Dibs descobrindo a si mesmo

Páginas: 5 (1137 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014


Universidade de Brasília - UnB
Faculdade de educação - FE



Julian Esttefane da Silva Reis







LIVRO: “DIBS: EM BUSCA DE SI MESMO” - VIRGINIA M. AXLINE











Brasília - DF
2014
Julian Esttefane da Silva Reis


LIVRO: “DIBS: EM BUSCA DE SI MESMO” - VIRGINIA M. AXLINE












Resumo entregue à professora
MariaCristina Sebba Marinho docente atuante
na matéria perspectiva do desenvolvimento humano do
curso de pedagogia 2/2014ºda Universidade de Brasília.
Texto apresentado como avaliaçao após a leitura do livro
Dibs: Em busca de si mesmo da autora Virginia M. Axline.





Professora: Maria Cristina Sebba Marinho







Brasília - DF
2014RESUMO



Considerando a obra Dibs: descobrindo a si mesmo como uma leitura singular e totalmente introspectiva, o livro de inicio já coloca o leitor em uma situação de curiosidade. Nas primeiras linhas já é introduzindo ao leitor um ambiente de açao em que o personagem estará muitas vezes presente: A escola. A narradora-personagem descrevesucintamente através das atitudes do menino Dibs que ele é habitualmente diferente das outras crianças em ambiente escolar.

“[...] Ele recuara até o canto da sala,
e lá permanecia agachado,
cabeça baixa, braços dobrados
e firmemente cruzados sobre o peito,
ignorando o mundo à sua volta. [...] “ Capitulo I

Miss Jane e Hedda são nomes que aparecem frequentemente e sãoapresentadas como as duas professoras que ocupadas com outras crianças sempre estão atentas o comportamento de Dibs que se isolava e permanecia quieto durante todas as atividades. De inicio, um dos desafio das duas professoras é de encaminhar o garoto da escola para casa, pois, Dibs sempre entrava em uma crise pessoal de resistir a voltar com seus responsáveis.
As primeiraspalavras que Dibs disse juntamento a atos de resistência foram negativas em relação ao fato de ter que voltar para casa com sua mãe. Nesse momento é perceptível que o problema talvez não esteja em Dibs, mas sim no ambiente em que ele reside, o que reflete em seu comportamento incomum na escola, pois, para vir à escola ele não esperneava.
Todas as pessoas se frustavamcom Dibs. As professoras passavam-lhe novas informações com o anseio de receber algum feedback, sem sucesso. Dibs sempre se mantinha sem silêncio. Seus pais insistiam em o classificar como retardado mental, sendo que nada foi psicologicamente comprovado.
Há dois anos Dibs vivia em um mundo só dele. E há dois anos professores tentavam ajudá-lo e os mais apenas encobriam eescondiam os acontecimentos. Tentando esconder o fato do filho agir assim para a sociedade, os pais apenas ignoravam e o entupiam de brinquedos lúdicos em um quarto fechado. No geral Dibs não passava de uma icognita para todos.
Há dois anos Dibs vivia em um mundo só dele de aparência infeliz. E há dois anos professores tentavam ajudá-lo e os mais apenas encobriam e escondiam osacontecimentos. Tentando esconder o fato do filho agir assim para a sociedade, os pais apenas ignoravam e o entupiam de brinquedos lúdicos em um quarto fechado. No geral Dibs não passava de uma icognita para todos.
Os pais de Dibs o tratavam como se esse fosse um retardado mental e em um momento perto de ser desligado da Escola em que estudava para um internato de crianças especiais, um grupode professores de Dibs decidiu procurar uma profissional para o garoto.
Uma profissional foi à escola e observou dibs em suas atividades incomuns em relação as outras crianças. Colhendo informações dos atos de Dibs, ela logo percebeu que todos tinham um afeto muito grande com o garoto na escola e quis ajudar mais.
O livro segue com a psicológa descrevendo todas as açoes de Dibs e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Dibs em busca de si mesmo
  • Díbs: em busca de si mesmo
  • Dibs: em busca de si mesmo
  • Dibs
  • Dibs
  • Dibs em busca de si mesmo
  • Dibs: Em busca de si mesmo.
  • Dibs, em busca de si mesmo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!