Analise

Páginas: 29 (7196 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
9. ÉTICOS

EXPERIMENTAÇÃO COM SERES HUMANOS: ASPECTOS

William Saad Hossne Sonia Vieira

O desenvolvimento da ciência em seus diferentes ramos deu-se a partir das ciências experimentais; aceita-se como marco referencial do nascimento da experimentação científica o século XVI, com Galileu. Galileu tem importância histórica não só pelas suas descobertas e invenções mas, principalmente, pelapostura por ele assumida na procura da verdade: a verdade não deveria ser aceita simplesmente porque os escolásticos ou a Igreja afirmavam ser verdade; a verdade deveria ser buscada por meio da experimentação e da observação. Nasce assim a ciência experimental, a partir da qual, durante dois a três séculos, desenvolve-se e consolida-se a Revolução Científica. A partir do século XVII, a cada 10-15anos, vem duplicando o número de cientistas; assim, nos dias de hoje, o número de cientistas vivos e atuantes é maior do que o número de cientistas que o mundo já teve e já morreram e, daqui, a 10-15 anos, o número de pessoas dedicadas à ciência será o dobro do número atual. Ora, este contingente de cientistas, nos vários campos da ciência, dia-a-dia nos traz novos conhecimentos e novasdescobertas, os quais inevitavelmente acabarão, de uma ou outra maneira, atingindo o homem para o bem ou para o mal. Somente neste século já tivemos duas grandes Revoluções: a Revolução Atômica (radioisótopos, medicina nuclear, bomba atômica) e a Revolução Molecular, em andamento (geneterapia, manipulação genética etc.) Sem dúvida, uma das grandes vias de incorporação dos novos conhecimentos científicos navida do ser humano será a via biomédica. E toda nova aplicação do conhecimento ao ser humano, em sua fase inicial, será de natureza experimental. Na realidade, quando se fala em experimentação com seres humanos pensa-se quase que exclusivamente na experimentação no campo da Medicina. Esta vinculação é compreensível, pois a experimentação na área médica é mais visível e de efeitos mais patentes, emgeral. Contudo, é bom assinalar que seres humanos são utilizados em experimentação por profissionais e cientistas de outras áreas: odontólogos, nutricionistas, farmacêuticos, fisioterapeutas, psicólogos, profissionais da área de educação física e de esporte, educadores e, também, economistas. Muitas vezes, o que é grave, nem se reconhece o caráter experimental do que está sendo estudado e nem seobedece à metodologia científica adequada; isso ocorre também na área médica. O ser humano é, às vezes, sujeito de inovações que nem passaram pelo crivo de experimentação prévia e só se torna evidente o fenômeno quando surgem complicações ou efeitos deletérios. Basta citar o que vem ocorrendo no campo dos efeitos das energias de alta freqüência e com os aditivos e agrotóxicos. A experimentação comseres humanos tem sido feita ao longo dos séculos, com diferentes padrões de ética e de qualidade, em todo o mundo. De um lado, deve-se assegurar, por meio da experimentação, a aplicabilidade dos novos conhecimentos para o bem da humanidade e, de outro, devem-se criar mecanismos de salvaguarda para evitar os abusos da experimentação, a "cobaização" do ser humano. Sobre o assunto, recomenda-se aleitura do livro de Lenine e do livro de Beauchamp & Childress. A necessidade de criação de mecanismos de controle sobre a experimentação com seres humanos tornou-se aguda quando se tomou conhecimento dos abusos cometidos nos campos de concentração, durante a Segunda Guerra Mundial. Foram comprovados assassinatos, torturas e outros atos de brutalidade no decorrer dos experimentos científicos. Osresponsáveis pelos abusos foram julgados por crimes de guerra e por crimes contra a humanidade em Nuremberg. Não deixa de ser surpreendente o fato de que somente em 1946 (anteontem, em sentido metafórico), no bojo das seqüelas de uma guerra mundial, a comunidade tenha então decidido elaborar um Código (Código de Nuremberg) de Ética contendo os princípios básicos sobre experimentação.

Os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Em analise
  • Analise
  • Analise
  • Analise
  • analise
  • analise
  • Analise
  • Análise

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!