Comércio Justo

Páginas: 5 (1120 palavras) Publicado: 12 de novembro de 2014
ESCOLA SECUNDÁRIA DOMINGOS REBELO
GEOGRAFIA

Comércio Justo

ÍNDICE
 Introdução

 Comércio Justo
 História
 Princípios
 Quais os principais atores no comércio justo internacional?
 Alguns dos projetos em curso
 Exemplos de sucesso
 Como divulga ao mundo o seu trabalho

 Conclusão
 Bibliografia
 Anexos

INTRODUÇÃO
 Este trabalho tem como objetivo saber o que é ocomércio

justo, a sua história, os seus princípios, quais são os atores
principais do comércio justo internacional, alguns dos alguns
dos projetos em curso, exemplos de sucesso e finalmente
como é divulgado ao mundo o comércio justo.

COMÉRCIO
JUSTO

 O comércio Justo é um movimento social e económico que tem

como objetivo colocar o comércio, quer de produtos quer de
serviços,efetivamente ao serviço das pessoas, buscando o
desenvolvimento sustentável* das comunidades locais e do
mundo como um todo.

 São os produtores quem fixa os preços na origem. Este preço

reflete os custos reais da produção (matéria prima e mão de
obra, incluindo os gastos sociais e do meio ambiente) e para
além disso deve permitir aos produtores manter uma vida
digna e obter uma margempara investimentos futuros.
As importadoras e as lojas de Comércio Justo reduzem as suas
margens para que o preço de venda ao público resultante seja
competitivo.

 *Desenvolvimento sustentável é o
modo de desenvolvimento capaz de
responder às necessidades do
presente sem comprometer a
capacidade de crescimento das
gerações futuras.

 *competitivo quer dizer:
- que suporta acompetição

HISTÓRIA
 Os países do Sul da Europa pediam, na Conferência das Nações

Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, uma maior justiça
nas relações comerciais internacionais;

 Em 1967, algumas organizações de solidariedade com os países

da Europa do Sul começam a importar artesanato e a vendê-lo
em toda a Europa. As primeiras vendas realizavam-se por
catálogo ou junto de grupos deamigos;

 O Comércio Justo surgiu na Holanda em 1964.

PRINCÍPIOS
Todas as organizações envolvidas no Comércio Justo devem obedecer
aos seguintes princípios:
1. A preocupação e o respeito pelas pessoas e pelo ambiente, colocando as
pessoas acima do comerciante;
2. A criação de meios e oportunidades para os produtores melhorarem as
suas condições de vida e de trabalho, incluindo opagamento de
um preço justo (um preço que cubra os custos de
um rendimento aceitável, da proteção ambiental e da segurança
económica);
3. Abertura e transparência quanto à estrutura das organizações e todos
os aspetos da sua atividade, e informação mútua, entre todos os
intervenientes na cadeia comercial, sobre os seus produtos e métodos de
comercialização;
4. Envolvimento dos produtores,voluntários e empregados nas tomadas de
decisão que os afetam;

PRINCÍPIOS - CONTINUAÇÃO
5. A proteção dos direitos humanos, nomeadamente os das mulheres, das
crianças e dos povos indígenas*;
6. A consciencialização para a situação das mulheres e dos homens,
enquanto produtores e comerciantes, e a promoção da igualdade de
oportunidades;
7. A promoção da sustentabilidade* através doestabelecimento de
relações comerciais estáveis de longo prazo;
8. A educação e a participação em campanhas de sensibilização;
9. A produção tão completa quanto possível dos produtos comercializados
no país de origem.

 *Povos indígenas são povos que viviam numa
área geográfica antes da sua colonização.

 Sustentabilidade - realizar de
forma a não esgotar os
recursos naturais nem causar
danosambientais.

QUAIS OS PRINCIPAIS ATORES NO
COMÉRCIO JUSTO INTERNACIONAL?
 NEWS! - Network of European World Shops: fundada em 1994;

 Associações nacionais e regionais de "World Shops", oriundas de 13 países

europeus;

 IFAT - Federação Internacional para o Comercio Alternativo: agrupa 148

organizações de 48 países da Europa, América do Norte, África, Ásia e
América Latina;...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • comércio justo
  • Comércio Justo
  • Comercio justo
  • Comercio justo
  • A Contribuição do Comércio Justo e Solidário para o Desenvolvimento Sustentável
  • Justos
  • Justo
  • Valor Justo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!