FEMININOS

Páginas: 10 (2481 palavras) Publicado: 20 de março de 2014
A dor no parto: métodos não farmacológicos

Como aliviar as dores do parto através de métodos não farmacológicos

As dores do parto constituem um dos maiores medos da futura mãe. estar informada,saber como lidar e o que fazer com essa “dor”,irá ajudá-la a passar pelo trabalho de parto e o parto em si com mais naturalidade.
Esse capitulo irá ajudar a conhecer todos os métodosdisponíveis
Para aliviar as dores de forma mais natural possível.
A aplicação de métodos não farmacológicos de relaxamento e alívio da dor, e de posicionamentos irá ajudar a vivenciar a experiência do nascimento do seu filho de uma forma positiva e inesquecível.
Organização Mundial de Saúde defende que é essencial que métodos não-farmacológicos de alívio da dor sejam explorados, por serem mais seguros eacarretarem menos intervenções do que os métodos farmacológicos (tais como a analgesia epidural). Esta organização defende, contudo que a escolha informada da mulher face aos diversos métodos de alívio da dor deverá ser respeitada.

As causas fisiológicas da dor são a diminuição do aporte de oxigênio da musculatura uterina, o estiramento cervical, vaginal e perineal durante o período expulsivo,o stress materno e o limiar baixo de tolerância à dor.





Para que as mães possam saber como lidar com a dor durante o parto, aqui seguem alguns conselhos, que nós doulas poderemos passar:
Na verdade não é possível prever o nível de intensidade da dor de cada mulher no seu trabalho de parto e parto. Contudo, é de nosso conhecimento os vários fatores que possam influenciar a intensidadeda dor que uma grávida poderá sentir,tais como ansiedade ,medo,tensão,vida agitada,fatores externos também contribuem e além da própria influencia cultural que muitas vezes influenciam o julgamento da intensidade da dor.
No entanto é importantíssimo estar consciente da origem natural e saudável da dor que estão sentindo.
Resumindo, as dores que as grávidas sentem podem ser provocadas pelacontractilidade uterina fisiológica normal, que se tornam mais freqüentes e com mais intensidade à medida que se aproxima o nascimento de seu bebe ou por um alto nível de stress, tensões e medos, provocando uma intensificação da contractilidade uterina e uma redução dos períodos de intervalo entre as contrações.
De maneira que, se essas gestantes se prepararem psicologicamente para a dor decorrentedesse processo fisiológico natural do trabalho de parto e do parto em si, aceitando como uma verdadeira energia crescente que vai lhes dar a força necessária para empurrarem seu bebe para o nascimento, não sentirão receio e não estarão tão tensas durante todo o processo, evitando assim que a intensidade da dor aumente para valores incontroláveis.

“O PRINCIPAL É A MULHER ACREDITAR EM SI MESMA,QUE TUDO QUE ESTÁ SENTINDO É DECORRENCENCIA DE UM LINDO PROCESSO NATURAL, SAUDAVEL E NÃO UMA PATOLOGIA, CRENDO FIRMEMENTE EM SUA NATUREZA FEMEMININA E QUE SEU CORPO ESTÁ MAIS QUE PREPARADO PARA QUE TODO ESSE PROCESSO DE PARTO TRASNCORRA SEM PROBLEMAS”




Existem técnicas especificas para redução de dor?

Algumas técnicas e posicionamentos específicos de redução da dor, tais como exercíciosfísicos, respiratórios e de relaxamento são ensinados nas aulas de preparação para o parto para ajudar as mulheres nesse sentido, produzindo relaxamento e redução da dor e garantindo um aporte de oxigênio fundamentalmente durante a contração, tanto para a gestante quanto ao bebe.
O mais importante é mesmo a mulher acreditar em seu processo natural e saudável, que essa dor é parte da natureza de seucorpo e não de uma patologia, e que seu corpo esta pronto, verdadeiramente preparado para que todo processo de parto decorra sem problemas.
Tão importante quanto todo resto é que a mulher tenha liberdade para experimentar durante o trabalho de parto e o parto em si, tanto quanto as posições e técnicas aprendidas, como as que sua natureza corporal lhe pedir e assim escolher a que melhor lhe...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Feminino
  • FEMININO
  • preservativo feminino
  • Hormônios Femininos
  • IMS FEMININO
  • Universo feminino
  • empreendedorismo feminino
  • Empreendedorismo feminino

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!