Tenossinovite Bicipital artigos e trabalhos de pesquisa

  • Tenossinovite

    Tenossinovite Tenossinovite é a inflamação da membrana que recobre os tendões, dentro dos quais estes tendões se deslocam com a finalidade de proporcionar movimentos as articulações. Um grande número de doenças pode provocar uma tenossinovite, como por exemplo, artrite reumatóide, gota, infecções, porém a causa mais freqüente é o trauma. Este trauma pode ser um trauma direto ou por uma pressão anormal sobre o tendão (como por exemplo o uso de um calçado apertado). Muitas vezes a tenossinovite...

    598  Palavras | 3  Páginas

  • Doenças ocupacionais

    reumáticas e metabólicas, hanseníase, neuropatias periféricas, contusão traumas. Tendinite em punho e ombro Esforço vigoroso de punho em flexão/extensão, movimento repetitivo de ombro e, abdução/flexão, antebraço em supinação Tendinite, tenossinovite, Sdr. De Quervain, peritendinite Movimentos repetitivos, especialmente em combinação com desvio ulnar, estando o polegar fixo. Excesso de utilizaçãoem movimentos angulares. Movimentos repetitivos das mãos e punhos. Flexão rápida dos dedos. Trabalho...

    1463  Palavras | 6  Páginas

  • cinesiologia

    Testes especiais para o ombro • Teste de Yergason: É utilizado para diagnosticar tendinite e tenossinovite do tendão da cabeça longa do músculo bíceps do braço. A maneira mais simples de realizar o teste consiste em segurar, pronados, os punhos do paciente, sentado à sua frente, e solicitar que realize movimento de pronação forçada, contra as mãos do examinador. A presença de dor, sentida na região do sulco intertubercular do úmero sugere a presença de processo inflamatório no tendão do bíceps...

    1056  Palavras | 5  Páginas

  • Lesão esforço repetitivo

    importantes nos tendões e cápsulas articulares que, por sua vez, podem sofrer lesões decorrentes dos esforços adicionais a que são submetidos. 5.1 PATOLOGIAS TENDÍNEAS INFLAMATÓRIAS: 5.1.1 Tenossinovite Ocupacional É a inflamação aguda ou crônica dos tendões (tendinites) e de suas bainhas (tenossinovite). As alterações inflamatórias ocorrem no interior dos tecidos da bainha que resultam em produção excessiva de líquido sinovial e de exsudato inflamatório. Em uma ou duas semanas, forma-se fibrina...

    6386  Palavras | 26  Páginas

  • instalação industrial

    não alterado alterado não não não não não não não não não não Rua Mato Grosso, 688, Pituba, Salvador, Bahia CEP 41.830-150 Telefone: (71)240.3617 - www.sis.com.br - sis@sis.com.br 4. Reflexos Reflexos Direito Esquerdo Bicipital normal ausente hipoativo normal ausente hipoativo Braquioradial normal ausente hipoativo normal ausente hipoativo Tricipital normal ausente hipoativo normal ausente hipoativo 5. Testes...

    2284  Palavras | 10  Páginas

  • Ler/dort

    vários sintomas concomitantes ou não, tais como: dor, parestesia, sensação de peso, fadiga, de aparecimento insidioso, geralmente nos membros superiores, mas podendo acometer membros inferiores. entidades neurológicas e ortopédicas definidas como tenossinovites, sinovites, compressões de nervos periféricos, síndromes miofaciais, que podem ser identificadas ou não. INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS/DC Nº 98 Fisiopatologia São resultado da combinação da sobrecarga das estruturas anatômicas do sistema osteomuscular...

    1121  Palavras | 5  Páginas

  • L.E.R e DORT conceituação

    TENDINITE DO BICIPITAL  Inflamação do tendão do bíceps, provocada por atividade repetida do ombro, do exercício muscular intenso ou de traumas no ombro.  . TENDINITE DE SUPRAESPINHOSO  É a inflamação do tendão do músculo supra-espinhoso em torno da articulação do ombro, pela atividade repetida do braço.  . TENOSSINOVITE  Inflamação dos tecidos sinoviais que revestem os tendões, provocada por esforços repetidos, Podendo  ser dos seguintes tipos:    . TENOSSINOVITE DOS EXTENSORES...

    1894  Palavras | 8  Páginas

  • Ergonomia e postura no trabalho

    superior em abdução. Carregar pesos Artropatias metabólicas e endócrinas, artrites, osteofitose da goteira bicipital, artrose acromioclavicular e radiculopatias (C5-C6) Tendinite do Supra Espinhoso Elevação com abdução dos ombros associada a elevação de força. Carregar pesos sobre o ombro, jogar vôlei ou peteca Bursite, traumatismo, artropatias diversas, doenças metabólicas Tenossinovite de DeQuervain Estabilização do polegar em pinça seguida de rotação ou desvio ulnar do carpo, principalmente...

