Celso Amorim

Páginas: 9 (2023 palavras) Publicado: 17 de março de 2014

Celso Amorim
"O Brasil não é um alvo do terrorismo, mas temos que pensar no pior"
Ministro da Defesa diz que País precisa estar preparado para tudo durante a Copa. Segundo ele, tropas da Força de Contingência poderão ser acionadas em casos de emergência grave

por Paulo Moreira Leite
Na divisão de trabalhos para a Copa do Mundo, o ministro da Defesa, Celso Amorim, 72 anos, ficou com aparte mais dura. Coube aos comandantes militares, que lhe devem obediência, selecionar, treinar e organizar as tropas da Força de Contingência, que ficarão de prontidão nos Estados, para serem acionadas em casos de emergência grave – se assim entender a presidenta Dilma Rousseff. Chanceler em dois governos – Itamar Franco e Luiz Inácio Lula da Silva –, ministro da Defesa desde agosto de 2011, Amorimespera o melhor em termos de segurança, mas prepara-se para o pior, num cenário que, além de protestos previstos, inclui possíveis atos de terrorismo. Amorim recorda que o Brasil não é alvo, mas, segundo ele, “é preciso tomar precauções” num trabalho que envolve essencialmente segurança eletrônica.

PRECAUÇÃO
Ministro Celso Amorim afirma que trabalho envolve essencialmente segurança eletrônicaUm dos principais incentivadores da criação de um Centro de Defesa Cibernética, lançado por Dilma em 2012, um ano antes da descoberta dos grampos eletrônicos da National Security Agency (NSA), Amorim gera polêmica, recebe críticas e exibe uma conhecida capacidade de enxergar um pouco mais longe. Cinéfilo aplicado, Amorim era presidente da Embrafilme quando a empresa patrocinou “Pra FrenteBrasil”, filme pioneiro na denúncia da tortura sob o regime militar. Em 2010, Amorim acompanhou Lula no esforço para um acordo nuclear com o Irã, ensaio para negociação posterior, com a participação de Estados Unidos, Rússia, China, França e Inglaterra.


"Governadores e a Presidência da República vão avaliar
se em determinado lugar a situação ficou difícil exigindo
a mobilização da Força deContingência"

"O general Heleno é um militar da reserva. É um civil, portanto,
nessa condição, tem todo direito de ser candidato"

ISTOÉ -

Como o Ministério da Defesa vai atuar na Copa?

CELSO AMORIM -

Estamos trabalhando sob a coordenação da Casa Civil, num grande entendimento com o Ministério da Justiça e, naturalmente, também com as secretarias estaduais de Segurança Pública.

Oprincípio é que todos têm que saber de tudo. A Defesa tem dois papéis. Um, mais específico, é a defesa do espaço aéreo e, quando for o caso, defesa da área marítima. Isso inclui o antiterrorismo. Teremos também uma Força de Contingência, que pode ser acionada em caso de necessidade.

ISTOÉ -
Quem vai decidir quando essa Força pode ser necessária?

CELSO AMORIM -
A Presidência, a partir de um pedidodo governador do Estado, que será assessorado por um grupo reunindo a segurança estadual, o Ministério da Justiça e da Defesa, representada pelo comandante militar da área. Esse grupo vai avaliar se em determinado lugar a situação ficou difícil, por um motivo ou outro, explicando que isso pode exigir a mobilização da Força de Contingência. Mas quem dá a palavra final é a presidenta.


ISTOÉ -Como será a atuação dessa tropa?


CELSO AMORIM -
Podemos imaginar uma atuação semelhante a que ocorreu durante a visita do Papa. Ocorreu ali uma situação típica. Devido à mudança de Guaratiba para Copacabana, foi preciso delimitar a área que empregaríamos a Força. Havia um certo nível de esgotamento da polícia também.


ISTOÉ -
O governo espera alguma ameaça terrorista?

CELSOAMORIM -
Não esperamos. O Brasil não é um alvo do terrorismo. Mas temos que pensar no pior e tomar precauções em relação a isso. Grande parte desse trabalho envolve segurança eletrônica.


ISTOÉ -
A compra de caças suecos e a construção de um cabo submarino que vem da Europa sem passar pelos Estados Unidos mostram um afastamento da influência americana?


CELSO AMORIM -
É melhor...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Entrevista Celso amorim
  • Entrevista celso amorim pratica diplomatica
  • Análise discurso celso lafer e celso amorim
  • Amorim
  • Amorim
  • Celso
  • celso
  • Gabriel amorim

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!