Mecanismos de defesa

Páginas: 5 (1179 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013
M de defesa: F. Reativa: o eu vai reprimir o objt e vai enfatizar o oposto no cs.
Deslocamento: obj originário e obj substituto.
Dissociação: memória e cs são comprometidas.
Clivagem: ansie// e controle de impulsos.
Idealização: obj bom no cs, super valorizado.
Projeção: o q n aceita no eu é colocado p fora.(paranoia)
Introjeção: m. externo p o m. interno.(depressão)
Sublimação: ativi//cultural, intelectual, artística, etc,
Intelectualização: discurso intelectual.
Racionalização: explicação/justificativa/argumentos p/ explicar afeto/impulsos q n são os verdadeiros.
Negação: é a tentativa de não aceitar na cs algum fato q perturba o ego.

N x P: 1) normal enqt saúde: ausência de sinais e sintomas
2) / enqt media estatística: cças super-dotadas, (distribuição estatística napopulação geral).
3) / / ideal: desejo da ideali// promana da família, projeta seus ideias nos filhos.
4) / / processo dinâmico: adaptação a uma ideologia.
Normali// do ponto de vista genético: conflito evolutivo ou de desenv. normal: (faz parte do desenv normal)
Conflito neurótico: já passada a fase o conflito não foi resolvido (édipo mal resolvido)
Ex. complexo de édipo, o meio ambiente podeintrometer-se nesse conflito evolutivo normal e complica-lo.

M. Klein:- da ênfase ao aspecto emocional, posição, desenv emocional baseado em posição esquizo paranoide e posição depressiva.
- a cça tem ego ao nascer e já é capaz de sentir angustia, de usar defesas e estabelecer ações primitivas objtais (na fantasia e reali//).
- fusão entre I.V e I.M (relação objtal bom e mau)
- Posiçãoesquizo paranoide: uso de defesas primitivas: características- clivagem, projeção, introjeção, identificação projetiva, negação e idealização. Pre-ambivalencia, relação com objs parciais. Obj bom: idealização e introjeção, Obj mau: frusta e projeta. Temor de aniquilação.
- Posiçao depressiva relação com objs totais, anseio pelo obj bom, culpa, reparação, luto, sublimação, criativi//, ambivalência,ansie// depressiva. As fantasias de perda da mãe atacada levam a criança a desenvolver ansiedades depressivas (a criança se defende através de mecanismos maníacos ou com intensas inibições da agressividade). O bb introjeta a presença da mae msm ela estando ausente, esse é capaz de amenizar as pulsões de morte e de paranoides. Eterno conflito entre os impulsos destrutivos do bb, onde seu amor pelamae torna-se ameaçado pela sua própria destrutividade.

-Inveja p Klein: impulsos agressivos de ataque ao obj bom, tendência em estabelecer uma relação hostil com o obj bom, n com o perseguidor. Ao atacar esse objeto na fantasia, ataca as fontes de vida. Bb tem inveja do seio da mae, desejo de destruí-lo(I.M). inveja: Introjeção do seio no bb, ao mamar(voraci//), e Projeção, ciúme um modo deinveja edípico(inveja pura)

Mahler: - Fase autista normal: ausência do obj, a um escudo protetor aos estímulos externos.(r. nascido)
- Fase simbiótica: o interior e exterior começam a ser sentidos como diferentes, começa tb a ter cs do obj externo.(2 meses)
- Processo separação: tem obj, tem descriminação de self-obj e cs do m. externo.(8º a 3 anos)
(Fatores evolutivos q expulsa o bbsimbioticamente da mae: desmame, andar, controle dos esfíncteres, etc)

Winnicott: o bb nasce frágil, imaturo, n integrado, dependente do ambiente e sem autonomia.
-dependência absoluta: o bb não tem consciência desta dependência e não distingue o eu do não-eu.
- dependência relativa, aonde o bebê vai tomando consciência dessa dependência, afastando-se deste ambiente e fazendo-se notar por este. 
-independência relativa: a construção da confiança no ambiente assim como o aparecimento da compreensão intelectual propicia a criança a alcançar o estágio.
-O. Transicional:(entre d. absoluta e d. relativa) aspectos internos e externos, momentos de solidão, tristeza e separação (cobertor, ursinho). Apego exagerado: adicções(sexo, comida, jogo).
- T. do self verdadeiro e sef falso.
- Tendencia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Mecanismo de Defesa
  • Mecanismo de defesa
  • MECANISMOS DE DEFESA
  • Mecanismos de defesa
  • Mecanismos de defesa do eu
  • MECANISMO DE DEFESA
  • Mecanismos De Defesa
  • Mecanismos de Defesa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!