    4681  Palavras | 19  Páginas

  • Ergonomia na Internet

    aplicá-la corretamente podem trazer variações na qualidade de produção exercida pelos funcionários tendo as causas por doenças adquiridas através de movimentos repetitivos aproximadamente trinta tipos, entre elas as mais comuns são: tendinite, a tenossinovite e a bursite sem contar com a fadiga mental. Dentro desses aspectos positivos da implantação da ergonomia, dentro das grandes empresas e indústrias já está se tendo uma conscientização por parte dos grandes empresários de que apesar de que se tenha...

    1777  Palavras | 8  Páginas

  • cinesiologia do ombro e cotovelo

    costas rodando internamente o braço, a incapacidade de fazê-lo ou de manter o afastamento, se feito passivamente pelo examinador, pode indicar patologia do músculo subescapular. Teste de Yergason É utilizado para diagnosticar tendinite e tenossinovite do tendão da cabeça longa do músculo bíceps do braço. O teste consiste em segurar, pronados, os punhos do paciente, sentado à sua frente, e solicitar que realize movimento de pronação forçada, contra as mãos do examinador. Teste de botão para...

    2095  Palavras | 9  Páginas

  • COLORAÇÃO DE GRAM (MICROBIOTA)

    crônicas de apresentação das DORTs seguidas de seus respectivos CID (Código Internacional de Doença): Tenossinovites (CID 727.02/2) . Tenossinovites dos extensores dos dedos: É a inflamação aguda ou crônica dos tendões e bainhas dos músculos extensores dos dedos. É uma das formas mais frequentes, caracterizada por calor e rubor no local com dor, crepitação e impotência funcional. . Tenossinovite de DeQUERVAIN: Decorrente de espessamento do ligamento anular do carpo no primeiro compartimento dos...

    4033  Palavras | 17  Páginas

  • Testes simples

    estabelecimento do diagnóstico diferencial. * Para diferenciar estruturas. * Para compreender sinais incomuns. * Para esclarecer sinais e sintomas difíceis. PUNHO E MÃO TESTE DE FINKELSTEIN Avalia: tenossinovite dos tendões do abdutor longo do polegar e do extensor curto do polegar (tenossinovite de Quervain) Procedimento: o paciente fecha o punho com o polegar para dentro. Move passivamente o punho para o desviar ulnar. Sinal positivo: reprodução dos sintomas. SINAL DE FROMENT Avalia: paralisia...

    2434  Palavras | 10  Páginas

  • sistema osteomuscular

    problemas, variados quanto a sua caracterização clinica, mas associados a situações de trabalho particulares, constituem atualmente problema geral de saúde pública. O termo genérico ”LER” se refere as várias afecções dos tecidos musculoesqueléticos: tenossinovite, síndrome do túnel do carpo, tendinite do ombro, etc. as quais são objeto de várias especialidades médicas: ortopedial, neurologia, fisiatria, reumatologia, . Porém a denominação “LER” advém do diagnóstico de uma ou outra dessas entidades somente...

    1462  Palavras | 6  Páginas

  • Sindrome do impacto

    contra a superfície anterior do acrômio, e se o úmero estiver rotado internamente, o impacto será contra o ligamento coracoacromial, isso na abdução. Se através de microtraumas de repetição o tendão do supraespinhoso, a bursa subacromial, o tendão bicipital ou qualquer estrutura ali presente, se tornarem inflamados e edemasiados, consequentemente o espaço subacromial se tornará mais restrito, e sabendo que entre 70 e 120 graus de elevação glenoumeral a tuberosidade maior do úmero avança sobre o teto...

    3036  Palavras | 13  Páginas

  • Etiologia das dort nas empresas

    intensos e/ou repetitivos - Posturas viciosas do punho em atividades que exijam constante flexão e extensão - Compressão mecânica em nível de punho - Vibração - Secundária à Tenossinovite flexores - Gravidez - Seqüela de fratura - Secundária à Tenossinovite flexores - Atividades manuais extra-trabalho. Tenossinovite de Quervain Inflamação da bainha do abdutor longo e extensor curto do polegar devio d aforças manuais e desvios de punho - Movimentos intensos e/ou repetitivos - Posturas viciosas...

