Hegemonia Americana

Páginas: 46 (11458 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
Maria da Conceição Tavares e a hegemonia Americana*
Maria da Conceição Tavares and American hegemony
José Luís Fiori

RESUMO
Tomando como referência suas análises da "retomada da hegemonia norte-americana", as contribuições de Maria da Conceição Tavares à análise econômica das relações internacionais são examinadas no que apresentam de inovador.
Palavras-chave: relações internacionais;hegemonia; Tavares

ABSTRACT
One aspect of the work of the economist Maria da Conceição Tavares, concerning the economic analysis of international relations, is examined with reference to her views on the "resumption of American hegemony".
Keywords: international relations; hegemony; Tavares

 
"Neste período de transição, que ainda está longe de terminar ou de chegar a bom termo, éindiscutível a retomada da hegemonia americana. O que não se sabe é a viabilidade dos EUA se transformarem, de forma estável, numa economia cêntrica a partir da qual o mundo seria reorganizado por uma nova geografia econômica e política". Maria da Conceição Tavares, "A retomada da hegemonia norte-americana", 1985.
 
O AMBIENTE INTELECTUAL DO DEBATE
Na entrada do século XXI o tema da "crise da hegemonianorte-americana" soa bizantino, mas até o fim da década de 1980 ainda era uma preocupação obsessiva dos anglo-saxões. Discutindo as "hegemonias mundiais" ou analisando a "ascensão e queda das grandes potências", o debate intelectual sobre as relações internacionais seguia girando em torno do suposto declínio da supremacia mundial dos Estados Unidos. A própria "economia política internacional", comouma nova disciplina acadêmica, apareceu no mundo anglo-saxão na entrada dos anos 1970, na mesma época da crise cambial do padrão-dólar e da derrota norte-americana no Vietnã. E definiu sua primeira agenda de pesquisa a partir do seu diagnóstico de uma crise econômica e política internacional e da sua preocupação com a possibilidade de que estivesse se repetindo a história que levou, nos anos 1930,ao Fascismo e à II Guerra Mundial. Foi nesse contexto que Charles Kindleberger publicou o seu The World in Depression 1929-1939, atribuindo a "crise de trinta" à incapacidade norte-americana de assumir a liderança mundial que fora até então da Inglaterra. Esta hipótese foi retrabalhada e desenvolvida por Robert Gilpin (1974) e por Stephan Krasner (1976), tendo-se produzido um corpo de idéias que,mais tarde, Robert Kehoane chamou de "teoria da estabilidade hegemônica" (1981). A tese central deste conjunto generaliza a leitura de Kindleberger, ao sustentar que "na ausência de uma potência liberal dominante, a cooperação econômica internacional mostrou-se extremamente difícil de ser alcançada" na história moderna do capitalismo (Gilpin, 1987, pg 88). Naquele momento, a preocupação central ecomum a todos estes autores era o restabelecimento de uma ordem econômica internacional estável e liberal, sob a hegemonia norte-americana.
Neste sentido, pode-se dizer, recorrendo a uma categoria de Robert Cox (1981), que a "economia política internacional" anglo-saxã, nasceu da crise da década de 70, como um caso típico de uma problem solver theory.Na década que se seguiu, entretanto, o seucampo se alargou fazendo-a perder o imediatismo pragmático inicial e incorporar, a partir daí, uma ampla gama de autores que já não pertenciam ao mainstream da teoria política e econômica internacional. Sua pergunta inicial estendeu-se no espaço e no tempo, definindo uma nova agenda de pesquisa histórica e comparada sobre o "ciclo vital" das grandes potências e sua capacidade de impor a suahegemonia política e econômica internacional. O que fora uma preocupação imediata adquiriu uma dimensão teórica mais ambiciosa: esclarecer o processo de nascimento, estabilização e declínio das sucessivas "ordens político-econômicas mundiais" e explicar porque alguns países conseguem impor e depois perder a supremacia mundial. Em 1984 Robert Keohane lançou seu livro After Hegemony: Cooperation and...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • “Retomada da Hegemonia Norte Americana”
  • Hegemonia norte-americana no cinema
  • Hegemonia americana e multilateralismo
  • A hegemonia americana em estudos organizacionais
  • A Hegemonia Cultural Americana e o Expressionismo Abstrato
  • A HEGEMONIA CULTURAL AMERICANA E O EXPRESSIONISMO ABSTRATO
  • O longo século xx
  • Fim do Socialismo Real e a Nova Hegemonia Norte-Americana

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!