icro

Páginas: 20 (4789 palavras) Publicado: 26 de outubro de 2013










































































SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO
O trabalho relata temas antigos, mas bastante usados e fundamentais na atualidade, principalmente para novas empresas e as que querem inovar e melhorar: Microeconomia e Macroeconomia (abrangem três temas importantes erecorrentes, inflação, taxa de juros e taxa de câmbio, pesquisadas sobre seu conceito e suas influências sobre a economia através da mídia); Métodos Quantitativos (seu conceito, como são aplicados a gestão empresarial na tomada de decisões dentro do ambiente organizacional e relacionadas às medidas descritivas, números e índices e deflação de dados) e Ética, Política e Sociedade (voltada no consumoexagerado e mostrar os limites da utilização de estratégias utilizadas para a conquista do público de uma gestão ética nas organizações, e o tipo de política que deve ser adotada para sua manutenção). 






















2 DESENVOLVIMENTO 

2.1 MICROECONOMIA E MACROECONOMIA 
Para entendermos melhor o que a microeconomia e macroeconomia estudam o texto a seguir irá abordartrês temas importantes e recorrentes: a inflação, taxa de juros e taxa de câmbio 

2.1.1 INFLAÇÃO 
Inflação é um conceito econômico que representa o aumento de preços dos produtos em um determinado país ou região, durante um período. Em um processo inflacionário o poder de compra da moeda cai. 
A inflação é muito ruim para a economia de um país, quem geralmente perde mais são os trabalhadoresmais pobres que não conseguem investir o dinheiro em aplicações que lhe garantam a correção inflacionária. 
Podemos verificar a influência desta sobre a economia através da mídia: ”No ano de 2012 a inflação brasileira foi de 5,84%(IPCA- índice nacional ao consumidor amplo).É importante ressaltar que a meta estabelecida pelo Banco Central Brasileiro é de 4,5%, com margem de dois pontos para maisou para menos”.Ou seja,o aumento da inflação é devido ao aumento nos custos de produção(máquinas,matéria-prima,mão-de-obra) dos produtos,a demanda por produtos(aumento no consumo)maior do que a capacidade de produção do país e a emissão exagerada e descontrolada da dinheiro por parte do governo. 

2.1.1.1 TAXA DE JUROS 
Na economia e nas finanças, o conceito de taxa de juros diz respeito aocusto de um crédito ou à rentabilidade das poupanças. Trata-se de um termo que permite fazer alusão ao valor, a utilidade, ao proveito ou ao ganho de algo. 
A taxa de juros pode ser fixa (mantém-se estável ou enquanto dura o investimento ou se devolve o empréstimo) ou variável (è atualizada geralmente todos os meses de modo a adaptar-se a inflação, à variação da taxa de câmbio e outras variáveis. Enquanto os rendimentos da poupança são mínimos a taxa de juros em relação á empréstimos é abusiva, pois, não existe um tabelamento de juros no Brasil, há apenas um teto para o custo dos empréstimos a aposentados. Mas de acordo com a decisão do STF “os juros abusivos acima dos praticados pelo mercado, são proibidos”, segundo o jornal “O Globo”. De acordo com o jornal,os consumidores,podem lançarmão do cdc para impedir abusos,quando se julgarem lesados. 

2.1.1.1.1 TAXA DE CÂMBIO 
Taxa de câmbio é o preço de uma moeda estrangeira medido em unidades ou frações (centavos da moeda nacional), No Brasil, a moeda estrangeira mais negociada é o dólar dos Estados Unidos, fazendo com que a cotação comumente utilizada seja a dessa moeda. Por exemplo, se a taxa de câmbio é 1,80, significa que umdólar dos Estados Unidos custa R$1,80. A taxa de câmbio reflete o custo de uma moeda em relação á outra. As cotações apresentam taxas para compra e para venda da moeda, as quais são referenciadas do ponto de vista do agente autorizado a operar no mercado de câmbio pelo Banco Central. 
Existe somente um mercado de câmbio no País, a termologia “câmbio comercial: usado para operações realizadas no...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!