    3005  Palavras | 13  Páginas

  • Aplicações Clínicas da Massagem

    ...................................................08 Periartrite...............................................................................................................11 Tenossinovite........................................................................................................13 1. Tenossinovite de De Quervain....................................................................15 Conclusão.........................................................................................

    4573  Palavras | 19  Páginas

  • Ergonomia

    superior em abdução. Carregar pesos Artropatias metabólicas e endócrinas, artrites, osteofitose da goteira bicipital, artrose acromioclavicular e radiculopatias (C5-C6). Tendinite do Supra Espinhoso Elevação com abdução dos ombros associada a elevação de força. Carregar pesos sobre o ombro, jogar vôlei ou peteca. Bursite, traumatismo, artropatias diversas, doenças metabólicas. Tenossinovite de DeQuervain Estabilização do polegar em pinça seguida de rotação ou desvio ulnar do carpo, principalmente...

    1730  Palavras | 7  Páginas

  • Radiologia

    abrangem os distúrbios ou doenças do sistema músculo-esqueléticoligamentar. Inúmeras alterações são descritas como doenças secundárias às Lesões por Esforços Repetitivos (LER), sendo do conhecimento de todos o grande número de casos de: Tendinite, Tenossinovite, Peritendinite, Capsulite, Bursites entre outros. A ultrassonografia possui vantagens que contribuem para a valorização como método de diagnóstico por imagem. Trata-se de um método que permite uma avaliação dinâmica das estruturas articulares e...

    3447  Palavras | 14  Páginas

  • segurança do trabalho

    ocorrência de vários sintomas concomitantes ou não, tais como: dor, parestesia, sensação de peso, fadiga, de aparecimento insidioso, geralmente nos membros superiores, mas podendo acometer membros inferiores. Entidades neuro-ortopédicas definidas como tenossinovites, sinovites, compressões de nervos periféricos, síndromes miofaciais, que podem ser identificadas ou não. Frequentemente são causa de incapacidade laboral temporária ou permanente. São resultado da combinação da sobrecarga das estruturas anatômicas...

    4184  Palavras | 17  Páginas

  • dort

    diferencial deve incluir as tendinites e tenossinovites primárias a outras patológicas, como reumatismo, esclerose sistêmica, gota, infecção gonocócica, osteoartrite, diabetes, etc., uma vez que estas também representam frequentes lesões causadas por esforço repetitivo. As lesões inflamatórias causadas por esforços repetitivos já eram conhecidas desde a antiguidade sob outros nomes, como por exemplo, a “Doença dos Quibes”, que nada mais era do que uma tenossinovite, praticamente desaparecendo com a invenção...

    3335  Palavras | 14  Páginas

  • Ergonomia

    diferenças de temperaturas e umidade por distrofia simpático-reflexa, etc. As posturas antálgicas e o receio demonstrado pelo paciente mesmo durante o aperto de mãos devem ser valorizados. Sinais flogísticos francos ocorrem principalmente nas tenossinovites agudas. Muitas vezes o paciente relata sensação de edema, chegando mesmo a afirmar vigorosamente que o apresenta, sem que o médico seja capaz de vê-lo. Os quadros clínicos podem ser de etiologia compressiva, inflamatória ou desconhecida, e...

    4396  Palavras | 18  Páginas

  • Ler dort

    doença. Segundo Michel (2000) (...) Com a revolução Industrial quadros clínicos decorrentes de sobrecarga estática e dinâmica do sistema osteomuscular tornaram-se mais numerosos. Os primeiros registros da LER/DORT no Brasil, foram descritas como tenossinovite ocupacional, em 1973, com incidência em lavadeiras, limpadoras e engomadeiras. Causas O trabalho é importantíssimo na vida do homem, pois, além de ser fonte do seu sustento, é onde ele pode sentir-se útil, produtivo e valorizado. Contudo...

    2597  Palavras | 11  Páginas

  • Cinesiologia

    ritmo escápulo – umeral, exercendo forças conjugadas. (KAPANDJI, 2000). Devido o movimento realizado na articulação glenoumeral, durante a atividade do trabalhador pode se gerar a seguintes patologias: tendinite bicipital, tenossinovite, bursite, síndrome do impacto. A tendinite bicipital ocorre quando a bainha sinovial que revesti o tendão da cabeça longa do bíceps movimenta-se para frente e para trás no sulco intertubercular do úmero, gerando um desgaste desse mecanismo, ocasionando dores no ombro...

