Aula 2 A LITERATURA COMPAGNON

Páginas: 5 (1126 palavras) Publicado: 4 de maio de 2015
A LITERATURA
COMPAGNON, Antoine. Capítulo I. A literatura. In: ___.
O demônio da teoria. Literatura e senso comum.
Tradução de Cleonice P. B. Mourão, Consuelo F.
Santiago. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010. p. 2945.

• Estudos literários – diferentes posturas e um
ponto em comum: seu objeto = o texto
literário.
• Indagações que complicam o seu estudo:
• O que é intenção literária?
• O que érealidade literária?
• O que é recepção literária?
• O que é língua literária?
• O que é história literária?
• O que é valor literário?

• Não há consenso sobre o que é literário e o que não
é – questão levantada desde Aristóteles.
• Nome literatura – início do século XIX –
anteriormente a palavra tinha um conceito amplo.
• O filósofo Nelson Goodman (1977) propõe substituir
a pergunta “O que éarte?” por “Quando é arte?” –
Talvez fazer o mesmo com literatura.
• Necessário definir literatura para definir seu estudo
– indagações sobre seu campo, categoria, objeto,
especificidade, natureza, função, extensão e
compreensão.

• A literatura encontra-se entre duas abordagens:
1- uma histórica (o texto como documento);
2- uma linguística (o texto como arte da linguagem).
• Anos de 1960 – novaquerela: definição externa e
interna da literatura.
• Genette: dois regimes literários complementares:
1- constitutivo – garantido pelas convenções, logo
fechado;
2- condicional – aberto, dependendo de uma
apreciação dos indivíduos e das épocas.

A EXTENSÃO DA LITERATURA
• Sentido amplo: literatura é tudo o que é
impresso (ou manuscrito), incluindo a literatura
oral
• Noção clássica de “belas-letras” =tudo o que a
retórica e a poética podiam produzir.
• Para a filologia, no conjunto da língua,
literatura e cultura a literatura reinava absoluta.
• No sentido restrito: a literatura varia segundo
as épocas e as culturas.

• Modernamente (século XIX) – declínio dos
gêneros poéticos perpetuados desde Aristóteles.
• O sentido do moderno de literatura é inseparável
do romantismo = nacionalismo.
•Noção romântica – literatura são os grandes
escritores, tudo o que eles escrevem.
• Século XX – novos gêneros reabilitados: poema
em prosa, autobiografia, relatos de viagens, livros
para crianças, romance policial, história em
quadrinhos... A literatura assume uma extensão
maior.

COMPREENSÃO DA LITERATURA: A FUNÇÃO

• Seguindo a dicotomia platônica, distinguir
função e forma, através de duasquestões:
• O que a literatura faz?
• Qual é o seu traço distintivo?
• Função – compreendida como: individual ou
social, privada ou pública.
• Aristóteles falava da função catártica e do
prazer de aprender, instruir ou agradar.

• Horácio qualifica a função de doce e útil.
• Visão romântica: diz respeito ao que é
individual e singular.
• Modelo humanístico – conhecimento do
mundo e dos homens propiciadopela
experiência literária.
• A subjetividade moderna – experiência
literária do leitor = o modelo do homem
livre.

• Segunda metade do século XIX – função
subversiva da arte – artista maldito,
contra a ideologia reinante.
• Século XX – artista como visionário, num
sentido político, atribuindo à literatura
uma perspicácia política e social.
• Função = dialética - literatura em acordo
e/oudesacordo com a sociedade,
acompanhar ou preceder o movimento =
relativismo sociohistórico.

COMPREENSÃO DA LITERATURA: A FORMA DO
CONTEÚDO

• Da antiguidade à metade do século XVIII
– visão aristotélica – a literatura foi
definida como mimèsis de ações
humanas pela linguagem.
• Em nome dessa definição de poesia
através da ficção, Aristóteles excluía da
poética a poesia lírica, didática e satírica,
quepõe em cena o “eu” do poeta.

• Genette segue o pensamento aristotélico –
fazer obra de arte é a ficção narrativa ou
dramática. O qualitativo temático, para
ambos, deve ser evitado, pois não há temas
constitutivamente literários.
• Para a poética clássica, a literatura é
caracterizada pela ficção enquanto forma do
conteúdo, isto é, enquanto conceito ou
modelo.
• Século XIX, com a ascensão...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Compagnon, Literatura para quê?
  • LITERATURA INFANTIL AULA TEMA 2 A 4
  • Aula 2
  • AULA 2
  • Aula 2
  • Penal 2
  • Aula 2
  • Aula 2

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!