do outro lado do alto-falante

Páginas: 77 (19137 palavras) Publicado: 20 de fevereiro de 2014
Capítulo 2 - O outro lado do alto-falante

Este capítulo tem dois objetivos principais: um deles é a discussão de idéias e
práticas precursoras da música eletroacústica, encontradas não apenas no
desenvolvimento de instrumentos musicais eletroeletrônicos, mas também na
música gravada, no rádio e na gravação de sons quaisquer. O segundo objetivo
está ligado às mudanças ocorridas com opróprio ouvinte, que passa a contar com
uma grande autonomia frente ao fenômeno musical, questão tratada com detalhes
na seção 2.7: “Do lado de cá do alto-falante”.

45

2. O outro lado do alto-falante

A partir do final do século XIX, a invenção e o desenvolvimento de novos
meios e instrumentos de reprodução, transmissão e produção de sons passam a
alterar profundamente a percepção sonora(incluindo-se a musical), que desde
então deixa de estar intrinsecamente ligada ao aqui-e-agora dos eventos sonoros.
Estas grandes transformações – tanto tecnológicas quanto perceptivas – podem
ser unificadas através de uma característica comum: a escuta mediada por altofalantes.
A imagem metafórica aqui usada – do outro lado do alto-falante1 – está
ligada à percepção e imaginação do ouvintefrente a eventos sonoros acontecidos
em outros momentos e locais, ou ainda produzidos por gestos físicos que não
apresentam uma relação causal (e energética) com seu resultado sonoro. Aquilo
que o ouvinte percebe como algo acontecendo “do lado de lá” depende tanto das
diferentes características técnicas de cada um dos meios utilizados quanto de sua
própria experiência e fantasia.
A abordagemdos novos meios de reprodução e transmissão sonora
(disco, rádio, gravação) pode ser feita de modo praticamente independente do
desenvolvimento de novos instrumentos voltados à produção de sons, em suas
décadas iniciais; a partir de então, estes processos vão aos poucos se
amalgamando. A eletrificação da gravação, ocorrida nos anos 1920, inicia o
processo de imbricação entre as técnicas dereprodução e produção sonora, que
será definitivamente consumado pela representação digital. Esse processo pode
ser bem ilustrado pelo desenvolvimento de novas mídias na primeira metade do
século XX, cujas estratégias de representação passam de um estágio de
documentação para o de “construção” de um evento original2. Pierre Schaeffer
chega a apontar três fases na relação entre novos intrumentos ea arte (incluindose aqui tanto as “diretas” quanto as por ele chamadas de “arts-relais”):
Primeira fase: o instrumento deforma a arte.
Segunda fase: o instrumento transmite a arte.

1

Este termo (alto-falante) é também aqui utilizado de forma metafórica, englobando tanto os antigos cones
de fonógrafos e gramofones quanto as já aventadas possibilidades de uma excitação neurológica direta.O
que realmente importa é seu papel mediador entre um mundo sonoro externo ao indivíduo humano e a
percepção auditiva deste mesmo indivíduo.
2
Cf. WURTZLER, Steve. “’She Sang Live, But The Microphone Was Turned Off’: The Live, The Recorded
And The Subject Of Representation.” In: ALTMAN, Rick (ed.). Sound Theory Sound Practice. New York:
Routledge, 1992.

46

2. O outro lado doalto-falante

Terceira fase: o instrumento informa a arte.

3

Segundo esse autor, na primeira fase não se leva o instrumento a sério, e
o que se admira é apenas sua novidade. A segunda fase (de transmissão ou
documentação) já traz maiores complicações, pois “é precisamente no momento
em que a imagem se assemelha ao modelo que as deficiências e deformações
aparecem.”4 T.W. Adorno trata esteprocesso de deformação de um modo mais
genérico:
No caso das máquinas falantes e dos discos parece acontecer historicamente o
mesmo que se passou com a fotografia: a passagem da manufatura para a
produção industrial modifica não somente a técnica de distribuição, mas também
aquilo que é distribuído.5

Adorno prossegue, afirmando que quanto mais perfeita a técnica de
reprodução, mais esta se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento
  • Alto falante
  • Projeto alto falante
  • Projeto de física
  • Principio de Funcionamento de um Alto-falante
  • Funcionamento do alto-falante
  • caixas acusticas e associacao de alto falantes
  • Caso: o outro lado da mesa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!