Tcc Sobre Preconceito Linguistico artigos e trabalhos de pesquisa

  • O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA SOCIEDADE: O PORTUGUÊS FALADO, POR PESSOAS COM BAIXA INSTRUÇÃO ESCOLAR.

    Literaturas O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA SOCIEDADE: O PORTUGUÊS FALADO, POR PESSOAS COM BAIXA INSTRUÇÃO ESCOLAR. Acadêmico: Diego Müller Vieira Rio de Janeiro 06/2013 O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA SOCIEDADE: O PORTUGUÊS FALADO, POR PESSOAS COM BAIXA INSTRUÇÃO ESCOLAR. Diego Müller Vieira Projeto de pesquisa elaborado junto ao Curso de Letras (modalidade EAD) da Universidade Estácio de Sá, em cumprimento às tarefas da disciplina Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), como parte...

    1522  Palavras | 7  Páginas

  • preconceito linguistico regional

    LETRAS/PORTUGUÊS/INGLÊS KARLA CAROLINA DA SILVA PATRICIA MELO NUNES PRECONCEITO LINGUISTÍCO: NA VARIAÇÃO REGIONAL. SÃO PAULO 2014 ELZA ROSELI TEODORO DE ALMEIDA KARLA CAROLINA DA SILVA PATRICIA MELO NUNES PRECONCEITO LINGUÍSTICO: NA VARIAÇÃO REGIONAL. Trabalho de conclusão de curso (TCC) apresentada ao centro Universitário Ítalo Brasileiro, como parte dos requisitos para obtenção...

    5271  Palavras | 22  Páginas

  • Ajudar tcc

    Aluna: Semestre: 5º Telefone: Data prevista para a entrega do TCC: 06 de Novembro de 2013 Orientador: Professora A atividade de pesquisa para elaborar o projeto de TCC necessita de pesquisa, estudo, boa vontade, interesse e cumplicidade. Para que sua pesquisa seja satisfatória responda: * Tema? LIBRAS. A importância da Afetividade na Educação Infantil. * Provável título. O QUE É LIBRAS 1. A Relação Professor-Aluno na Educação Infantil. O que você pretende pesquisar? (problema) Percebe-se...

    1062  Palavras | 5  Páginas

  • As variantes lingüísticas, a oralidade e o preconceito lingüístico na sociedade brasileira “o preconceito lingüístico”

    As variantes lingüísticas, a oralidade e o preconceito lingüístico na sociedade brasileira “o preconceito lingüístico” Itambé-Bahia 2010 Faculdade Batista Brasileira Padma, Pós-graduação e Projetos Educacionais Maruzana Gonçalves Gusmão Itambé – Bahia 2010 Maruzana Gonçalves Gusmão Monografia apresentada como trabalho de conclusão de curso (TCC) do Curso de Lingüística e Literatura da Faculdade...

    9640  Palavras | 39  Páginas

  • As variantes lingüísticas, a oralidade e o preconceito lingüístico na sociedade brasileira “o preconceito lingüístico”

    As variantes lingüísticas, a oralidade e o preconceito lingüístico na sociedade brasileira “o preconceito lingüístico” Itambé-Bahia 2010 Faculdade Batista Brasileira Padma, Pós-graduação e Projetos Educacionais Maruzana Gonçalves Gusmão Itambé – Bahia 2010 Maruzana Gonçalves Gusmão Monografia apresentada como trabalho de conclusão de curso (TCC) do Curso de Lingüística e Literatura da Faculdade...

    9640  Palavras | 39  Páginas

  • TCC - O ensino de SLANG em sala de aula Porque e como fazê- lo.

     INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE ITABIRA – ISEI Curso: 6º Período – Letras Disciplina: TCC Aluno: Alisson Morais Guimarães. O ensino de SLANG em sala de aula: Porque e como fazê- lo. Justificativa O termo “slang” do inglês - gíria (em português) segundo definições apresentadas pelo dicionário HOUAISS pode ser entendido como: “1- linguagem informal caracterizada por um vocabulário rico em idiomatismos metafóricos, jocosos, elípticos, ágeis e mais efêmeros que...

