Pedagogia

Páginas: 5 (1026 palavras) Publicado: 16 de maio de 2014
Platão Diálogos : Fedro - Cartas O Primeiro Alcibíades

Sócrates (c.469 – 399 a.c ) é uma figura emblemática na história da filosofia. Apesar de seu tempo. Muitos o terem confundido com os sofistas, na verdade a ele se opôs de maneira pela qual encaminhava as discussões.
Procurado pelos jovens, Sócrates passava horas discutindo nos locais públicos de Atenas, como praça ou ginásio, ondeinterpelava os transeuntes, com perguntas aos que julgavam entender determinados assuntos. Mas, geralmente os deixavam sem saída e obrigados a reconhecer a própria ignorância.
A primeira parte de método socrático chama-se ironia ( do grego eironeia,” perguntar, fingido ignorar”), processo negativo e destrutivo de descoberta da própria ignorância. A segunda parte, a maiêutica ( de maieutiké, “ relativoao parto”, é construtivo e consistem em dar luz nova ideias).
Como Sócrates nada deixou escrito, tomamos conhecimento do conteúdo dessas discussões pelas obras de seus discípulos, sobretudo os de Platão. Quem foi que escreveu o dialogo entre Sócrates e Alcebíades. Geralmente seus diálogos tratam de questões morais, como a virtude, a coragem, a piedade, a amizade, o amor. Quando Sócrates inicia asdiscussões, percebe que os interlocutores, julgando saber do assunto, se perdem em aspectos superficiais e contingentes, como fatos, e exemplos, mantendo-se no nível empírico da simples opinião. Sócrates assume uma postura mais radical e procura definir rigorosamente aquilo de que se fala, pois não basta descrever as diversas virtudes, mas saberá essência delas. Por exemplo, diante dos atos decoragem, é preciso descobrir o que é coragem. Com isso Sócrates chega a definição do conceito.
Contudo, nesse diálogo de Sócrates e Alcebíades, podemos perceber que Alcebíades julgava saber como ele queria presidir uma assembleia em seus país, ou seja, Alcebíades iria discutir e deliberar sobre a decisão tomada para mudar, questionar Alcebíades se realmente ele esta preparado para presidir essaassembleia, que acaba ficando com essa dúvida, gerada pelo Sócrates.
O universo socrático não era a negação do valor dos indivíduos, era o reconhecimento de que valor do individuo, só pode se compreendido e realizado nas relações entre os indivíduos. Mas a relação entre os indivíduos, se é tal que garanta a cada um a liberdade da pesquisa de si próprios, é uma relação fundada na virtude e najustiça. E é aqui, portanto,o interesse de Sócrates, na medida em que se entende promover em cada homem a investigação de próprio, se volta naturalmente para o problema da virtude e da justiça.
A maiêutica mais não era, na realidade, que a arte da pesquisa, em comum. O homem não podia ver claro por si só. A investigação de que se ocupa não pode começar e acabar no recinto fechado da suainvidualidade, pelo contrário, só pode se fruto de um dialogar contínuo com os outros, como consigo mesmo. O método socrático tinha como característica levar cada individuo a refletir acerca dos seus deveres. Sócrates começava por chamar a atenção de cada um para seus interesses pessoais, interesses domésticos ou pessoais, educação dos filhos, problemas da vida da cidade, questões relativas ao saber. Levava emseguida os seus interlocutores quaisquer que eles fossem, a extrair do caso particular o pensamento universal. Começando por suscitar a desconfiança em relação aos preconceitos que cada um aceitou sem exame prévio, conseguia convencer o seu interlocutor a procurar si próprio o que era. Conduzi-lo assim, por um lado, a extrair o universal do caso concreto e a expor plenamente à luz aquilo que seesconde em qualquer consciência; e, por outro lado, obrigado a destruir as generalidades aceites de imediato pela consciência.
Não tendo conseguido formular uma filosofia de maneira sistemática, o processo principal de Sócrates consistia em interrogar, em ajudar cada um a tomar consciência do universal, a qual existe no foro íntimo de todos como essência imediata. Tal como escreveu Hegel,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Pedagogia
  • Pedagogia
  • Pedagogia
  • Pedagogia
  • Pedagogia
  • Pedagogia
  • Pedagogia
  • Pedagogia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!