Mito da caverna

Páginas: 2 (274 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
O Mito da Caverna (Resumo)

Através do Mito da Caverna, Platão nos fala sobre prisioneiros, que desde o nascimento, são acorrentados em uma caverna. E é na cavernaque esses prisioneiros terão suas primeiras experiências de vida, de um modo distorcido da realidade. Eles passam todo o tempo olhando para a parede do fundo, ondesão projetadas imagens, através da luz gerada por uma fogueira, mas tudo que é aprendido ali, não passa de simples ilusões. As correntes que os prendem ali, são umsimbolismo de uma situação onde o verdadeiro conhecimento é limitado.
Depois de um tempo, um dos prisioneiros sai da caverna, se libertando das correntes, entrando emcontato com a realidade, percebendo assim que passou toda a vida analisando e julgando imagens projetadas por estátuas. Aos poucos passa a perceber o quanto estavaequivocado e passa a perceber que a luz, o levará para o verdadeiro conhecimento das coisas.
Quando então retorna para a caverna, para compartilhar com os outros seusaprendizados, o que viu e o que sentiu lá fora, ninguém acredita nele , pois eles só conseguem acreditar na realidade que enxergam através da parede iluminada da caverna.Então os prisioneiros o chama de louco e o ameaçam de morte, caso ele não pare de falar sobre aquelas coisas absurdas que ele viu fora da caverna.

Com o Mito daCaverna, Platão nos mostra o quanto somos limitados à apenas aquilo que vemos. Que a descoberta do novo requer esforço e com isso, temos que sair do “nosso lugar” seguro,da caverna que todos nós nos encontramos.







Filosofia da Educação – 1* período
Campus: Nova América
Professora: Cheila
Aluna: Glaucia Alves
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O mito da caverna
  • O mito das cavernas
  • Mito da caverna
  • O mito da caverna
  • O mito da caverna
  • Mito da caverna
  • O Mito da Caverna
  • Mito da caverna

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!