    2448  Palavras | 10  Páginas

  • abuso sexual

    particulares, constituem atualmente um problema geral de Saúde Pública reconhecido na maioria dos países industrializados. Mendes (2003) ainda aponta que o termo genérico “LER” se refere às várias afecções dos tecidos musculoesqueléticos (tenossinovite, síndrome do túnel do carpo, tendinite, etc.), as quais são objetivo de várias especialidades médicas como: ortopedia, neurologia, fisiatria e reumatologia. Contudo, para o Ministério da Saúde (2001) esse grupo de transtornos apresenta como...

    5256  Palavras | 22  Páginas

  • Testes e metodos

    rotatoria. Teste: o paciente tem que tocar o angulo superior da escapula oposta e o angulo inferior da escapula oposta, em pé ou sentado. Positivo: dor ou nao conseguir fazer o teste. Teste de Speed: Objetivo: problema no tendão do bíceps(tendinite bicipital) Teste: paciente sentado ou em pé antebraço supinado com rotaçao externa do ombro e cotovelo extendido. Terapeuta palpa o tendão bíceps, solicita para o paciente fazer flexao do ombro com resistencia do terapeuta Positivo: dor Teste de Yergason(instabilidade...

    2614  Palavras | 11  Páginas

  • Síndrome

    contra a superfície anterior do acrômio, e se o úmero estiver rotado internamente, o impacto será contra o ligamento coracoacromial, isso na abdução. Se através de microtraumas de repetição o tendão do supraespinhoso, a bursa subacromial, o tendão bicipital ou qualquer estrutura ali presente, se tornarem inflamados e edemasiados, consequentemente o espaço subacromial se tornará mais restrito, e sabendo que entre 70 e 120 graus de elevação glenoumeral a tuberosidade maior do úmero avança sobre o teto...

    2244  Palavras | 9  Páginas

  • 290909405

    conhecido como “ombro invadido pelo vento frio” ou “ombro cinqüentão”, por manifestar-se próximo aos 50 anos de idade. Dentre outras afecções que fazem parte da periartrite do ombro, encontram-se: a tendinite do músculo supra-espinhoso, a tenossinovite bicipital (inflamação do tendão do músculo bíceps e de sua bainha sinovial), a bursite subacromial (inflamação aguda ou crônica da bolsa serosa localizada sob o acrômio, extremidade da espinha da omoplata), etc. Nos quadros mais graves, podem ocorrer...

    5112  Palavras | 21  Páginas

  • Liquido sinovial

    articulação. Isto pode fazer com que a ultra-sonografia falhe em diagnosticar um derrame no quadril.8 Um derrame na articulação glenoumeral deve ser distinto da bursa subacromial-subdeltóidea. Esta última cobre a superfície anterior do sulco bicipital do úmero e estende-se lateralmente. Como o líquido se acumula entre a superfície anterior do tendão infra-espinhoso e a parte posterior do cabeça umeral, recomenda-se uma abordagem ultra-sonográfica posterior para a detecção de um derrame glenoumeral...

    4914  Palavras | 20  Páginas

  • Perfil dos trabalhadores penitenciários

    do trabalho), têm sido apontados como os principais determinantes para a disseminação da doença (ASSUNÇÃO & ROCHA, 1995). Os danos causados aos trabalhadores são percebidos quando se analisam as mudanças no perfil de morbidade. A tenossinovite, tendinite, bursite, epicondilite, síndrome do túnel do carpo e cervicalgia estão entre as maiores responsáveis pelos afastamentos do trabalho na população com menos de 40 anos e em particular as mulheres (SETTIMI, et. al, 1997). Essas mulheres...

    9320  Palavras | 38  Páginas

  • LER e DORT

    primeiramente descritos como tenossinovites ocupacionais. Foram apresentados, no XII Congresso Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho (1973), casos de tenossinovites ocupacionais em lavadeiras, limpadoras e engomadeiras, recomendando-se que fossem observadas pausas de trabalho daqueles que operavam intensamente com as mãos. No campo social, sobretudo na década de 80, os sindicatos dos trabalhadores de processamento de dados travaram uma luta pelo enquadramento da tenossinovite como doença do trabalho...

    14693  Palavras | 59  Páginas

  • Tenossinovite de De Quervain

    BIBLIOGRÁFICAS…………………………………………………………………..11 1. INTRODUÇÃO A Tenossinovite Estenosante de De Quervain, é uma tendinite crónica descrita pela primeira vez pelo médico suíço Fritz De Quervain em 1895. Esta doença é cada vez mais frequente na nossa sociedade, quer devido a fatores ocupacionais quer devido a fatores internos. No punho existem vários tendões que são responsáveis pela extensão e flexão dos dedos e do punho, sendo que a Tenossinovite de De Quervain incide sobre os tendões abdutor longo (AL)...

