interioridade em santo agostinho

Páginas: 9 (2174 palavras) Publicado: 25 de julho de 2013


1 INTRODUÇÃO

No presente artigo trataremos da questão da interioridade na obra de Santo Agostinho. Nele, abarcaremos a influência que as suas experiências de vida tiveram na construção de seu pensamento, salientando a experiência maniqueísta e a conversão para o cristianismo, assim como a influencia do bispo Ambrósio e o processo que levou o teólogo a ligar o estudo da fé diretamente aoseu elemento interior. A primeira aparição do conceito em “Confissões” será contextualizada com seu pensamento de que a fé dirige e ilumina a inteligência. Demonstraremos a influencia da filosofia de Platão neste pensamento, a interioridade como ato de voltar-se para o interior e a importância que a “verdade” assume neste cenário, uma vez que esta abre caminho para que se possa conhecer o serhumano e, assim, abrir caminho para o processo de autoconhecimento. Ainda como elemento essencial para a construção de alicerces para a interioridade, pontuaremos o papel que a mente (mens), como elemento de aproximação de Deus, assume. Por fim, iremos externar a diferenciação entre o caráter interno e o externo deste processo, revelando como o individuo através de suas experiências mundanas alcança ainterioridade.

2 DESENVOLVIMENTO


2.1 Santo Agostinho


O mais destacado pensador cristão da Patrística e de toda a primeira fase da Idade Média foi Santo Agostinho. Sua obra reproduz uma síntese admirável da cultura clássica antiga com o legado judaico-cristão através da interpretação pauliniana. Além disso, na sua juventude antes de sua conversão ao Cristianismo (relatada em suasConfissões), recebeu influência do neoplatonismo, do ceticismo e do maniqueísmo, revelando-se, ao longo de sua produção (acima de 200 cartas, mais de 500 sermões e 113 tratados), um profundo e eloquente filósofo-teólogo de sua doutrina teológica. Suas principais ideias tornaram-se repositório inesgotável que serviu de orientação filosófica e espiritual para todo o pensamento cristão (doutrinas depredestinação e da salvação), quer entre pensadores católicos, quer entre autores protestantes.


2.2 Santo Agostinho: a construção de seu pensamento


Após ter se decepcionado com Fausto, bispo maniqueísta, de quem ele esperava obter as respostas para todas as perguntas que o angustiavam, Agostinho começou a se desiludir com o maniqueísmo, seita a qual seguiu durante vários anos. Depois deperceber que esta seita não possuía as verdades as quais ele buscou durante toda sua vida, começou a se distanciar dela aos poucos. Foi após sua conversão para o cristianismo que ele através do estudo do Evangelho deu início a busca pela verdade. Agostinho deixou Cartago e foi ensinar em Roma. Soube que lá os alunos tinham mais interesse em aprender e respeitavam os seus mestres.
Em Roma começou aensinar retórica e aos poucos foi ficando conhecido graças a seus alunos. Mas os estudantes romanos, apesar das qualidades que ele desejava encontrar e que realmente possuíam, tinham um defeito que para Agostinho era imperdoável: costumavam trocar de professor com certa constância para não pagar pelas aulas. Com isso, ao saber que Milão tinha pedido que Roma os enviasse um professor de retórica,Agostinho falou com alguns amigos e conseguiu o emprego em Milão.
Assim que chegou a Milão, encontrou o Bispo Ambrósio, bastante conhecido pelos seus discursos. Logo Agostinho decidiu acompanhar discursos para averiguar sua eloquência e para ver se ele merecia toda esta fama. Não demorou a ficar impressionado com a eloquência do bispo, não se preocupando com o conteúdo do que era dito.
Assistindoos sermos de Ambrósio, aos poucos Agostinho foi percebendo que o que antes havia atacado com veemência agora não parecia ser tão errado, viu que a fé católica era diferente do que ele imaginava.
Começou então a notar que suas teses eram defensáveis. Em sequencia, percebeu que não era temerário defender a fé, algo que antes considerava impossível ante os ataques dos maniqueus. Logo, estudando os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Religiosidade e interioridade em santo agostinho
  • SANTO AGOSTINHO
  • Santo Agostinho
  • Santo Agostinho
  • Santo agostinho
  • Santo Agostinho
  • santo agostinho
  • Santo agostinho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!