu Lourenço que domina o romance. Há, assim, uma clara intenção de sublinhar a importânciado sonho como forma de evidenciar os medos, as ansiedades e os desejos das personagens na construção dos percursos de vida. A vontade – a recolha de milhares de vontades, combustível necessário para levantar a passarola, simboliza que, sem o querer humano, nenhum progresso cientí­fico, por si só, faz avançar o mundo. A trindade – a referência à trindade terrestre, constituída por Bartolomeu, opai, Baltasar, o filho, e Blimunda, o espírito, é reiterada ao longo do romance, simboli­zando a tríade indissociável, harmoniosa e perfeita. Valor simbólico das personagens- Padre Bartolomeu de Gusmão, o “padre voador”, cujo sonho de construir uma passarola é, simultaneamente, um facto histórico e a expressão de que a vontade dos homens supera os seus próprios limites. Um dos aspe­toscaracterísticos e distintivos do romance de Saramago reside, precisamente, na con­jugação entre real e simbólico.


Narrador_ o narrador é complexo pois manifesta-se através de diversas vozes, sendo a voz predominante na 3 pessoa, esta mistura se com a 1 pessoa do plural implicando o narrador no relato, aproximando os das suas personagens e integrando o no tempo narrado como testemunha privilegiada dosacontecimentos que narra. Este narrador é também omnisciente, isto permite lhe antecipar acontecimentos da própria intriga, referir fatos futuros posteriores ao tempo narrado, reinterpretar a historia, comenta la e critica la, reconstruir no seu próprio textos, textos dos outros autores pt, recorrer a provérbios e aforismos que conferem ao texto um tom moralístico.

Tempo cronológico_ a ação do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • PT
  • fora pt
  • Pt
  • PTS
  • Pt
  • Pt
  • Pt
  • História do PT

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!