    2366  Palavras | 10  Páginas

  • A importância das pausas em postos com entrada de dados

    uma postura e sobrecargas estáticas dos segmentos restantes (RIBEIRO, 1997). Segundo Couto (1998), Rocha descreveu no ano de 1989 relatos de trabalhadores que laboravam com processamento de dados realizaram um movimento para ser reconhecida a tenossinovite como doença ocupacional. Esses relatos discutiam o grande problema das empresas em aceitar as tendinites como nexo do trabalho, de forma que sindicalista realizava pressão maciça na previdência social para o reconhecimento de tal patologia,...

    7143  Palavras | 29  Páginas

  • semiologia testes especiais

    estável no sulco bicipital, positivo dor no sulco intertubercular do ombro ou estalidos (pela subluxação do tendão da cabeça longa do bíceps). Teste De Speed Como realizar Braço em flexão, com antebraço estendido e supinado; colocar o dedo de uma das mãos sobre o sulco bicipital, e a mão oposta sobre o punho do paciente; paciente deve elevar o braço contra resistência. Objetivo Testa o tendão do bíceps no sulco bicipital. Dor espontânea ou a palpação é indicadora de tendinite bicipital. Teste...

    4889  Palavras | 20  Páginas

  • Sinovite E Tenossinovite

    Sinovite e tenossinovite Conceito; O termo sinovite é utilizado para descrever uma inflamação do tecido que reveste a parte interior das articulações, chamada membrana sinovial. Ela pode ocorrer em qualquer articulação (ou junta) do corpo, mas é mais comum no joelho, no quadril e na mão. Causas; As causas da sinovite podem ser: Trauma direto na articulação Excesso de uso (doença do trabalho)  Infecção viral O tecido sinovial, que é responsável por produzir o lubrificante da articulação, começa a...

    530  Palavras | 3  Páginas

  • Tenossinovite equina

    1. Introdução geral Seja trabalho, esporte ou laser, os equinos dependem da capacidade de se movimentar, por isso devemos estar atentos as patologias que acometem seu sistema locomotor, dentre elas destacamos a tenossinovite, popularmente conhecidas como “ovas”, que apresentam-se como uma inflamação da bainha tendínea, revestidos por membrana sinovial que secretam líquido sinovial (BARNABÉ et al, 2004) podendo haver comprometimento das camadas fibrosas adjacentes. O problema se manifesta pela...

    1330  Palavras | 6  Páginas

  • Ler/dort

    terminologia - DORT - para fins de atualização desta norma, o uso do termo LER nesta seção justifica-se, para se manter a referência bibliográfica. As LER representam um grupo heterogêneo de quadros clínicos, alguns deles bem definidos como tenossinovite, sinovite ou epicondilite e outros mais difusos. O estigma criado em torno da LER contribui para que o paciente tenha receio em recorrer à assistência médica, a não ser quando já se encontra com dificuldade de manter o ritmo de trabalho. Somado...

    9473  Palavras | 38  Páginas

  • Tenossinovite Estenosante de De Quervain

    doenças vêm expandindo-se de tal forma que estão adquirindo características de uma “verdadeira epidemia”. Também sendo uma doença relacionada ao trabalho, a Tenossinovite Estenosante de De Quervain, caracteriza-se por ser a inflamação da bainha do abdutor longo e extensor curto do polegar, no primeiro compartimento dorsal do punho. A Tenossinovite Estenosante de De Quervain foi descoberta no final do século XIX, no ano de 1895, por um cirurgião suíço chamado Fritz de Quervain, sendo inicialmente chamada...

    2349  Palavras | 10  Páginas

  • DIRETRIZES PERICIAIS EM ORTOPEDIA

    ................................................. 92 SINOVITES, TENOSSINOVITES E EPICONDILITES .................................................................................... 95 EXAME MÉDICO-PERICIAL NAS SINOVITES, TENOSSINOVITES E EPICONDILITES ................................... 95 MANOBRAS SEMIOLÓGICAS (TESTES ESPECIAIS) SUGERIDAS NAS PATOLOGIAS DOS MEMBROS SUPERIORES..................... 96 SINOVITES E TENOSSINOVITES (M65)..............................................................

    55886  Palavras | 224  Páginas

  • Complexo do ombro

    limitação dos movimentos da articulação gleno-umeral, basicamente a abdução e rotação externa, associada ou não a outros processos patológicos. Etiologia • Síndrome do Impacto • Rupturas do manguito • Tendinite calcárea ou bicipital • Imobilização prolongada • Patologias cardíacas ou pulmonares • Distrofia Simpático-reflexa Patogenia • A cápsula, posteriormente a uma patologia, torna-se inflamada e aderente à cabeça do úmero (como se fosse...

