Economia Cafeeira

Páginas: 8 (1792 palavras) Publicado: 3 de junho de 2014
ECONOMIA CAFEEIRA:
O Café foi a base econômica do Segundo Reinado. A superação da crise regencial, a reorientação centralista e conservadora e a conseqüente estabilidade do Império a partir de 1850 encontram-se intimamente relacionadas à economia cafeeira.

A estrutura econômica e social do Brasil não havia sido alterada com a emancipação política e continuava, em essência, tão colonial eescravista quanto fora durante o período colonial. Estruturada para a monocultura, a economia colonial e escravista no Brasil prosperou quando produziu uma mercadoria de grande aceitação no mercado europeu e, também, quando não era ameaçada pela concorrência.

Diferentemente da Economia Açucareira, o café não requeria grandes e vultosos investimentos, como a montagem do engenho. Eramnecessários: tanques para a lavagem do grão depois da colheita, terreiro onde espalhar e secar o café e máquinas de decorticação, triagem, etc., que eram mais simples e de fabricação local. Portanto, nos seus primórdios, a cultura cafeeira baseava-se na utilização do fator terra e dependia do movimento da mão-de-obra. Como o cafezal é uma cultura perene, o cresci­mento da economia cafeeira dependia quaseque exclusivamente do suprimento de escravos.

Outro fator, é o fato de encontrar-se em plena vigência do regime colonial, a economia açucareira, desde a sua origem, caracterizou-se pelo divórcio entre as etapas da produção e da comercialização, sendo todas as de­cisões tomadas na última etapa - o comércio.

Tornando-se um novo e principal produto de exportação a partir do século XIX, o caféocupou, de início, regiões vizinhas da capital brasileira. - o Rio de Janeiro. Ali encontrou uma infra-estrutura já montada, reaproveitando a mão-de-obra escrava disponível em virtude da desagregação da economia mineira. Além disso, favoreceram enormemente a nova cultura. A abundância de animais de transporte (mulas) e a proximidade do porto, que facilitava o seu escoamento para o exterior.Portanto, sem grandes dificuldades, com os próprios recursos
existentes e disponíveis, deu-se o impulso inicial à economia cafeeira.

A expansão cafeeira – Na primeira década do século XIX, a cultura cafeeira já havia atingido o Rio de janeiro, começando pelo litoral - Angra dos Reis e Parati -, em direção a São Paulo: Reis Caraguatatuba. Porém, foi no vale do Paraíba que o café prosperou.

Ovale do Paraíba. A fixação do café no vale do Paraíba deveu-se às condições geográficas excepcionais: clima adequado, regularidade das chuvas.

De 1830 a 1880, aproximadamente, toda a energia econômica voltou-se para o cultivo do café, que então era vendido, sem concorrência, ao mercado europeu em expansão. Tornou-se, por isso, o estabilizador da economia do Império, a ponto de se dizer, na época,que "o Brasil é o vale".

Entretanto, a economia cafeeira não alterou os quadros sociais herdados do passado colonial. Ao contrário, ela fortaleceu a escravidão, a grande propriedade, a monocultura e a produção voltada para o mercado externo. Como no passado, a cafeicultura caracterizou­se por ser uma cultura extensiva e predatória. Em conseqüência disso, o solo esgotou-se rapidamente no valedo Paraíba e a cultura cafeeira ali entrou em declínio.

A estagnação e decadência do vale do Paraíba não significou, contudo, a decadência da cafeicultura, que encontrou no Oeste paulista um novo alento. Seu núcleo inicial foi Campinas (Oeste velho), difundindo-se para Moji-Guaçu e chegando à região de Ribeirão Preto (Oeste novo) por volta de 1880. Em seguida, a cultura se expandiu para oextremo Oeste paulista e atingiu o Paraná já no início deste século

A dinamização da economia. Com o desenvolvimento da cafeicultura um novo equilíbrio foi estabelecido. Desde 1860, os superávits tornaram-se constantes nas relações comerciais com o exterior, ajustando novamente a economia brasileira ao mercado internacional.

A transição do escravismo para o trabalho assalariado se deu...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Economia cafeeira
  • A economia cafeeira
  • economia cafeeira
  • Economia Cafeeira
  • A economia cafeeira
  • economia cafeeira
  • Economia Cafeeira
  • Economia cafeeira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!