pasta

Páginas: 6 (1475 palavras) Publicado: 29 de maio de 2014
- Como entender a relação necessária entre ética e política e sua autonomia?
Entendida como ação e como ciência, a política goza de plena autonomia. Tem suas leis próprias; não necessita se justificar pela referência à moral e muito menos à religião.
No que diz respeito à ação, a política é uma conjugação de arte, de técnica e de saber. As estruturas políticas, por sua parte, tendem a estendercada vez mais seu âmbito de atuação. Enquanto ciência, a política pertence ao quadro dos saberes positivos; seu estatuto científico justifica-se pelo descobrimento de leis positivas dentro do fenômeno da politicidade.
A autonomia da política deve ser respeitada pela própria moral. Esta não pode entrar no campo específico do saber político como se fosse um prédio de seu domínio. As opçõespolíticas são neutras com relação à moral. Desde o Renascimento, o homem ocidental vive e entende a política como uma realidade secular e autônoma.
Entretanto, reconhecer a autonomia do comportamento e do saber políticos não supõe negar sua referência ao universo da ética. Se as opções políticas são neutras moralmente dentro do âmbito restrito do político, não o são, contudo, ao ficarem situadas dentrodo amplo horizonte da realização totalizante do humano.
A inserção da política dentro dos quadros da atividade humana tem sido considerada como a raiz da dimensão moral da política. Enquanto atividade humana, a política, adquire toda a densidade própria da pessoa; fica situada dentro do universo de intencionalidades e de fins nos quais se realiza a pessoa. A política tem a densidade daintencionalidade e da finalização. Não pertence exclusivamente ao reino dos meios; introduz-se na região dos fins. Ao por em jogo o universo pessoal, a política não pode deixar de ter uma referência à ética enquanto que esta é a expressão do reino dos fins. A responsabilidade na atividade política é a tradução subjetiva da moralização assim entendida.
Outra linha de reflexão orienta-se pelo caminho daaxiologia. A política está enquadrada dentro do universo de valores que regem a vida humana. Por isso mesmo, não pode existir conflito objetivo entre valores éticos e autêntica vida política. A chamada “razão de estado” não tem justificação objetiva se for entendida como a aceitação axiológica política e valores morais.
Também procurou-se fundamentar a referência da política à ética socorrendo-se dafinalidade justificadora da comunidade política. Se o poder político justifica-se pela obtenção de um bem aquele que necessariamente integra a ética e a política.
Por fim, considera-se a relação/função da ética com respeito à política a partir da categoria da “problematicidade”. Aranguren qualificou a dimensão moral da política como uma “constitutiva problematicidade, vivida dramaticamente”. Estacompreensão “quer dizer afirmação de uma compatibilidade árdua, sempre questionável, sempre problemática, do ético e do político, fundada sobre uma tensão de caráter mais geral: a da vida moral como luta moral, como tarefa interminável e não como instalação, de uma vez por todas, num status de perfeição”. Para K. Axelos a ética funde suas raízes na política; “assim, toda política gera uma ética,pressupondo-se ambas, reciprocamente”. Para este pensador, “as implicações entre a ética e a política não precisam mais ser demonstradas”. A função da ética está em “problematizar” a política.
- Como a doutrina social da Igreja apresenta o poder político e as formas de governo?
A doutrina social da Igreja apontou com frequência e com ênfase a necessidade do poder político dentro da sociedade afim de constituir a comunidade política como uma realidade necessária para o desenvolvimento da pessoa.
Afirmada a necessidade da autoridade política, aspecto no qual insistiu de um modo particular Leão XIII, a doutrina social da Igreja fixa-se nas condições de sua justa atuação. Apontam-se duas condições fundamentais: o poder político deve realizar-se dentro da ordem moral, e portanto, deve...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • pastas
  • Pasta
  • PASTAS
  • Pasta
  • Minha pasta
  • minha pasta
  • pasta
  • Minha pasta

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!