    2203  Palavras | 9  Páginas

  • PRECONCEITO LINGUISTICO

    19/02/2015 Preconceito lingüístico e coitadismo lingüístico | Implicante Preconceito lingüístico e coitadismo lingüístico Por Flávio Morgenstern Kindle O livro do MEC não é novidade no reino das Letras – é até fichinha perto da subserviência à ignorância que as faculdades obrigam seus alunos a aceitarem. O objetivo do plano tem, sim, a assinatura do PT. „Gelernt habe ich dort nur Latein und Lügen.” (Lá [na escola] aprendi apenas duas coisas: latim e mentiras.) – Hermann Hesse (com a diferença de ...

    24869  Palavras | 100  Páginas

  • Tcc libras

    TCC DE LIBRAS A HISTÓRIA DE LIBRAS Língua Brasileira de sinais (LIBRAS) vem da origem das linguagens dos sinais não se sabe exatamente quando as línguas de sinais se iniciaram, mas sua origem remonta as épocas anteriores aquelas em que foram sendo desenvolvidas as línguas orais. Uma pista para esta possibilidade das línguas de sinais terem se desenvolvido primeiro que as línguas orais é o fato dos bebes desenvolverem a coordenação motora antes de se tornar capaz falar. Com o decorrer...

    1533  Palavras | 7  Páginas

  • TCC DE LINGUÍSTICA

    Guamá-Pará 2010 MARIA DE JESUS LIMA GOMES MARIA IRACY TRINDADE DA CRUZ A QUESTÃO SÓCIO-ECONÔMICA E SUA INFLUÊNCIA NA VARIAÇÃO LINGUÍSTICA DOS ALUNOS DA 5ª SÉRIE DA ESCOLA SANTA TEREZINHA EM AURORA DO PARÁ: UMA PESQUISA ETNOGRÁFICA TCC apresentado ao Instituto de Educação Superior e Serviço Sociais do Brasil IESSB, para obtenção do título de Licenciatura Plena em Letras com Habilitação em Língua Inglesa, sob a orientação da professora Márcia Monteiro Carvalho. São...

    12107  Palavras | 49  Páginas

  • TCC DE LINGUISTICA

    Guamá-Pará 2010 MARIA DE JESUS LIMA GOMES MARIA IRACY TRINDADE DA CRUZ A QUESTÃO SÓCIO-ECONÔMICA E SUA INFLUÊNCIA NA VARIAÇÃO LINGUÍSTICA DOS ALUNOS DA 5ª SÉRIE DA ESCOLA SANTA TEREZINHA EM AURORA DO PARÁ: UMA PESQUISA ETNOGRÁFICA TCC apresentado ao Instituto de Educação Superior e Serviço Sociais do Brasil IESSB, para obtenção do título de Licenciatura Plena em Letras com Habilitação em Língua Inglesa, sob a orientação da professora Márcia Monteiro Carvalho. São...

    12718  Palavras | 51  Páginas

  • Gramática e preconceito avaliar a língua ou a classe social do indivíduo-falante?

    EAD – LICENCIATURA PORTUGUÊS / ESPANHOL ERIKA DE SOUZA BUENO EDYANE MARIA DE SOUZA GONÇALVES GRAMÁTICA E PRECONCEITO AVALIAR A LÍNGUA OU A CLASSE SOCIAL DO INDIVÍDUO-FALANTE? SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 2009 UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO CURSO DE LETRAS EAD – LICENCIATURA PORTUGUÊS / ESPANHOL Erika de Souza Bueno Edyane Maria de Souza Gonçalves Gramática e Preconceito AVALIAR A LÍNGUA OU A CLASSE SOCIAL DO INDIVÍDUO-FALANTE? Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso...

    11034  Palavras | 45  Páginas

  • preconceito linguistico

    r Marcos Bagno defende a língua portuguesa falada pelos brasileiros. Faz uma análise critica dos mitos, concluindo que não há fundamento racional. Relata ainda que os meios de comunicaçãoestimulem o preconceito.  Defende o uso da língua viva, verdadeiramente usada no Brasil. E que os Mestres deveriam fortalecer a língua norma (padrão), de maneira critica abrindo possibilidades deestudos. Marcos Bagno sugere que as variações da língua deveriam ser analisadas e inseridas na gramática normativa para...

