Codigo de etica dos assistentes sociais

Páginas: 7 (1740 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
2 – Sexto Princípio
O sexto princípio refere-se ao: Empenho na eliminação de todas as formas de preconceito, o respeito à diversidade, à participação de grupos socialmente discriminados e à discussão das diferenças. (código de ética do/a Assistente Social, 2011, p. 23)
Esse princípio é importante principalmente em relação ao código de ética atual, por resgatar a participação privada eindividual da essência da ética, assim valorizando os direitos dos assistentes sociais e seus usuários, o trabalho do assistente social faz parte em uma totalidade presente no conflito de valores culturais e sociais, trabalhando com interatividade entre o assistente social e individuo.
É uma temática que desperta grande polemica, podemos então nos opor eticamente ao problema dos preconceitos e dadiscriminação com um arcabouço teórico político nos princípios da liberdade, igualdade, democracia e cidadania.
Podemos entender que a ética é formada historicamente pela cultura, estabelecida pelos valores das lutas humanas, isso se resulta em passos construídos pela sociedade. É no tempo presente, no nosso cotidiano que fazemos a historia de uma concreta comunidade como na atual sociedade capitalista,as classes trabalhadoras no ultimo século em seus movimentos de militância vem trabalhando na democratização do produto social e na instituição da ética do fato como uma práxis.
Os grupos e classes sociais são produtores e apropriadores dos conteúdos ético-culturais, transformados em normas, regras, conceitos, pré-noções e etc., e isso restabelece uma interação entre individuo e sociedade.
Opreconceito é frequente em nosso cotidiano, por repetições, rotinas e pela rigidez do modo de vida, assim que passamos a ter o juízo provisório em pensamento fixado na experiência, empírico. Não atender os argumentos “fáceis” e preconcebidos é uma das primeiras atitudes no embate contra atitudes preconceituosas, uma nova forma nessa luta contra o preconceito é uma construção de confiança emidéias que ultrapassam os nossos próprios interesses, que não se deixe influenciar o individualismo e nosso egoísmo. E preciso o que acredite em novas capacidades de conhecimentos de idéias inovadoras.
“Só podemos nos libertar dos preconceitos se assumirmos corajosamente processo de desalienação, com coloca Gramsci na superação dos sensos comum: iniciando com um bom senso e por fim, com a práxislibertária. Assim poderemos então perceber que o preconceito esta presente nos meios de resgate da ética na perspectiva da afirmação dos indivíduos sociais, como pessoas livres, críticos e criativos, pois, “sem um ideal que caucione a vida social, o homem se torna um ente que viaja na escuridão”. (Bonetti e Gonelli, 2005, p. 195)
As condutas movidas pela discriminação e preconceitos estão ligadas narazão de ser, e de exercer, alegando esse tipo de justificativa naturalizadora.
Os particularismos, étnicos, religiosos, sexuais econômicos e etc., são tópicos que estão relacionados à ética coletiva e que tem como objetivo relacionar o convívio humano sobre o respeito, a dignidade e a liberdade.
No âmbito profissional, o enfrentamento deste debate sobre os preconceitos assume relevância emdiversas dimensões. O empenho na eliminação de todas as formas de preconceitos, o respeito à participação de grupo socialmente discriminado e à discussão das diferenças, deve ser um princípio ético-político defendido por todos os indivíduos e profissionais comprometidos com a construção de uma sociedade verdadeiramente emancipada.
No exercício profissional é fundamental o desenvolvimento de umconstante processo de capacitação e reflexão para que os assistentes sociais  entendam e se posicionem de forma crítica frente às manifestações de preconceito. Isso porque cotidianamente lidam com usuários das mais diversas orientações políticas, religiosas, sexuais, sociais, culturais etc. Estarão, assim, contribuindo para a formação de uma postura baseada no respeito à igualdade, à liberdade e ao...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Código de ética do assistente social
  • Códigos de ética do assistente social
  • Código de Ética do Assistente Social
  • códigos de éticas do assistente social
  • Código de Ética do Assistente Social
  • CODIGO DE ÉTICA DO ASSISTÊNTE SOCIAL
  • codigo de etica do assistente social
  • codigo de etica do assistente social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!