MANUAL_TORDON

Páginas: 9 (2172 palavras) Publicado: 21 de setembro de 2015
Tordon*
LEIA O RÓTULO E O RECEITUÁRIO AGRONÔMICO ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO, CONSERVANDO-OS EM SEU PODER.
“É OBRIGATÓRIO O USO DE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA, PROTEJA-SE.”

Sal Trietanolamina do 2,4-D e PICLORAM
Registrado no Ministério da Agricultura e do Abastecimento sob o nº 00358789
Composição:
Sal trietanolamina do ácido 4-amino 3,5,6 Tricloropicolínico (PICLORAM, saltrietanolamina)......................................................... 103 g/L
Equivalente ácido do PICLORAM ...................................................................................................................................................... 64 g/L
Sal Trietanolamina do ácido 2,4-Diclorofenoxiacético (2,4-D, sal trietanolamina)............................................................................. 406 g/L
Equivalente ácido do 2,4-D ............................................................................................................................................................... 240 g/L
Classe: HERBICIDA SISTÊMICO DE AÇÃO SELETIVA, SENDO O PICLORAM DERIVADO DO ÁCIDO PICOLÍNICO E O 2,4-D DO
GRUPO DOS FENOXIACÉTICOS
Tipo de formulação: Solução Aquosa Concentrada
Registrante:Dow AgroSciences Industrial Ltda.
Matriz: Rua Alexandre Dumas, 1.671 - 04717-903 - São Paulo - SP

CNPJ: 47.180.625/0001-46
Apresentação: Frascos de 1 litro, Bombonas de 5 litros, Baldes de 20 litros, Bombonas de 50 litros e Tambores de 200 litros
CLASSE TOXICOLÓGICA I (Altamente Tóxico) (1)

Tordon*

1

INSTRUÇÕES DE USO:
Plantas daninhas e culturas para as quais o produto é
indicado:
O Tordon* éum herbicida recomendado para o controle de
plantas invasoras na cultura de arroz e para o controle de
dicotiledôneas indesejáveis de porte arbóreo, arbustivo e subarbustivo em pastagens, áreas industriais, estradas de ferro e
linhas de alta tensão e para erradicação de touças de eucalipto
na reforma de áreas florestais.
Combate as seguintes espécies:
Pastagens, áreas industriais, estradas deferro e linhas de
alta tensão:
Nome Comum
Amendoim-bravo
Arranha-gato*
Aguapé
Assa-peixes
Buva
Cajussara
Cambarazinho
Capixingui
Caraguatá
Carqueja
Erva-de-bicho
Erva-lanceta
Espinilho
Fumeiro
Guanxumas
Joá
Jurubeba
Leiteiro*
Maria-mole
Mio-mio
Picão-preto
Samambaia
Timbó*
Tojo
Trançagem

Nome Científico
Euphorbiapaniculata
Acacia sp e Sharnkya sp
Eichordia crassipes
Vernonia spp
Erigeron bonariensis
Solanum spp
Eupatorium laevigatum
Croton floribundus
Erygium spp
Bacharis trimera
Polygonum punctatum
Solidago microglossa
Fagara praecox
Solanum sp
Sida spp
Solanum sisymbrifolium
Solanum paniculatum
Peschiera fuchsiaefolia
Senecio brasiliensis
Baccharis coridifolia
Bidens pilosa
Pteridium aquilinum
Serfania sp
Ulexeuropaeus
Plantago major
(*aplicação no toco)

Cultura de arroz
Folhas largas
Fedegoso ou Mata-pasto
Cassia tora
Fimbristilis
Fimbristylis dichotoma
Guanxuma, Malva ou Vassourinha Sida rhombifolia
Guanxuma branca
Sida acuta
Joá-de-capote ou Papo-de-rã
Physalis angulata
Mata-pasto
Borreria verticilata
Melampodium
Melampodium divaricatum
Quebra-pedra
Phyllantus amarusSpigelia
Spigelia anthelmia
Folhas estreitas
Capim pé-de-galinha
Eleusine indica
Capim-colchão ou Milhã
Digitaria sanguinalis
Capim-colchão
Digitaria horizontalis
Capim-roxo
Panicum fasciculatum
Capim amargoso ou gordura
Paspalum conjugatum
Capim-mimoso
Eragostis ciliaris
Tiriricão
Juruquinho
Reflorestamentos
Eucalipto

Ciperáceas
Cyperus luzulae
Cyperus ferax
Eucalyptus spp

Formade aplicação:
Pastagens, áreas industriais, estradas de ferro e linhas de
alta tensão:
Aplicação aérea:
• Aplicação foliar em área total:
• Este tratamento deve ser feito por avião quando as áreas forem
extensas e as pastagens infestadas densamente por plantas
daninhas de pequeno, médio e grande porte. Aplicar o produto
molhando bem e uniformemente toda a folhagem da planta.
Tordon*

• Tipo de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!