    518  Palavras | 3  Páginas

  • TCC convivencia com o semiarido

    SERTÃO EFASE-ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DO SERTÃO Emílio dos Santos Baraúna TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CRUSO TECNICO EM AGRROPECUARIA Itiúba, Maio de 2014 EMÍLIO DOS SANTOS BARAÚNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TECNICO EM AGROPECUARIA TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) exigido pelo o Curso Técnico em Agropecuária como pré-requisito de avaliação da EFASE- Escola Família agrícola do Sertão. Itiúba, setembro de 2014 SUMÁRIO 1. AGRADECIMENTO 2. MENSAGEM DE ABERTURA 3. INTRODUÇÃO...

    6685  Palavras | 27  Páginas

  • preconceito linguístico

    Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Língua Portuguesa com ênfase em Produção Textual PRÉ-PROJETO DE PESQUISA Elane Marinho da Silva Título provisório PRECONCEITO LINGUÍSTICO: diferença linguística urbana e rural Brasília 2013 ELANE MARINHO DA SILVA PRECONCEITO LINGUÍSTICO: diferença linguística urbana e rural Pré-projeto de Pesquisa apresentado à disciplina Metodologia da Pesquisa Científica para elaboração do Trabalho de Conclusão de...

    1967  Palavras | 8  Páginas

  • Preconceitos Linguísticos

     PRECONCEITO LINGUÍSTICO 1- O que é preconceito Antes de começarmos a falar sobre preconceito lingüístico temos que saber o que é preconceito, o que ele faz e porque ele ocorre. Preconceito é uma idéia ou conceito preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória perante pessoas, lugares ou tradições consideradas diferentes ou “estranhas”, e costuma indicar desconhecimento pejorativo de alguém, ou de um grupo social ao que lhe é diferente. Observa-se...

    1623  Palavras | 7  Páginas

  • Preconceito linguistico

    tema preconceito linguístico e como devemos reagir a essa situação que presenciamos muitas vezes sem perceber e que esta no nosso dia a dia. também levanta hipóteses e discussões de como diminuir esse preconceito e levantar ideias de como discutir isso de modo que acabe essa visão negativa que e o preconceito linguístico. Introdução Pesquisas sobre preconceito linguístico e como se fazer para diminuir esse ato que muitas vezes praticamos sem perceber, a mitologia do preconceito linguístico...

    1719  Palavras | 7  Páginas

  • PRECONCEITO LINGUISTICO

    Preconceito linguístico. Entende-se como preconceito linguístico o julgamento depreciativo contra determinadas variedades linguísticas. Segundo a linguista Marta Scherre, o "julgamento depreciativo, desrespeitoso, jocoso e, consequentemente, humilhante da fala do outro ou da própria fala" geralmente atinge as variedades associadas a grupos de menor prestígio social. Variação linguística e preconceito. Da mesma forma que a humanidade evolui e se modifica com o passar do tempo, a língua acompanha...

    1613  Palavras | 7  Páginas

  • Preconceito linguistico

    VARIEDADE LINGUÍSTICA X PRECONCEITO LINGUÍSTICO Thaynara Pontieri dos Santos¹ Deivid de Oliveira Silva² Anápolis, março de 2013. Resumo Atualmente, a sociedade condena qualquer tipo de preconceito. Entretanto, há um preconceito, não menos importante e ridicularizador que os outros, que não é notado com tanta frequência, e consequentemente passa despercebido pela maioria de nós: o preconceito linguístico. Se bem observarmos, veremos que esse preconceito está espalhado por aí, levantando...

    2467  Palavras | 10  Páginas

  • Preconceito linguístico

    A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MATHEUS FERNANDES ALVES FRASÃO EMAIL: MATHEUS-SHARED@HOTMAIL.COM 1° ANO DE ELETROTÉCNICA PRECONCEITO LINGUÍSTICO RESUMO O artigo fala do preconceito lingüístico sobre o português brasileiro. Fala dos preconceitos internos que são sofridos entre regiões do próprio país onde se encontra a variação de linguagem. A escola tem grande importância na educação do país, pois tem grande influência...

