musica

Páginas: 10 (2310 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Classificação do verbo quanto à transitividade verbal

I. Verbo intransitivo: não pede complemento, porque possui sentido completo.

O que vem depois do verbo intransitivo é adjunto adverbial.
Exemplo:
Ele morreu /ontem/em um acidente/em Ji-Paraná.

Bizu: para saber se um verbo é intransitivo é só usar a regra dos 3 dedinhos.
Exemplo:
A árvore floresceu.
Quem/ floresce/ floresce.1 2 3

II. Verbo transitivo direto: pede complemento, só que sem a preposição.

Bizu: para saber se um verbo é transitivo direito é só usar a regra dos 5 dedinhos.
Exemplo:
O Leandro comprou um carro. Objeto direto.

Quem/ compra/ compra/ alguma/ coisa
1 2 3 4 5

III. Verbotransitivo indireto: pede complemento, mas com preposição.

Bizu: para saber se um verbo é transitivo indireto é só usar a regra dos 6 dedinhos.

Exemplo:
O Leandro confia em seus amigos. Objeto indireto.

Quem/ confia/ confia/ em/ alguma/ coisa
1 2 3 4 5 6

IV. Verbo transitivo direto e indireto: pede dois complementos, um compreposição e outro sem preposição.

Bizu: para saber se um verbo é transitivo indireto e indireto é só usar a regra dos 7 dedinhos.

Exemplo:
O Antônio pagou a conta de telefoneao caixa.

Quem/ paga/ paga/ alguma/ coisa/ a/ alguém
1 2 3 4 5 6 7
Colocação pronominal

Pronomes clíticos da língua portuguesa: são os pronomes oblíquosátonos que funcionam como pronomes clíticos.

Pronome oblíquo átono: só pode ser usado ao lado de um verbo.
Pronome oblíquo tônico: pode ser usado em qualquer lugar da frase.

Pronomes oblíquos átonos:
ME TE SE O(S) A(S) LHE(S) NOS VOS
* VER *BO *
Próclise mesóclise ênclise

• Regras para próclise:
I. Orações exclamativas; orações optativas;
II. Em+ verbo no gerúndio;
III. Com palavrasatrativas:
a) Advérbios;
b) Pronomes;
c) Conjunções subordinativas.

• Regras para mesóclise: com verbos no futuro. Tanta no futuro do presente quando no futuro do pretérito.

• Regras para ênclise: com verbos que iniciam oração.

Atenção! Em caso de mesóclise o pronome oblíquo que vem no meio da frase deve respeitar a mesma regra de trocar o objeto pelo pronome, substituindo o r/s/z dofinal “meio” do verbo por Lno pronome oblíquo.
EX:
Receberemos Pedro para o jantar.
Recebê-lo-emos para o jantar.

Existe uma hierarquia para a colocação pronominal:
Próclise> mesóclise> ênclisePME

Jamais me abandonará.
Abandonar-me-á.
Abandonou-me.

Exemplos para a próclise.

I. Orações exclamativas ou optativas:

Macacos me mordam! Exclamativa(falar por falar)
Deus nosajude.!Optativa(expressa um desejo)

II. Com EM que precede GERÚNDIO:

EM se TRADANDO de política...
EM nos CONVIDANDO, iremos.

III. Com palavras atrativas: as palavras atrativas devem vir antes do verbo.

Advérbio:
Agora me conte a verdade.
Amanhã me verão aqui novamente.

Mas:
Agora, conte-me a verdade.
Amanhã, ver-me-ão aqui.
OBS: Qualquer palavra atrativa separada por vírgula deixa deser atrativa.
Porém:
Amanhã, de acordo com a agenda, me verão aqui.
Amanhã, de acordo com a agenda, ver-me-ão aqui.
OBS: se a palavra atrativa estiver sendo isolada por um termo interferente, será facultativo o uso da próclise.

Pronomes:
Ninguém me ama.
Ela é a mulher que me ama.
Isto me agrada.
Quem me chamou?

Mas: os pronomespessoais do caso reto e os de tratamento podem ou não ser atrativos. É optativo.
Eu te amo./Eu amo-te.
Você me ama./Você ama-me.
Você me ajudará com a louça./Você ajudar-me-á com a louça.
Ela nos viu no shopping./Ela viu-nos no shopping.

Conjunções subordinativas: somente as conjunções subordinativas são palavras atrativas.
Ela saiu, embora me falasse o contrário.
Ela ficará feliz, se a levar...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Músicas
  • Musica
  • Música
  • musicas
  • Música
  • A musica
  • Música
  • Musica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!