Navegação

Páginas: 220 (54818 palavras) Publicado: 16 de maio de 2014

MAURÍLIO M. FONSECA
Capitão-de-Mar-e-Guerra
ARTE NAVAL
Volume II
6a edição
2002
Ó 2001 Serviço de Documentação da Marinha
1a edição: 1954
2a edição: 1960
3a edição: 1982
4a edição: 1985
5a edição: 1989
6a edição: 2002
F676a Fonseca, Maurílio Magalhães, 1912-
Arte Naval / Maurílio Magalhães Fonseca. – 6.ed. –
Rio de Janeiro: Serviço de Documentação da Marinha,
2002.
2v.: il.ISBN 85-7047-051-7
Inclui índice
1. Navios – nomenclatura. 2. Navios – classificação.
3. Navios – manobra. 4. Marinharia. I. Título
II. Serviço de Documentação da Marinha (Brasil)
CDD 20.ed. – 623.8201
CAPÍTULO 12
MANOBRA DO NAVIO
SEÇÃO A – GOVERNO DOS NAVIOS DE UM HÉLICE
12.1. Fatores de influência no governo dos navios – Manobrar um navio é
uma arte e só se consegue manobrar bem àcusta de muita prática no mar. Neste
capítulo apresentaremos algumas considerações teóricas e regras práticas
estabelecendo certos princípios que auxiliam a compreender a ação evolutiva dos
navios em geral. Mas, desde já, advertimos que estes princípios devem ser
empregados com o devido resguardo, não podendo ser generalizados, ou aplicados
imediatamente a qualquer embarcação, ou ao mesmonavio, em situações diferentes,
pois há sempre uma situação particular em cada manobra, dependendo do navio, do
estado do tempo e do local.
Os seguintes fatores têm influência no governo de um navio: (1) efeito do
leme; (2) efeitos do propulsor; (3) corrente de esteira; (4) condições de mar e vento;
(5) calado, trim e banda; (6) pouca profundidade; e (7) pequena largura de um canal.
Quando nãose disser o contrário, o navio que se considera neste capítulo é
de tamanho médio, não tem formas especiais, está em sua flutuação normal, tem o
leme de forma ordinária por ante-a-ré do hélice e está flutuando em mar tranqüilo de
fundo regular, sem vento nem correnteza. Isto é uma consideração importante porque,
para facilitar o raciocínio, estudaremos a influência daqueles fatoresseparadamente,
desprezando momentaneamente alguns outros, o que não se dá na prática. A bordo
nenhum de tais fatores pode ser esquecido, como o vento e a corrente, que se
tornam preponderantes nas velocidades moderadas em que o navio em geral evolui.
Por isso é necessário acentuar que as propriedades evolutivas de cada navio
devem ser determinadas praticamente a bordo. O que interessa ao comandante éconhecer seu próprio navio e saber como ele se comportará em determinadas
situações, jamais tentando obrigá-lo a manobrar de maneira diferente. Em outras
palavras: estude as qualidades de manobra de seu navio e procure manobrar de
acordo com as tendências dele e não com as suas.
Um oficial prevenido, mesmo com muita prática, começará a pensar na
manobra pelo menos alguns minutos antes deiniciá-la, subindo ao passadiço para
um exame da situação, que deve levar em conta: (1) o navio (qualidades atuais de
manobra); (2) a situação que se apresenta (lugar, espaço disponível, maré, corrente,
vento etc.); e (3) a manobra que pretende realizar.
Neste estudo admitimos que os navios de um hélice têm o passo direito, que
é o caso mais comum; invertendo-se os resultados pode-se estudar aação do
hélice de passo esquerdo.
12.2. Efeito do leme – Neste artigo desprezaremos as influências dos demais
fatores, inclusive os hélices.
Consideremos um navio em marcha AV, leme a meio. O casco está, então,
submetido a duas forças opostas: (1) a força de propulsão para vante; e (2) a
580 ARTE NAVAL
resistência oferecida pelo meio líquido. Se o navio está em movimento uniforme é
porque(1) é igual a (2); como o casco é simétrico, a resistência à propulsão é igual
nos dois bordos, e o navio se move em linha reta.
Estando o navio em movimento, quando se carrega o leme para um dos
bordos, a água passa a exercer uma forte pressão sobre a porta do leme. Esta
pressão pode ser decomposta em duas componentes, uma paralela e outra
perpendicular à porta. A primeira constitui uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Navegaçao
  • Navegaçao
  • Navegação
  • navegacao
  • Navegação
  • Navegação
  • Navegação
  • Astronomia na Navegação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!