Psicologia clinica

Páginas: 36 (8799 palavras) Publicado: 9 de setembro de 2013
INTRODUÇÃO
A história da psicologia clinica que começou por meados do século XIX, termo usado pela primeira vez por Lihtner Witmer, segundo ele a psicologia clinica era voltada para casos individuais que se baseia a observação, analise profunda. Desenvolvida por Freud médico discípulo de Breuer, que logo foi incorporada e melhor descrita pelo próprio Freud que acreditava que as doenças mentaistinham como índice os conflitos que estavam localizados na mente e não nos problemas biológicos. Breuer acreditava que através da hipnose a pessoa poderia driblar censuras que a impediriam de lembrar certos fatos, ou seja, traumas e assim melhorar sua ideia ou vivenciar experiências.
Freud discordava quanto ao método e a eficiência da hipnose e em contrapartida desenvolveu a técnica da livreassociação, assim a psicologia clinica nasceu por trazer a cura pela palavra. O ponto crucial da clinica médica se situa entre o final do século XVIII e o início do século XIX. O século XIX foi um dos mais prósperos para a área, devido às muitas descobertas no ramo da Biologia e às invenções que neste enfoque facilitariam a instrumentalização médica.
O filosofo, Freud, se formou em medicina ecomeçou a prática da neurologia clinica. Nessa época, ele se associa a Josef Breur e dá início a estudos de casos de pacientes com sintomas de histeria, o que o leva a constituição da psicanálise. Aqui se tem um sujeito, que pode estar presente ou ausente e que a divisão da mesma intervinha no posterior esquecimento daquilo que provoca incômodo ao individuo. Pensar a psicologia clinica como umaprática pautada no desvelamento, seja a partir de uma representação acerca do psiquismo humano seja considerando o desvelamento a partir das próprias coisas, faz-se imprescindível um esclarecimento acerca da terminologia.
A psicologia como área da ciência veio se desenvolver na história desde 1875 quando Wilhelm Wundt (1832-1926) criou o primeiro laboratório de experimentos em Psicofisiologia, emLeipzig na Alemanha. Este marco histórico veio significar o desligamento das ideias psicológicas de ideias abstratas e espiritualistas que defendiam a existência de uma alma no homem, a qual seria a sede da vida psíquica. A psicologia enquanto um ramo da filosofia estudava a alma. A psicologia cientifica nasce de acordo com os padrões de ciência do século XIX, Wundt preconiza a psicologia sem alma. Oconhecimento tido como cientifico passa então a ser aquele produzido em laboratórios com o uso de instrumentos de observação e medição. Neste século considerado por inúmeros autores como umas das mais importantes tendências teóricas da psicologia nasce com Freud a psicanálise, (termo usado para se referir a uma teoria, um método de investigação e a uma prática profissional), que a partir da praticamédica recupera para a psicologia a importância da afetividade e postula o inconsciente como objeto de estudo, quebrando a tradição da psicologia como ciência da consciência e da razão.
No Brasil a história da psicologia apresenta em geral, análises informativas e descritivas, Pessotti (1988), divide a história da psicologia em quatro períodos: pré - institucional (até 1833), institucional(1833-1934), universitário (1934-1962). Os critérios para essa periodização não se baseiam em um referencial teórico. Os marcos escolhidos por Pessotti (1988) estão calcados somente na presença ou ausência de instituições ligadas a psicologia. Este foi o caso dos três marcos escolhidos por ele: 1833 quando foram criadas faculdades de medicina no Rio de Janeiro e na Bahia; 1934, quando foi criado ocurso de psicologia na Universidade de São Paulo; e 1962, quando a profissão foi regulamentada.
O caso da psicologia no Brasil (que não pode ser generalizado para outros países, nem mesmo da América Latina), nesse período, foi regulamentada como profissão em 1962, e não foi ameaça para o regime implantado, já que a concepção de ciência adotada pela psicologia brasileira assumiu o modelo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia clinica
  • Psicologia clínica:
  • Psicologia Clinica
  • A PSICOLOGIA CLINICA
  • Psicologia clínica
  • Psicologia clínica
  • Psicologia clinica
  • Psicologia Clínica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!