    1938  Palavras | 8  Páginas

  • Preconceito linguistico

    PRECONCEITO LINGUÍSTICO Gislaine Karen de Almeida Rita Dalva Fabiola Buttenbender Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Curso (LED0177) – Prática do Módulo III 15/12/12 RESUMO Uma das grandes dificuldades do ser humano é lidar com as diferenças. Ao se revelar a diversidade, em muitas ocasiões, apresenta-se a tensão, a intolerância e, principalmente, o preconceito, que se decreta como uma postura escusa, sem fundamentos, para com as diferenças manifestadas nas...

    2224  Palavras | 9  Páginas

  • Na onda do preconceito linguístico

    ONDA DO PRECONCEITO LINGUÍSTICO ENSAIO PRECONCEITO LINGUÍSTICO. INTRODUÇÃO. Este trabalho tem por objetivo falar sobre o preconceito linguístico, algo frequente nos dias atuais. O preconceito linguístico acontece e é praticado em qualquer lugar ou parte do mundo, mas tratando de Brasil, o mesmo é discriminado e associado por não falar corretamente. Mas o que é não falar corretamente? Será que todos falam errado? Neste contexto, as analises partiram em discernir e explanar um pouco sobre o preconceito...

    962  Palavras | 4  Páginas

  • Preconceito linguistico

    O que é o preconceito linguistico e sua origem.-1 O que é? O preconceito linguístico nada mais é do que um preconceito social que distingue e separa classes sociais, estigmatizando ou prestigiando falantes da língua portuguesa brasileira. É importante sabermos alguns conceitos sobre a língua: - O preconceito linguístico é uma forma de preconceito a determinadas variedades linguísticas. -  Para a linguística os chamados erros gramaticais não existem nas linguas naturais. - A língua falada...

    1995  Palavras | 8  Páginas

  • PRECONCEITO LINGUÍSTICO

    PADRÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, COMO SE FAZ Goiânia 2012 Valcilene Ferreira dos Santos PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, COMO SE FAZ Trabalho de Português para fins avaliativos da N2, que tem por objetivo demonstrar o resumo e a resenha do livro preconceito linguístico, o que é, como se faz Escrito por Marcos Bagno Prof°: Mauricio...

    3496  Palavras | 14  Páginas

  • Preconceito linguistico

    PRECONCEITO LINGUISTICO EM SEU ENTORNO SOCIAL?: UMA QUESTÃO DE REGIONALIDADE Renato de Menezes Pereira, cursando Licenciatura em Geografia. E-mail: trab.renato@hotmail.com RESUMO: Este artigo tem como objetivo informar as pessoas sobre o preconceito linguístico, e conscientiza-las a não tomar essas atitudes que são mal pensadas, pois não é justo corrigir pessoas, ou ignora-las por não terem a oportunidade de aprender a norma culta. Este trabalho tem suma importância no meio educacional, pois...

    1421  Palavras | 6  Páginas

  • Preconceito Linguistico

     INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS BELÉM TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL Bárbara Castelo Erick Sena Ingrid Lindner Júlia Danin PRECONCEITO LINGUÍSTICO Belém – PA Setembro / 2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS BELÉM TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL Bárbara Castelo Erick Sena Ingrid Lindner Júlia Danin Trabalho de pesquisa apresentado ao...

    1468  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha preconceito linguistico

    pronúncias, fonetismo, da Língua Portuguesa do Brasil, nas diversas regiões do país. Isso gera uma polêmica sobre quem realmente fala o português corretamente. Essa polemica gera um preconceito denominado, preconceito lingüístico, na qual este artigo tratará este assunto, baseando no livro de Marcos Bagno e nas pesquisas de campo desenvolvidas por nossa equipe. O Preconceito Lingüístico As pessoas do Rio de Janeiro ao pronunciar a consonte “s” em palavras como posto, casta, história libera o...

    2089  Palavras | 9  Páginas

  • PRECONCEITO LINGUISTICO

    coladaweb.com/literatura/preconceito-linguistico-no-brasil Sala A Professora: Nilzanil Barros Amanda Melissa Souza da Silva Eliane ____________________________________________________ Erica _____________________________________________________ Kelle _____________________________________________________ Luciana ___________________________________________________ INTRODUÇÃO: O livro de Marcos Bagno: Preconceito Linguístico - O que é e como se faz...

