• qualidade de vida na area urbana e rural
     SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO tecnologia EM gESTÃO AMBIENTAL jULIO CESAR MOREIRA BASTOS QUALIDADE DE VIDA NA ÁREA URBANA E RURAL Trabalho apresentado ao Curso Técnico em Gestão Ambiental da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina...
    2581 Palavras 11 Páginas
  • A Cidade e as Serras
    temática do campo versus cidade é muito recorrente nas obras de Eça de Queirós, principalmente no romance que vou abordar neste trabalho, “A cidade e as Serras”. Na tradição da literatura ocidental, o gênero pastoral sempre tratou da oposição entre a vida tranquila e sábia do camponês e a vida urbana, cheia...
    777 Palavras 4 Páginas
  • bebe
    DESVANTAGENS DA VIDA RURAL E VIDA URBANA Veremos agora, alguns dos aspectos positivos e negativos da vida numa comunidade rural. Em primeiro lugar analisaremos os fatores positivos porque eles constituem a razão de ser da permanência das pessoas em suas localidades. Para o habitante do meio rural, a vida no campo...
    636 Palavras 3 Páginas
  • A cidade e as serras
    O romance A Cidade e as Serras, de Eça de Queirós, publicado em 1901, é desenvolvimento de um conto chamado “Civilização”. Do romance como um todo pode afirmar-se que a) apresenta um narrador que se recorda de uma viagem que fizera havia algum tempo ao Oriente Médio, à Terra Santa, de onde deveria...
    1806 Palavras 8 Páginas
  • binomio cidade
    Binómio cidade/campo O contraste cidade/campo é um dos temas fundamentais da poesia de Cesário e revela-nos o seu amor ao rústico e natural, que celebra por oposição a um certo repúdio da perversidade e dos valores urbanos a que, no entanto, adere. è A cidade personifica a ausência de amor e, consequentemente...
    1221 Palavras 5 Páginas
  • cesario verde
    - imaginao transfiguradora - poesia do quotidiano nasce da impresso que o fora deixa no dentro do poeta. - Interesse pelo conflito social do campo e da cidade. - Nvel morfossintctico expressividade verbal, adjectivao abundade, rica e expressiva (hiplage), preciso vocabular, colorido da linguagem, frases...
    1458 Palavras 6 Páginas
  • mestranda
    A CIDADE E AS SERRAS: UM ESPELHO SOCIAL DA TRADIÇÃO CAMPESINA E DA MODERNIDADE URBANA Maria Helissa de Medeiros Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN Este trabalho parte do pressuposto de que o romance A cidade e as serras, de Eça de Queirós constitui-se de um duplo movimento, mas...
    5121 Palavras 21 Páginas
  • Cidade e campo: relações e contradições entre urbano e rural
    Cidade e Campo: relações e contradições entre urbano e rural Monaliza Rodrigues Ribeiro da Silva¹ Resumo: Esse artigo tem como proposta analisar os conceitos de urbano, rural, cidade, campo e urbanização brasileira para compreender melhor suas relações e contradições. Foi realizado um resgate através...
    2003 Palavras 9 Páginas
  • Cesario verde
    A dicotomia ou oposição Cidade/Campo A cidade e o campo A natureza, ávida mas “honesta”, “salutar” e sempre jovem, aparece-nos pintada nos seus poemas como nas evocações da pintura geral. Identifica-se com a cidade presente, deambulando pelas ruas e becos; revive por evocação da memória todo o passado...
    1023 Palavras 5 Páginas
  • pastoral urbana
    foram descobertos, já existem, já estão agindo com eficácia e em diversas cidades do mundo. Para ele, o sentimento de não existência desta pastoral por parte de muitos agentes se deve ao fato de não estarem reunidos na mesma cidade. Mas elas existem e, por isso mesmo o autor apresenta algumas condições...
    1746 Palavras 7 Páginas
  • As cidades e as serras
    encontra apoio em A Cidade e as Serras, de Eça de Queirós, é A) Em A Cidade e as Serras, José Fernandes, de rica família proveniente de Guiães, região serrana de Portugal, narra a história de Jacinto de Tormes, seu amigo também fidalgo, embora nascido e criado em Paris. B) A Cidade e as Serras explora...
