DISPENSACIONALISMO

2823 palavras 12 páginas
FACULDADE EVANGÉLICA DE TECNOLOGIA,
CIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA DA CGADB.

CURSO DE GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA

Disciplina: Introdução a Teologia.
Professor: Leonardo Silveira.
Grupo: Mauro Francisco Gonçalves, Simone Costa Aguiar, Rosenilda Gonçalves, Mirian PB da Silva, Katia Tereza de Souza.
Trabalho: seminário Teológico.
1º Período – Manhã.

DISPENSACIONALISMO

O Dispensacionalismo é um movimento teológico transdenominacional, no movimento evangélico que enfatiza uma compreensão apocalíptica da Historia.

A. ORIGENS E DESENVOLVIMENTO.

1) O Fermento pré-milenarista do Século XIX.

Considera-se que desde a época de Agostinho, o entendimento da igreja no que diz respeito ao Reino de Deus, era Amilenarista. Essa concepção escatológica não se modificou durante a reforma. (Amilenarista: era a visão de certos escritores dos primeiros séculos e de certas seitas cristãs modernas, segundo os quais Cristo reaparecerá). De fato, os reformadores identificavam a Igreja Católica Romana, especialmente o papado, com o anticristo.
Na Inglaterra algumas expectativas pré-milenaristas acerca do Reino entraram em cena durante a guerra civil inglesa, mas logo desapareceram. Mais tarde, na metade do século XVII, grupos periféricos extremistas, como os ranters, os muggletonianos, os quacres, diggers, inflamaram as expectativas apocalípticas radicais. Desastres naturais e inquietações políticas eram vistos como anuncio do fim dos tempos. À medida que o pré-milenarismo foi se tornando uma doutrina mais definida, uma convicção crescente se estabeleceu: o mundo estava ficando cada vez pior, e somente a volta de Cristo poderia produzir uma transformação.
No rastro da expectativa pré-milenarista, emergiu o pós-milenarismo otimista, que via a igreja consolidando o reino ate o estabelecimento de mil anos de paz e harmonia. O pré-milenarismo desse período foi caracterizado pelo historicismo, ou seja, a tentativa de correlacionar as profecias bíblicas com

Relacionados

  • Dispensacionalismo
    6637 palavras | 27 páginas
  • Teologia
    4218 palavras | 17 páginas
  • Apostila 45 TRABALHO DE ESCATOLOGI1
    10087 palavras | 41 páginas
  • O Reino
    532 palavras | 3 páginas
  • Educação cristã
    1573 palavras | 7 páginas
  • APOCRIFOS
    4003 palavras | 17 páginas
  • fe de abrao
    262 palavras | 2 páginas
  • APOSTILA ESCATOLOGIA
    22247 palavras | 89 páginas
  • Escola norte americana
    1621 palavras | 7 páginas
  • iepapj
    2000 palavras | 8 páginas