psicomotrocidade

Páginas: 6 (1373 palavras) Publicado: 16 de outubro de 2014
O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL


Colocar nome do Autor1


RESUMO:

Palavras-Chave:


ABSTRACT:
Keywords:
















INTRODUÇÃO























2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Para Huizinga (1990) foi um dos precursores ao estudo sobre jogos em diferentes línguas e culturas. Diante de seus estudos acabou por definir o jogo comomanifestações competitivas, acrescendo que:

O jogo é uma atividade de ocupação voluntária, exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, seguindo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentido de tensão, de alegria e de uma consciência de ser diferente da vida cotidiana.

Piaget (1975) e Winnicott (1975),os conceitos como jogo, brinquedo e brincadeira são formados ao longo de nossa vivência. Para estes autores são a forma que cada um utiliza para nomear o seu brincar.
A Atividade Lúdica abrange, de forma mais ampla, os conceitos acima mencionados. conforme Santos (1999), para a criança, brincar é viver. No entanto pode ser dado foco ao brincar de varias formas como o filosófico onde o brincar évisto como um mecanismo para contrapor a racionalidade, ou ainda do ponto de vista sociológico onde brincar é visto como uma forma de inserção da criança a sociedade, há ainda o ponto psicológico onde o brincar está presentes no desenvolvimento da criança e no ponto de vista pedagógico onde o brincar tem-se revelado como uma estratégia poderosa para a criança aprender.
A criança brinca porquebrincar é uma necessidade básica e para manter o equilíbrio com o mundo, a criança necessita brincar, jogar, criar e inventar. Estas atividades lúdicas tornam-se mais significativas à medida que se desenvolve, inventando, reinventando e construindo (DALLABONA & MENDES, 2004).
Segundo Dallabona e Mendes (2004) a capacidade de brincar possibilita às crianças um espaço para resolução dos problemasque as rodeiam. O brincar é o fazer em si, um fazer que requer tempo e espaço próprios; que se constitui de experiências culturais, que são universais, e próprio da saúde porque facilita o crescimento, conduz aos relacionamentos grupais, podendo ser uma forma de comunicação consigo mesmo e com os outros.
Entretanto, o mais grave é que os pais estão esquecendo a importância do brincar. Brinquedovirou supérfluo no desespero por fazer economia. “Grande engano” diz Dallabona & Mendes (2004), este erro pode trazer conseqüências muito sérias se não for reparado a tempo, pois as roupas e acessórios em geral não vão desenvolver o raciocínio nem a afetividade.
Vygotsky (1984) acredita que é brincando, jogando, que a criança revela seu estado cognitivo, visual, auditivo, tátil, motor, seu modo deaprender e entrar em uma relação cognitiva com o mundo de eventos, pessoas, coisas e símbolos. Desta forma a criança, por meio da brincadeira, reproduz o discurso externo e o internaliza, construindo seu próprio pensamento.
Assim, vale ressaltar que por meio das atividades lúdicas, a criança reproduz muitas situações vividas em seu cotidiano, as quais, pela imaginação e pelo faz-de-conta, sãoreelaboradas.
Enfim, a Educação Infantil deve assegurar o “o direito das crianças a brincar, como forma particular de expressão, pensamento, interação e comunicação infantil” (GERA & TASSINARI, s.d.). Neste sentido a educação traz muitos desafios aos que nela trabalham e aos que se dedicam a sua causa. De acordo com o Referencial Curricular da Educação Infantil (1998), o educar significa propiciarsituações de cuidados, brincadeiras e aprendizagens orientadas de forma integrada e que possam contribuir para o desenvolvimento das capacidades infantis de relação interpessoal, de ser e estar com os outros em uma atitude básica de aceitação, respeito e confiança, e o acesso, pelas crianças, aos conhecimentos mais amplos da realidade social e cultural.
Para atingir esse fim, é preciso que os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicomotrocidade
  • Psicomotrocidade
  • psicomotrocidade
  • psicomotrocidade
  • psicomotrocidade
  • PSICOMOTROCIDADE
  • Psicomotrocidade
  • Psicomotrocidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!