Argelia

Páginas: 6 (1472 palavras) Publicado: 19 de novembro de 2013
A Argélia tem uma longa história de revoluções e de mudanças de regime político, fazendo com que o cenário seja bastante dinâmico e freqüentemente em estado de mudança. O país é atualmente uma república constitucional com um governo eleito democraticamente, embora os militares, na prática, permaneçam como os maiores detentores de poder. Desde o começo da década de 1990, a mudançade socialismo para uma economia de livre mercado vem se desenvolvendo com o controle do governo.
Em 1962, depois de a Argélia se tornar independente da França, após uma guerra de oito ano, a Frente de Libertação Nacional(FLN) tomou o poder e instituiu um sistema socialista, sob a liderança de Ahmed Ben Bella. 
No entanto, a corrupção e a má administração geraram instabilidade política. A FLN viu-se obrigada a convocar eleições multipartidárias. Surgiu então como força política importante a Frente Islâmica de Salvação (FIS), um partido de inspiração fundamentalista. Em 1991, um grupo militar apossou-se do poder. A Argélia tornou-se num regime político-militar cujo primeiro ministro governou com uma câmara legislativa provisória. A partir daí, a FIS lançou uma campanha de violência terrorista.A 15 de abril de 1999 M. Abdelaziz Bouteflika foi eleito Presidente da República Democrática e Popular da Argélia.
Após a independência, a Frente de Libertação Nacional (FLN) torna-se o único partido do país. Após os motins de outubro de 1988 o multipartidarismo é instaurado. O país conta com mais de 30 partidos políticos, porém o mais importante continua sendo a FLNO chefe de Estado é o Presidente da República,eleito por um mandato de cinco anos, com possibilidade de reeleição. O voto é universal. O presidente é o líder do Conselho de Ministros e também do Conselho de Segurança Nacional. Ele nomeia o Primeiro-Ministro, que é o chefe de governo. O Primeiro-Ministro nomeia o Conselho de Ministros.O parlamento argelino é bicameral, composto de uma câmara baixa, a Assembléia Nacional do Povo (APN), com 380membros e uma câmara alta, o Conselho da Nação, com 144 membros. A APN é eleita a cada cinco anos. As próximas eleições legislativas vão ocorrer em 2014. Dois terços do Conselho da Nação são eleitos por autoridades municipais e regionais; o resto é nomeado pelo presidente. O Conselho da Nação tem um limite de seis anos com a metade das cadeiras concorrendo a uma nova eleição (com possibilidade dereeleição) a cada três anos. Tanto o presidente quanto as câmaras parlamentares tem o poder de legislar. A proposta de lei deve passar por ambas as câmaras antes que se tornem efetivamente leis. As sessões da APN são televisionadas.
Respeitando os preceitos da Constituição, o governo argelino incentiva a democracia participativa com livre competição entre os candidatos. Mais de 40 partidospolíticos, representando muitos segmentos da população são ativos na política do país.
A Argélia é dividida em 48 wilayas (estados ou províncias), liderados por walis (governadores), que são subordinados ao Ministro do Interior. Cada wilaya é dividida em comunas. Cada wilaya e comuna é governada por uma assembléia eleita por voto popular.


O governo gastou 286 bilhões de dólares em cinco anos paraconstruir novas escolas, estradas e hospitais, em uma tentativa de criar empregos diversificando a economia além do petróleo e gás que fornecem o grosso das receitas estatais. Mas a iniciativa está hesitante. O índice de desemprego pode chegar a 40%. Muitos dos 1,5 milhão de estudantes da Argélia, ao se formarem, não conseguirão trabalhar no campo para o qual se prepararam. A Argélia importa quasetodos os produtos básicos. "Eu quero ir embora" é a resposta habitual para perguntas sobre planos para o futuro, desde os jovens de mentalidade moderna nas elegantes doceiras francesas da capital, Argel, até pessoas mais simples em suas casas rústicas em Ghardaia.
Em todo o país, os argelinos queixam-se da corrupção. Um escândalo que envolve propinas na Sonatrach, a maior companhia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Argélia
  • Argélia
  • Argélia
  • argelia
  • Argélia
  • Argelia
  • Argelia
  • Argélia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!