Karl Marx

Páginas: 9 (2080 palavras) Publicado: 11 de setembro de 2013
CENTRO UNIVERSITÁRIO – ESTÁCIO FIC
UNIDADE MOREIRA CAMPOS
CURSO: DIREITO
DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS

















Fortaleza - 2013







KARL MARX
(FICHAMENTO)






Trabalho apresentado como requisito parcial para obtenção de aprovação na disciplina Fundamentos das Ciências Sociais, no Curso de Direito, do Centro Universitário EstácioFIC.

Prof. Luiz Filho








Fortaleza – 2013
Karl Marx (Fichamento)

Herdeiro do ideário iluminista, Marx acreditava que a razão era não só um instrumento de apreensão da realidade mas, também, de construção de uma sociedade mais justa, capaz de possibilitar a realização de todo o potencial de perfectibilidade existente nos seres humanos.
Além das dificuldades inerentes àcomplexibilidade e extensão da obra de Marx, o que aumenta o desafio de sintetizá-la, o caráter sucinto de algumas de suas teses tem dado lugar a interpretações controversas.
O movimento e a transformação no nível fenomênico, eram considerados mera aparência ou concebidos como consumação de um ciclo inexorável que em nada afeta o ser das coisas, constituído desde sempre, e sempre idêntico a si mesmo.
Afilosofia idealista de Georg Wilheim Friedrich Hegel (1770-1831) é um ponto alto dessa trajetória.
Aplicada aos fenômenos historicamente produzidos, a ótica dialética cuida de apontar as contradições constitutivas da vida social que resultam na negação e superação de uma determinada ordem.
À perda de autocontrole por parte dos seres humanos, subjugados pela sua própria criação: a riqueza davida material e seus refinamentos.
Ser livre significa recuperar a autoconsciência, e a história dos povos é o processo através do qual a Razão alcança progressivamente esse destino. Após a morte de Hegel, seu pensamento foi interpretado e, até certo ponto, instrumentalizado politicamente por seus seguidores o que deu origem a duas tendências: uma conservadora, de direita, e outra de esquerda,representada pelos jovens ou neo-hegelianos, entre os quais encontravam-se Marx e Engels.
Embora inicialmente seduzidos pelas teses de Feuerbach, logo Marx e Engels rebateram-nas vigorosa mente por considerarem tal crítica religiosa mais simples “ luta contra frases”.
Para Marx e Engels, a alienação associa-se às condições materiais de vida e somente a transformação do processo de vida real, por meioda ação política, poderia extingui-la.
Marx afirma que a compreensão positiva das coisas “ inclui, ao mesmo tempo, o conhecimento de sua negação fatal, de sua destruição necessária, porque ao captar o próprio movimento, do qual todas as formas acabadas são apenas uma configuração transitória, nada pode detê-la, porque em essência é crítica e revolucionária.
As relações materiais que os homensestabelecem e o modo como produzem seus meios de vida formam a base de todas as suas relações.
Segundo Marx, os economistas de seu tempo não reconhecem a historicidade dos fenômenos que se manifestam na sociedade capitalista, por isso suas teorias são comparáveis às dos teólogos.
O pensamento e a consciência são, em última instância, decorrência da relação homem/natureza, isto é, das relaçõesmateriais.
A premissa da análise marxista da sociedade é, portanto, a existência de seres humanos que, por meio da interação com a natureza e com outros indivíduos, dão origem à sua vida material.
O processo de produção e reprodução da vida através do trabalho é, para Marx, a atividade humana básica, a partir da qual se constitui a “história dos homens”, é para ele que se volta o materialismohistórico, método de análise da vida econômica, social, política, intelectual.
Embora a sociedade seja “o produto da ação recíproca dos homens”, ela não é uma obra que esses realizam de acordo com seus desejos particulares.
Marx sugere que se imagine uma reunião de homens livres que trabalham com meios de produção comuns e que agrupam suas forças. Seu produto é social, uma parte do qual volta a ser...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Karl marx
  • karl marx
  • KARL MARX
  • kARL MARX
  • Karl marx
  • Karl marx
  • Karl marx
  • Karl marx

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!