    2718  Palavras | 11  Páginas

  • Trabalho Patologia Samuel

    analgésicos; antiinflamatórios; relaxantes musculares; fisioterapia passiva: ultra-som, massagem, mobilização, tens; fisioterapia ativa: exercícios e reeducação postural; educação e orientação dos pacientes. A cirurgia raramente é indicada. Sinovites e tenossinovites: Dedo em gatilho De Quervain Doenças inflamatórias que acometem bainhas tendíneas e tendões. Dor generalizada; parestesia; edema; rigidez matinal; alterações subjetivas da temperatura; limitação de movimentos; diminuição da produtividade e distúrbios...

    4725  Palavras | 19  Páginas

  • oiknvon

    pulso digital. 8) Localização dos trajectos arteriais a palpar: carotídeo – coloque os dedos sobre a face lateral da laringe e deslize posteriormente até sentir a artéria sobre os músculos pré-vertebrais; umeral – internamente ao tendão bicipital; radial – internamente à apófise estiloideia do rádio; femoral – cruza o ponto médio de uma linha imaginária que une a espinha ilíaca ântero-superior e a sínfise púbica; popliteu – na fossa popliteia, internamente (peça ao doente para flectir...

    11012  Palavras | 45  Páginas

  • Pisicologia

    .............................................54 Figura 15 - Nervo Ciático....................................................................................................55 Figura 16 - Os tendões quando inflamam podem causar tendinite ou tenossinovite ..........63 Figura 17 - Foto de microscopia óptica d a bactéria bacillus ..............................................68 Figura 18 - Foto de microscopia óptica d a bactéria bacillus cerus.....................................69 Figura 19 -...

    17879  Palavras | 72  Páginas

  • Síndrome de de quervain - tenossinovite

    Síndrome de De Quervain - TENOSSINOVITEIntrodução: Como veremos a seguir, a tenossinovite ou síndrome de De Quervain, é uma doença que ocorre pelo acometimento dos tendões abdutor longo e extensor curto do polegar na região em que atravessam uma espessa bainha fibrosa, próxima do processo estilóide do rádio. A síndrome de De Quervain, comum em mulheres entre os 30 e 50 anos de idade, podendo ser observados (à palpação dos tendões) dor, tumefação e crepitação na tabaqueira anatômica. Apesar...

    2386  Palavras | 10  Páginas

  • Tenossinovite de De Quervain

    global. Sinder (2000, apud SILVA 2006) a tenossinovite de De Quervain, mais especificamente, caracteriza-se pela irritação ou tumefação dos tendões no lado radial do punho. A inflamação espessa a bainha que recobre o tendão promovendo a constrição do mesmo. O que pode acarretar um fenômeno de "disparo", em que o tendão parece travar, quando se realiza movimentos com o polegar. Geralmente, primeiro compartimento extensor está envolvido. A tenossinovite de De Quervain foi descoberta no final do...

    4540  Palavras | 19  Páginas

  • Cartila ler/dor

    inicialmente descritas como tenossinovite ocupacional, das quais foram apresentados casos verificados em lavadeiras, limpadoras e engomadeiras, durante o XII Congresso Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, em 1973. Na ocasião, foram recomendadas pausas de trabalho para aqueles trabalhadores cujas atividades implicassem em operar intensamente com as mãos. Só bem mais tarde, porém, mais especificamente em 1987 , é que a Previdência Social passou a reconhecer a tenossinovite do digitador como doença...

    6128  Palavras | 25  Páginas

  • Artigo sobre LER

    descritas como tenossinovite ocupacional. Foram apresentados, no XII Congresso Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho - 1973, casos de tenossinovite ocupacional em lavadeiras, 4 limpadoras e engomadeiras, recomendando-se que fossem observadas pausas de trabalho daqueles que operavam intensamente com as mãos. No campo social, sobretudo na década de 80, os sindicatos dos trabalhadores em processamento de dados travaram uma luta pelo enquadramento da tenossinovite como doença do trabalho...

    12614  Palavras | 51  Páginas

  • A GINÁSTICA LABORAL COMO FATOR DETERMINANTE NA PRODUÇÃO E SAÚDE DO TRABALHADOR.

    relato que associava queixas de dores nos membros superiores a atividade de trabalho foi feito por Ramazzini, em 1713. (Martins, 2001) A LER só foi descrita em 1973 como tenossinovite ocupacionais durante o XII Congresso Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Somente em 1987, a Previdência Social passou a reconhecer a tenossinovite como doença ocupacional, devido à pressão de sindicatos dos trabalhadores. Em 05 de Agosto de 1998 por meio da Ordem de Serviço 606, do Ministério da Previdência e...

