Motores CC

Páginas: 7 (1683 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014

COORDENADORIA DE ELETROTÉCNICA
MOTORES ELÉTRICOS


ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES
ANDRÉ WALT BAETELA
FERNANDA NERY FREITAS
KATIELLY REBULI




RELATÓRIO
ENSAIOS V E VI TRANSFORMADORES






VITÓRIA
2014
ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES
ANDRÉ WALT BAETELA
FERNANDA NERY FREITAS
KATIELLY REBULI




RELATÓRIO
ENSAIOS V E VI TRANSFORMADORES




Relatório apresentandoao Instituto Federal de Educação Tecnológica do Espírito Santo, Coordenadoria de Eletrotécnica, curso Técnico em Eletrotécnica, para obtenção de créditos parciais na disciplina Motores Elétricos
Orientador: Prof. Marcelo Brunoro.



VITÓRIA
2014
1. INTRODUÇÃO
O transformador opera segundo o princípio da indução mútua entre duas (ou mais) bobinas ou circuitos indutivamente acoplados. Umtransformador teórico de núcleo a ar, no qual dois circuitos são acoplados por indução magnética pode ser visto na figura 1 a seguir. Note que os circuitos não são ligados fisicamente, ou seja, não há conexão condutiva entre eles.

Figura 1 – transformador de núcleo de ar, indutivamente acoplado, com os símbolos definitórios.

As seguintes definições aplicam-se ao transformador, como mostra afigura 1:
- V1 é a tensão de suprimento aplicada ao primário, circuito 1, em volts;
- r1 é a resistência do circuito primário, em ohms;
- L1 é a indutância do circuito primário, em henries;
- XL1 é a reatância indutiva do circuito primário, em ohms;
- Z1 é a impedância do circuito primário, em ohms;
- I1 é o valor médio quadrático da corrente drenada da fonte pelo primário, em ampères;
- E1 éa tensão induzida no enrolamento primário (ou circuito) por todo o fluxo que concatena a bobina 1, em volts;
- E2 é a tensão induzida no enrolamento secundário (ou circuito) por todo o fluxo que concatena a bobina 2, em volts;
- I2 é o valor médio quadrático da corrente entregue pelo circuito secundário à carga ligada a seus terminais;
- r2 é a resistência do circuito secundário (excluída acarga), em ohms;
- V2 é a tensão que aparece nos terminais do enrolamento secundário, em volts;
- L2 é a indutância do circuito secundário, em henries;
- XL2 é a reatância indutiva do circuito secundário (excluída a carga), em ohms;
- Z2 é a impedância do circuito secundário (excluída a carga), em ohms;
- ɸ1 é a componente de dispersão do fluxo que concatena apenas com a bobina 1;
- ɸ2 é acomponente de dispersão do fluxo que concatena apenas com a bobina 2;
- ɸm é o fluxo mútuo, compartilhado por ambos os circuitos, concatenando as bobinas 1 e 2;
- M é a indutância mútua (uma medida do acoplamento magnético) entre as duas bobinas (ou circuitos) produzida pelo fluxo mútuo (ɸm) em henries.
Agora, consideremos um transformador ideal, de núcleo de ferro, conforme a figura 2, onde osfluxos dispersos ɸ1 e ɸ2 são iguais a zero. Tal transformador possui apenas fluxo mútuo ɸm, comum a ambas as bobinas, primária e secundária.

Figura 2 – caso ideal, transformador de núcleo de ferro.

Quando V1 é instantaneamente positivo, como se vê na figura 2, a direção da corrente primária I1 produz a direção do fluxo mútuo ɸm, como se vê. A força eletromotriz induzida primária, E1, de acordocom a convenção dos pontos e com a lei de Lenz, produz uma polaridade positiva na parte superior da bobina primária, que se opões instantaneamente à tensão aplicada V1. Semelhantemente, no secundário, para a direção de ɸm mostrada, a polaridade positiva de E2 deve ser tal que crie um fluxo desmagnetizante oposto ɸm (lei de Lenz). Uma carga ligada aos terminais do secundário produz uma correntesecundária I2, que circula em resposta à polaridade de E2 e produz um fluxo desmagnetizante.
A igualdade entre a fmm desmagnetizante do secundário N2I2 e a componente primária da fmm N1I1, que circula devido à carga para equilibrar sua ação desmagnetizante, pode ser sumarizada e rearranjada como:

I1N1 = I2N2 (1)

Ou também como:

(I2 / I1) = (N1 / N2) = α (2)

Onde,
- α é a relação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Motor CC
  • motor cc
  • Motores CC
  • Motor cc
  • Motores CC
  • motor cc
  • Motores de CC
  • motores cc

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!