Português: europeu e brasileiro – como trabalhá-los em sala de aula?

Páginas: 27 (6626 palavras) Publicado: 16 de junho de 2012
ANA PAULA DO AMARAL
















RELATÓRIO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA




















ITARARÉ
2010





ANA PAULA DO AMARAL
















RELATÓRIO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Relatório Final do Programa de Iniciação Científica 2010 apresentado às FaculdadesIntegradas de Itararé, Curso de Letras Habilitação Português/Espanhol

Profª Orientadora: Cláudia Maris Tullio













ITARARÉ
2010




RESUMO
A presente pesquisa tem como eixo a investigação centrada nos estudos sociolinguísticos a respeito das diferenças existentes no Português Europeu e no Português Brasileiro. Pretende-se observar quais são as referidas diferenças, arazão histórica de suas existências e, consequentemente, o porquê de o aluno ter dificuldades na aprendizagem da língua materna, haja vista falarmos uma língua e escrevermos conforme os preceitos de outra, normatizada. O pressuposto teórico sobre o qual nossa pesquisa se assenta é prioritariamente a sociolinguistica, em suas interfaces com a linguística aplicada e política linguística. Ametodologia empregada é a pesquisa bibliográfica, bem como a pesquisa de campo através de questionários e entrevistas aplicados a docentes e discentes de quatro escolas (duas particulares e duas públicas), ensino fundamental e médio, nas cidades de Bom Sucesso do Itararé e Itararé.


Introdução
A linguagem é um poderoso instrumento que acompanha o ser humano em qualquer lugar e em qualquer momento docotidiano. Ela é quem ajuda o homem a construir uma visão sobre o mundo. Além disso, também ajuda na construção do ser como sujeito no mundo.
Pressupõe, portanto, a interação entre seus usuários e do usuário com o mundo. A concepção socio-interacionista da linguagem dita: “não há linguagem no vazio, seu grande objetivo é a interação, a comunicação com um outro, dentro de um espaço social”.Castilho (2002, p.11) aponta que nessa concepção “a língua é um conjunto de usos concretos, historicamente situados, que envolvem sempre um locutor e um interlocutor, localizados num espaço particular, interagindo a propósito de um tópico conversacional previamente negociado”.
O mesmo autor ainda postula “A língua é um organismo vivo que varia conforme o contexto e vai muito além de uma coleção deregras e normas de como falar e escrever.” (2002, p.20)
Percebemos então que a língua nunca é única, enquanto meio vivo e concreto. Ao contrário, deve ser vista como um imenso conjunto de variedades lexicais, fonéticas, morfológicas, sintáticas. No entanto, mesmo que a linguagem possibilite ampla variação, os interlocutores são capazes de negociar significados a fim de compreenderem e seremcompreendidos. Afinal, a interpretação do real e os valores, revelados por meio da linguagem, estão condicionados às circunstâncias sociais, históricas e culturais nas quais o sujeito está inserido.
Ao criarem um texto, escrito ou falado, os agentes do ato interativo processam as informações do mundo real, a fim de organizarem-nas discursivamente, observando o propósito e o contexto discursivoem que se dá a construção do texto.
De acordo com a Teoria da Variação e Mudança, a língua é um fenômeno intrinsecamente heterogêneo, justamente por que é usada em nosso dia-a-dia, tendo por consequência de dar conta das muitas situações sociais em que nos envolvemos quando falamos.
O locutor e o interlocutor atuam em diferentes espaços, concretamente configurados. Para se comunicar comeficiência, eles fazem diferentes escolhas no multissistema linguístico, as quais deixarão marcas formais em sua produção linguística.
A variação ocorre em todos os níveis da língua: fonético, fonológico, morfológico, sintático, etc. Além de ter fatores extralinguísticos que contribuem para a sua ocorrência, tais como: espaço geográfico, físico, grau de escolaridade, faixa etária, sexo, dentre...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Diferenças entre o português europeu e o português brasileiro a diferença entre o português europeu e o...
  • Diferenças entre o Português Brasileiro e o Português Europeu
  • O Cinema Brasileiro na Sala de Aula
  • Como o professor trabalha a língua portuguesa em sala de aula?
  • TCC
  • Por uma gramática do português brasileiro: repensando o objeto de ensino das aulas de português
  • Portugues e brasileiro
  • Português para brasileiros

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!