    6809  Palavras | 28  Páginas

  • Trabalho ergonomia

    que mais prevalece, segundo estatísticas referentes à população trabalhadora (INSS, 1997). No entanto, devido a movimentos sociais, foi que em 1987, deu-se o reconhecimento oficial de que existiam lesões. Era a chamada doença do digitador (Tenossinovite do digitador), considerada como doença ocupacional. Mas neste contexto não estavam incluídas outras categorias profissionais (PrevLER 2000). 21 Mas com todo esse estudo, associados ao movimento social e dos trabalhadores na época, viu-se...

    13617  Palavras | 55  Páginas

  • tendinopatias

    provoca doença na estrutura do tendão que fica mais fraco e sujeito a uma ruptura com pequeno esforço. TIPOS DE TENDINOPATIAS Epicondilite Lateral Inflamação do epicôndilo lateral; Dor sobre o epicôndilo lateral que irradia ao antebraço; Tenossinovite bicipital Inflamação na bainha sinovial do tendão da cabeça longa do bíceps; Dor na região do bíceps que irradia para face anterior do braço; Fasciite palmar Fibrose da fáscia palmar; Contratura em flexão das mãos, atrofia dos músculos das mãos...

    4369  Palavras | 18  Páginas

  • Plexo Braquial

    antebraço lateral do cotovelo ao punho. Pode ser lesado em trauma na área do ombro ou após exercício rigoroso com remo, a lesão caracteriza atrofia dos músculos flexores do braço e fraqueza da flexão do cotovelo, fraqueza da supinação, perda do reflexo bicipital. Nervo Axilar (Nervo Circunflexo): origina-se na corda posterior do plexo braquial (C5, C6) e inerva o deltóide e o redondo menor. A distribuição sensitiva se localiza numa pequena área quadrilátera na arte superior e lateral do braço. Pode ser...

    3290  Palavras | 14  Páginas

  • CONTESTAÇÃO TRABALHISTA

    documentos acostados na inicial, entretanto deve se ressaltar que em momento algum teve efetivamente qualquer acidente do trabalho. Na realidade foi acometida a reclamante por doença diagnosticada como epicondilite lateral esquerda, tendinopatia e tenossinovite, a reclamada não reconheceu como doença ocupacional, porém o CRST. Órgão da PMSP. Mooca, assim reconheceu, tanto que a Reclamada não emitiu a CAT. Quem emitiu foi o CRST. MOOCA da PMSP. (doc. ). Assim feito a Reclamante esteve afastada por Auxilio...

    4967  Palavras | 20  Páginas

  • Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho

    projeção de semilunar na mão dominante de homens com idade entre 20 e 45 anos. Em 10% dos casos pode ser bilateral c. Sinais: a extensão do dedo médio pode provocar dor local (em ossos do punho) o Sinovites, Tendinites, Peritendinites e Tenossinovites de antebraço, punho e dedos (M65.3 a M65.8, M70.0 a M70.8) a. Definição: inflamação de tendões, ligação músculo-tendão, tecidos sinoviais de punho e antebraço. Nos processos crônicos de tendões há alterações degenerativas. b. Sintomas: dor...

    5238  Palavras | 21  Páginas

  • Melhoria layout numa industria

    DO TRABALHO 19 1.6 LIMITAÇÃO DO ESTUDO 20 1.7 ESTRUTURA DO TRABALHO 20 2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 21 2.1 CONCEITOS DA ERGONOMIA 21 2.1.1 Objetivos da Ergonomia 23 2.1.2 Benefícios da Ergonomia 23 2.2 LER E DORT 24 2.2.1 Tenossinovite 25 2.2.1.1 Sintomas da Tenossinovite 25 2.2.2 Tendinite 26 2.2.3 Bursite 26 2.2.3.1 Causas da Bursite 27 2.3 FATORES CAUSAIS DE DOENÇAS RELACIONADAS AO TRABALHO 27 2.4 ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO 27 2.5 QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO 28 2.6 ANÁLISES ERGONÔMICAS...

    16062  Palavras | 65  Páginas

  • História da Ergonomia

    punho e, em flexão, apenas 45%. Se houver contração muscular estática, a força no membro cai para apenas 60%. Quando é apenas o tendão que se inflama, temos a TENDINITE. Quando, além do tendão, também se inflama a bainha sinovial, temos a TENOSSINOVITE. Veja a Ilustração 5: Bainha Sinovial Tendão Um exemplo de tarefa executada com ângulo-limite é visto na Foto 02: um Torneiro está dando acabamento em peças, usando uma lixa acoplada a um pedaço de madeira. ...

