An Lise Cr Tica

Páginas: 6 (1351 palavras) Publicado: 22 de março de 2015
UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO
CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA
CURSO DE ENGENHARIA CIVIL
DISCIPLINA: HUMANIDADE E TRANSCEDENCIA
PROFESSOR: HERMANO







ANÁLISE CRÍTICA DO LIVRO: EXPERIMENTAR DEUS.






EMANUELLA ARAÚJO DE FREITAS











RECIFE, 22.05.14
EMANUELLA ARAÚJO DE FREITAS





ANÁLISE CRÍTICA DO LIVRO: EXPERIMENTAR DEUS.

















RECIFE, 22.05.14
Introdução:
Nestelivro, o teólogo Leonardo Boff nos oferece um texto sobre como podemos experimentar Deus com a totalidade de nosso ser. Segundo ele, “Deus perpassa toda a realidade, pode ser percebido e experimentado nas mais diferentes situações da vida e em cada detalhe da vida pessoal e do universo”. O interesse dele, através deste livro, reside em criar espaço para que cada um possa fazer sua própriaexperiência de Deus. Afirma que “para encontrarmos o Deus vivo e verdadeiro a quem podemos entregar o coração, precisamos negar aquele Deus construído pelo imaginário religioso e aprisionado nas malhas das doutrinas.”
Procura atingir, nesse sentido, a situação do homem contemporâneo manipulado pela sociedade de consumo e produção, informação e entretenimento, que vê-se, muitas vezes, perdido no emaranhadodas solicitações aos sentidos que lhe advêm por todos os lados, embora sinta que dentro de sua vida se anuncia uma exigência mais alta do que aquela de apenas produzir, trabalhar e consumir: existe a necessidade da celebração, da alegria de viver e da experiência do Divino e do Mistério.
Para ele, a experiência de Deus não constitui um luxo só de alguns. Estamos todos aptos a sentir Deus a partirdo coração puro e da mente sincera. Experimentar Deus é tirar o mistério do universo do anonimato e conferir-lhe um nome, o da nossa reverência e de nosso afeto.













Desenvolvimento:
A partir da obra do autor Leonardo Boff em sua obra: Experimentar Deus: A transparência de todas as coisas, o autor mostra como aparece Deus, ele afirma que existem pessoas que chamam logo “a morte deDeus”, já outras elaboram imagens sobre o mesmo de acordo com a atual realidade, mas há os que ainda procuram pensar além de imagens, pensam na existência humana, na existência histórica. Boff diz que: “Deus somente é real e significativo para o ser humano se emergir das profundezas da sua própria experiência no mundo com os outros”, isto é, por ele ser real, ele ganha um nome, uma imagem,representações. Mas indaga: Que valor dar às imagens?
Os homens religiosos traçaram-nos um caminho de três passos, que queremos também percorrer: Um deles é: a montanha é montanha, nele diz que damos nomes a Deus, seja este senhor, pai, mãe, pedra, santo. Que Deus é identificado com os conceitos que desse fazemos e que pode ser encontrado na intimidade do coração, então conclui-se que: A montanha é montanha,Deus pai-e-mãe de infinita ternura. Segundo: A montanha não é montanha, nele se da conta da insuficiência de todas as imagens de deus, Deus é simplesmente transcendente. Ele não está pelas coisas do mundo, não é possível encontra-lo por aí, pois ele é Deus vivo e verdadeiro, isto é, vai além dos sentidos corporais e espirituais, e aí diz o lema dos metres zen: “Se encontrares o buda, mata-o”, pois,se encontrares o buda, não é buda, é apenas a sua imagem. E por fim o terceiro passo: A montanha é montanha, nele diz que nosso acesso a Deus só pode ser feito através das imagens, Deus pode ser antropomorfo (à imagem do homem) porque o homem é teomorfo (à imagem de Deus), sem se confundir com as coisas, Deus está presente nelas. Desses três passos conclui-se que: a experiência de Deus não éexperiência total que inclui o saber, o não-saber e o sabor.
Leonardo Boff, afirma que “para encontrarmos o Deus vivo e verdadeiro a quem podemos entregar o coração precisamos negar aquele Deus construído pelo imaginário religioso e aprisionado nas malhas das doutrinas”, para Deus aparecer, mate as imagens.
Segundo Leonardo, a experiência é a ciência ou o conhecimento (ciência) que o ser humano...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • An Lise Cr Tica
  • An lise cr tica
  • An Lise Cr Tica
  • AN LISE CR TICA SILVANIA
  • An Lise Cr Tica 1
  • An lise Cr tica Topografia
  • An Lise Cr Tica Final
  • An Lise Cr Tica Do Programa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!