    2218 Palavras 9 Páginas
  • Vida rural vs vida urban
    MODO DE VIDA DO CAMPO E DA CIDADE Qualquer pessoa conhece na prática a diferença entre cidade e campo, vida urbana e vida rural. Mas, em certos casos, nem mesmo esta distinção empírica é fácil. Em alguns casos constatam-se muitos elementos de semelhança entre cidade e campo. A diferenciação entre a...
    497 Palavras 2 Páginas
  • O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
    de crescimento das cidades se acelerou pelas duas razões já apontadas: a necessidade de mão-de-obra nas indústrias e a redução do número de trabalhadores no campo. A industrialização promoveu de modo simultâneo os dois eventos, um de atração pela cidade, outro de expulsão do campo. • Fatores atrativos:...
    1075 Palavras 5 Páginas
  • A AGRICULTURA FAMILIAR E CADEIA PRODUTIVA DE ALIMENTOS ORGÂNICOS.
    RESENHA DO ARTIGO INFLUÊNCIAS NA DECISÃO DO JOVEM TRABALHADOR RURAL - PARTIR OU FICAR NO CAMPO REVISTA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO DO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS, CONTÁBEIS, ECONÔMICAS E DA COMUNICAÇÃO DA UNIJUI Maurício Corrêa Andrades Resumo O artigo escrito...
    1885 Palavras 8 Páginas
  • Rural x urbano
    100965865 VIDA URBANA E RURAL OSASCO 2012 ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA EURICO DOS SANTOS SOUZA MARCELO PEPE DE MENEZES ROGÉRIO DE SENA CARNEIRO WENDER BRITO PEREIRA WIDLEY JOSÉ CARDOSO VIDA URBANA E RURAL ...
    4350 Palavras 18 Páginas
  • Português
    "Camponês preso em liberdade pela cidade", como o define Caeiro, é um poeta-pintor que capta as impressões da realidade que o cerca com grande objetividade. É intencionalmente realista, atento a pormenores mínimos que servem para transmitir as perceções sensoriais. Da cidade de Lisboa, por onde deambula...
    4293 Palavras 18 Páginas
  • Resenha as cidades e Serras
    Resenha - A cidade e as serras Jacinto Fernandes, o protagonista, é filho e neto de portugueses, mas nasceu em Paris e jamais conheceu Portugal. De lá, recebe um bom  dinheiro todo mês e apenas ouviu falar da sua quinta, em Tormes, nas serras portuguesas. Sofisticado, vive nos Campos Elíseos e justifica...
    2321 Palavras 10 Páginas
  • Mkjkjkjkj
    transfiguradora - poesia do quotidiano: nasce da impressão que o “fora” deixa no “dentro” do poeta. - Interesse pelo conflito social do campo e da cidade. - Nível morfossintáctico: expressividade verbal, adjectivação abundade, rica e expressiva (hipálage), precisão vocabular, colorido da linguagem...
    621 Palavras 3 Páginas
  • AS DIFICULDADES E PERSPECTIVAS DO ENSINO DE PORTUGUÊS NA ÁREA RURAL
    qualidade de ensino da nossa língua no campo. Para subsidiar esse projeto tomamos como referencial teórico textos de Luiz Bezerra Neto (Sem Terra aprende e ensina), Djárcia Santana (a LDB e a educação do campo), os PCN e as Diretrizes Operacionais para a Educação no Campo. Como procedimento metodológico, além...
    7480 Palavras 30 Páginas
  • Cesário verde
    da sua poesia publicada em 1901. No seu estilo delicado, Cesário empregou técnicas impressionistas, com extrema sensibilidade ao retractar a Cidade e o Campo, que eram os seus cenários predilectos, evitando o lirismo tradicional e expressando-se de uma forma mais natural, passando deste modo a ser um...
    1098 Palavras 5 Páginas