Fichamento Alessandra 3 Setor 6 P

Páginas: 5 (1127 palavras) Publicado: 18 de março de 2015
“2. Articulações das lutas sociais”. (p.270)
“Tendo superado a perspectiva imediatista e reificada que perpassa na generalidade a vida cotidiana, torna-se necessário pensar nas (diversas e heterogêneas) lutas que, no curto prazo, enfrentam o projeto neoliberal e procuram a superação da ordem capitalista, como processos que se desenvolvem em diversos campos e articulados e orientados nascontradições entre capital e trabalho”. (p.270)
“2.1. ONGs com os e não no lugar dos movimentos sociais: parcerias de quem?”. (p.270)
“Desde a sua contribuição, com maior expressão a partir dos anos 70, as organizações não-governamentais (ONGs) assumiram um claro papel articulados do lado dos movimentos sociais e captador de recursos para eles. Nesses anos nas décadas seguintes, não eram as ONGs, mas osmovimentos sociais os que lutavam contra uma ditadura, contra mecanismos de opressão e exploração, os que se articulavam em torno de interesses específicos, como alimentação para uma creche,”caldeirões” populares, uma cooperativa de consumo, os que demandavam por iluminação e saneamento públicos num bairro, os que defendiam os direitos da mulher, da criança e do adolescente, do trabalhador etc.Istoé, a população, para além de seus eventuais vínculos partidário e/ou sindical, formava parte de movimentos sociais, constituídos para dar respostas a necessidades específicas, ou para lutar por/contra situações mais estruturais.(...)”. (p.270,271)
“Assim, segundo esse autor, “há uma relação direta entre o crescimento dos movimentos sociais que desafiam o modelo neoliberal e o esforço [das agênciasdo capital] para subvertê-los através da criação de formas alternativas de ação social, através das ONGs” (idem: 45). Com maior dureza ainda, Petras afirma que “à medida que cresceu a oposição ao Neoliberalismo, no início dos anos 1980, os governos europeus e norte-americanos, juntamente com o Banco Mundial, aumentaram a destinação de verbas para as ONGs”. Na verdade, continua, “o Banco Mundial,os regimes neoliberais e as fundações ocidentais cooptaram e encorajaram as ONGs a solapar o Welfere state nacional oferecendo serviços sociais para compensar as vítimas das Corporações Multinacionais” (ibidem)”. (p.272)

“Assim, duas consequências: 1) o movimento social, intermediado pela ONG na sua relação com o Estado, com menos adesão e sem recursos, tende a se reduzir em quantidade e emimpacto social, deixando seu lugar para esta última; 2) a ONG, que tem como parceria o Estado, assume a “representatividade” das organizações sociais, carregando agora as demandas populares, só que não mais numa relação de luta, de reivindicação, mas de “pedido” , de “negociação” entre parceiros, e quase sempre relegando para segundo plano a atividade do movimento social e submetendo-o à nova “lógica danegociação”. Se aqueles movimentos tinham relativa autonomia do poder político, estas organizações agora formam”parcerias” (dependência) com os governos”. (p.274)
“2.2.As lutas na e não da sociedade civil: sujeito ou espaço embate?”. (p.274)
Devemos diferenciar, ao considerar a sociedade civil como arena de lutas sociais, a noção ideológica de “lutas da sociedade civil” da conceituação do realprocesso de “lutas na sociedade civil”. (p.274)
“As lutas nesta perspectiva são vistas não como lutas internas à sociedade civil, mas como o enfrentamento desta (como unidade, transformada em “sujeito”) contra seus (supostos) oponentes, o Estado e/ou o mercado. Nesta concepção, quando se fala de confronto de interesses, põem-se em tela os (supostos) interesses da sociedade civil, contra os do Estadoe do mercado. Não se percebe a disparidade e antagonismo no interior da própria sociedade civil”. (p.275)
“Aqui, as lutas sociais são concebidas a partir das contradições entre classes e interesses sociais; com independência dos espaços onde elas se processam. Não são lutas da sociedade civil contra o Estado, mas lutas dos trabalhadores contra o capital (ou particularmente contra sua...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • PROD GRUP 3 P 6
  • CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P BLICO 3
  • Setor P.
  • A Midia Impressa Como Plano Estrategico De Mkt P 3 Setor
  • 3 SETOR
  • 3 setor
  • fichamento 6
  • 3 Setor

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!