miserias

Páginas: 5 (1008 palavras) Publicado: 19 de outubro de 2014
 A obra, Carnelutti faz uma analise crítica sobre a função e o papel do juiz, do Ministério Público, dos advogados e também do acusado. Menciona ainda, sobre o sensacionalismo que a imprensa trata o processo penal, tornado um processo em um espetáculo para a sociedade.
Carnelutti relata que na sua infância ficou impressionado com as vestes dos Magistrados, mas não entendia o porquê osoperadores do direito utilizavam togas. Concluiu mais tarde que a toga seria uma divisa entre os operadores do direito diferenciando das pessoas sobre as quais é exercida a justiça. Além disso, a toga serve para unir as autoridades entre si. Para autor o uso da toga dá uma aparência solene ao processo penal, porém tal solenidade é desprezada pelos operadores do direito.
Existe um abismo que separa àsolenidade das autoridades de toga e os homens presos, os primeiros estão acima do nível do homem comum enquanto que os presos são tratados como animais perigosos. Carnelutti relata que ele estava defendo um homicida que tinha matado dois homens, de forma premeditada, também defendia o irmão acusado de instigar o crime. Em determinado momento ele disse a seu cliente que não deveria ter esperança eficou surpreso com a resposta do homicida que não perdesse tempo com seu caso, pois era um caso perdido e que apenas salvasse seu irmão que tinha nove filhos. Deste caso, Carnelutti aprendeu que não se pode dividir o homem em bom e mau, tudo vai depender de estar iluminado pelo amor ou não. Assim, o delinqüente deve ser tratado como homem para descobrimos se ainda tem uma chama de esperança.
Oencarcerado é um necessitado, além da ajuda técnica do advogado ele necessita de amizade, pois ninguém vive só. Assim, percebemos a nobreza do advogado quando se coloca ao lado de seu cliente para defender o lhe restou da dignidade. Mesmo quando criticado e desprezado por toda a sociedade. Como o acusado, o advogado também se sujeita ao juiz, mas a nobreza da profissão supera todos os obstáculos.No topo está o juiz a seu lado o Ministério Público e o defensor embaixo junto ao acusado, para muitos o juiz esta acima das partes. Na sua visão, ele considera esse sistema um erro e defende que o juiz por ser um homem também é parte gerando um conflito onde o juiz tem que ser mais que um homem para julgar. A lei se esforçou ao máximo para garantir a dignidade do juiz. O que podemos observarcom a criação do juízo colegiado no qual temos a união de juízes para julgar um só homem, alcançando a unidade e reduzindo a parcialidade. O juiz decide a vida de pessoas, é uma tarefa difícil, para desempenhar com um pouco de dignidade esta função não basta ter estudo, tem que ter uma vivência, pois eles podem mudar o rumo da vida de um individuo.
O juiz tem que buscar a verdade dos fatos ena busca desta verdade surge o defensor com a busca da absolvição e o Ministério Público que busca a condenação. Esses operadores do direito vão expor suas razões para que o juiz possa ver qual tem razão.
O defensor é um dos colaboradores do juiz, mas é parcial. Essa parcialidade é dever do defensor, caso contrário o sistema ficaria desequilibrado. Já o Ministério público é imparcial e com ainstauração do contraditório começa o duelo que o juiz irá decidir. Não basta que o acusado confesse o crime é necessário ouvir as partes e proceder à investigação. Inicialmente, no processo tem que se saber se o fato ocorreu para depois verificar se o acusado é inocente ou culpado. Para isso, é importante verificar toda a história através das provas, na reconstrução dos fatos e também conhecer oacusado. Tal procedimento é necessário para que não se cometa um erro.
Os juristas classificam a testemunha como prova, mas esquecem que enquanto um documento é um objeto a testemunha é um homem. Por isso, a prova testemunhal pode ser duvidosa, bem como influência pela mídia. Assim, as testemunhas sofrem com o sistema ou por serem perseguidas pela imprensa, ou por serem inquiridas. Para garantir...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Miséria
  • A miseria
  • miseria
  • miseria
  • Fome e miséria
  • Acre sem Miseria
  • Miséria Mundial
  • Fome e miseria

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!