    15053  Palavras | 61  Páginas

  • Ergonomia

    punho e, em flexão, apenas 45%. Se houver contração muscular estática, a força no membro cai para apenas 60%. Quando é apenas o tendão que se inflama, temos a TENDINITE. Quando, além do tendão, também se inflama a bainha sinovial, temos a TENOSSINOVITE. Veja a Ilustração 5: Bainha Sinovial Tendão Um exemplo de tarefa executada com ângulo-limite é visto na Foto 02: um Torneiro está dando acabamento em peças, usando uma lixa acoplada a um pedaço de madeira. Observe que o cotovelo...

    13693  Palavras | 55  Páginas

  • AGENTES PATOGÊNICOS CAUSADORES DE DOENÇAS PROFISSIONAIS

    Fascia Palmar: “Contratura ou Moléstia de Dupuytren” (M72.0) 6    Lesões do Ombro (M75.-): Capsulite Adesiva do Ombro (Ombro Congelado, Periartrite do Ombro) (M75.0); Síndrome do Manguito Rotatório ou Síndrome do Supraespinhoso (M75.1); Tendinite Bicipital (M75.2); Tendinite Calcificante do Ombro (M75.3); Bursite do Ombro (M75.5); Outras Lesões do Ombro (M75.8); Lesões do Ombro, não especificadas (M75.9) 7    Outras entesopatias (M77.-): Epicondilite Medial (M77.0); Epicondilite lateral (“Cotovelo...

    14203  Palavras | 57  Páginas

  • Doenças relaciondas ao trabalho

    da Fascia Palmar: “Contratura ou Moléstia de Dupuytren” (M72.0) Lesões do Ombro (M75.-): Capsulite Adesiva do Ombro (Ombro Congelado, Periartrite do Ombro) (M75.0); Síndrome do Manguito Rotatório ou Síndrome do Supraespinhoso (M75.1); Tendinite Bicipital (M75.2); Tendinite Calcificante do Ombro (M75.3); Bursite do Ombro (M75.5); Outras Lesões do Ombro (M75.8); Lesões do Ombro, não especificadas (M75.9) Outras entesopatias (M77.-): Epicondilite Medial (M77.0); Epicondilite lateral (“Cotovelo de Tenista”);...

    12230  Palavras | 49  Páginas

  • Doenças relacionadas ao trabalho

    |Lesões do Ombro (M75.-): Capsulite Adesiva do Ombro (Ombro Congelado, Periartrite do Ombro) (M75.0); Síndrome| | |do Manguito Rotatório ou Síndrome do Supraespinhoso (M75.1); Tendinite Bicipital (M75.2); Tendinite | | |Calcificante do Ombro (M75.3); Bursite do Ombro (M75.5); Outras Lesões do Ombro (M75.8); Lesões do Ombro, | | |não especificadas (M75.9) ...

    10918  Palavras | 44  Páginas

  • Segurança do trabalho

    Outros transtornos especificados dos tecidos moles (M79.8)69  Lesões do Ombro (M75.-): Capsulite Adesiva do Ombro (Ombro Congelado, Periartrite do Ombro) (M75.0); Síndrome do Manguito Rotatório ou Síndrome do Supraespinhoso (M75.1); Tendinite Bicipital (M75.2); Tendinite Calcificante do Ombro (M75.3); Bursite do Ombro (M75.5); Outras Lesões do Ombro (M75.8); Lesões do Ombro, não especificadas (M75.9)  Osteonecrose (M87.-): Osteonecrose Devida a Drogas (M87.1); Outras Osteonecroses Secundárias...

    15419  Palavras | 62  Páginas

  • Doeças relacionadas ao trabalho

    da Fascia Palmar: “Contratura ou Moléstia de Dupuytren” (M72.0) Lesões do Ombro (M75.-): Capsulite Adesiva do Ombro (Ombro Congelado, Periartrite do Ombro) (M75.0); Síndrome do Manguito Rotatório ou Síndrome do Supraespinhoso (M75.1); Tendinite Bicipital (M75.2); Tendinite Calcificante do Ombro (M75.3); Bursite do Ombro (M75.5); Outras Lesões do Ombro (M75.8); Lesões do Ombro, não especificadas (M75.9) Outras entesopatias (M77.-): Epicondilite Medial (M77.0); Epicondilite lateral (“Cotovelo de Tenista”);...

    11551  Palavras | 47  Páginas

tracking img