estudo de caso- psicofarmacologia

Páginas: 8 (1758 palavras) Publicado: 20 de outubro de 2014
Estudo de caso

1) Dados de Identificação:
Nome: João
Idade: 20 anos
Profissão: estudante
Escolaridade: ensino superior incompleto
Estado Civil: solteiro
Natural : Brasilia

2) Queixa.
O paciente chega a clínica com a demanda de atendimento familiar, encaminhado pelo Psiquiatra da Clínica Pnéu, após internação para desintoxicação de álcool, maconha e cocaína. Após 22 dias deinternação compulsória a pedido da mãe, a família composta da mãe e irmã comparecem à sessão buscando fortalecer as relações e entender e lidar melhor com a dependência química e outros transtornos diagnosticados neste período de internação.

2) História da doença atual
Paciente inicia o consumo de drogas por volta dos 17 anos, morando com a sua mãe o relacionamento se torna muito conturbado, comdiscussões diárias e desavenças quanto ao gerenciamento de um negócio deixado pelo pai, a mãe acaba cedendo às exigências de Jorge que cada vez mais faz uso de álcool e drogas.
Com 20 anos foi morar em um apartamento que recebeu de herança com a morte de seu pai. Durante um ano provocou brigas com vizinhos, nos bares e bateu a carro duas vezes, sendo a última vez levado a delegacia e preso porestar intoxicado. Pagou fiança e no mesmo dia continuou a se drogar.
Por um pedido da irmã que sugere ele estar com transtorno de pânico, Jorge procura um Psiquiatra. Segundo a mãe, a medicação sugerida foi para transtorno de pânico. “As arruaças e farras” de João continuaram , até que a mãe pediu a internação compulsória, estando o Psiquiatra de acordo. Após desintoxicação , sai com aprescrição de Depakene 500mg, manhã e noite, Reconter e Patz 5mg.
Durante sua internação compulsória e nos atendimentos que transcorreram após a sua alta, o paciente ficou sabendo pelo seu psiquiatra de “segredos de família” que o levaram a desacreditar de tudo e de todos. Assim, depois de 4 meses de atendimento à família, Jorge abandona o tratamento familiar, psicoterápico e psicofármaco alegando queestá bem e que não precisa mais de ”ajuda nenhuma”. Sua mãe permanece em psicoterapia individual para lidar com a situação.
Hoje mora com a mãe, tem uma namorada “super adequada”, trabalha cumprindo os horários estipulados e vai mudar até o final do mês, segundo sua mãe, para o apartamento que estava alugado desde o episódio de sua internação. A mãe entra em processo depressivo, necessitando reversua medicação.

4) História pessoal e social
Tudo ia bem na vida de João (família aparentemente tranquila, vivia com o pai, a mãe e a irmã ( 3 anos mais velha) até que um “segredo de família” desestruturou o funcionamento deste núcleo familiar. O pai havia cometido traição e então decidem mudar de cidade para “abafar o caso”.
A mãe relata que até então eram uma família muito feliz, viajavamos quatro, faziam piqueniques no parque e que o filho, sempre alegre já apresentava sinais de hiperatividade e déficit de atenção e que sempre conseguia o que queria, pois insistia até “ganhar” o que queria.
Tão logo esta família muda de cidade, seu pai sofre um acidente de carro, indo de encontro a um caminhão. Surge assim, a suspeita de ter cometido suicídio. Desfecho este que também ficouescondido de Jorge, que recebeu a notícia que seu pai havia sofrido um acidente de carro.
A partir deste acontecimento sua mãe começa a receber muitas queixas da escola, alegando que João estava muito agitado e disperso nas aulas. O mesmo foi diagnosticado com TDHA, sendo medicado com Ritalina.
João cresceu com estas dificuldades, mas sempre foi uma criança alegre e sem problemas derelacionamento com os seus familiares que vivem em cidade do interior, mas que realizam festas de final de ano e outras festividades juntos. Morou na Austrália por um período e “sempre rodeado de muitos amigos fazia muitas festas”.

5) História Familiar:
João vem de uma família com alguns transtornos e com a crença de que os homens são frágeis e dependentes. O pai tinha diagnóstico de depressão e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicofarmacologia
  • Estudo de caso
  • ESTUDO DE CASO: “CASO PINHEIRINHO”
  • Estudo de caso
  • Estudo de caso
  • Estudo de caso
  • Estudo de caso
  • estudo de caso

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!