    2036  Palavras | 9  Páginas

  • preconceito linguistico na sala de aula

     Curso de Letras Disciplina: Metodologia de Projetos Professor : Estudante: Divina das Graças Oliveira Mota 1. Elementos de um projeto de pesquisa Tema Preconceito Linguístico na sala de aula. Delimitação do Tema Atitudes linguísticas constrangedoras na sala de aula. OBJETO DE PESQUISA. Atitudes linguísticas do professor no momento de ensinar a gramática normativa que podem deixar o aluno constrangido na sala de aula, e, com isso prejudicar o processo de aprendizagem do aluno...

    1093  Palavras | 5  Páginas

  • Preconceito Linguístico

    Mito 4: “As pessoas sem instrução falam tudo errado” (Preconceito Linguístico de Marcos Bagno) O foco do nosso estudo é falar sobre um tema que se faz presente em nossa sociedade: o preconceito linguístico. Mas, para compreender melhor o assunto abordado, começaremos conceituando, o que é preconceito? É uma ideia ou conceito preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória perante pessoas, lugares ou tradições considerados diferentes ou "estranhos", e costuma indicar...

    520  Palavras | 3  Páginas

  • Preconceito linguistico

    PRECONCEITO LINGÜÍSTICO O que é, como se faz? Introdução O estudo da língua tem um certo elemento de tema político, por se tratar de pessoas, de seres humanos. Lidar com a língua somente na forma normativa, é um grande erro milenar, pois leva a Língua em consideração como se fosse uma coisa morta, esquecendo-se das pessoas, que são vivas, que falam. Com base nisso, surgiu o preconceito lingüístico. Foi criado no curso da história entre a língua e a gramática normativa. ...

    1737  Palavras | 7  Páginas

  • Preconceito linguistico

    CAPÍTULO I Preconceito Lingüístico: mitos Existe uma tendência em lutar contra os mais variantes tipos de preconceito, mostrando que nenhum deles tem fundamento ou justificativa. Porém, essa tendência ainda não atingiu o preconceito lingüístico, e o que vemos é ele se alimentando diariamente em programas de TV, rádio, jornais, revistas e principalmente os livros didáticos. O mito de que a língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente é o mais sério dos mitos que compõem...

    2085  Palavras | 9  Páginas

  • Preconceito linguistico

    RESENHA DESCRITIVA SOBRE O LIVRO “PRECONCEITO LINGUÍSTICO / MARCOS BAGNO”. TÍTULO: O PRECONCEITO NA UTILIZAÇÃO DA LÍNGUA E SUAS RELAÇÕES SOCIAIS. NOME: MOISÉS MOREIRA GONÇALVES INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX E-MAIL: moises.moreiragoncalves@yahoo.com.br Marcos Araujo Bagno nasceu em Minas Gerais na cidade de Cataguases, formouse em Letras e como Mestre em Lingüística pela Universidade Federal do Pernambuco, obteve sua pós graduação de Doutorado em Língua Portuguesa...

    1609  Palavras | 7  Páginas

  • Preconceito Linguístico

    – 1°sem. Resumo do livro: “Preconceito linguístico - O Que é, como se Faz” Autor: Marcos Bagno 29, Março de 2014 Cuiabá - MT ÍNDICE: Preconceito linguístico (O Que é; Como se Faz?) Entendimento pessoal em relação ao livro Bibliografia e referências PRECONCEITO LINGUÍSTICO (O Que é; Como se Faz?) Marcos Bagno Em uma sociedade que, pelo menos externamente, abomina o preconceito, é de se espantar que uma das formas desse...

    2912  Palavras | 12  Páginas

  • Preconceito linguístico: o que é, como se faz?

    CRÍTICA: PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, COMO SE FAZ? MARCOS BANHO VALENÇA 2011 JULIANO TEIXEIRA RESENHA CRÍTICA: PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, COMO SE FAZ? MARCOS BANHO Resenha crítica apresentada como exigência da Disciplina Linguagem e Métodos Universitários, ministrada pelo Prof. Sidnei Rocha, como requisito parcial para aprovação no Curso de Pedagogia da Faculdade Zacarias de Góes. VALENÇA 2011 BAGNO, Marcos. Preconceito lingüístico – o que...

    804  Palavras | 4  Páginas

  • Preconceito linguistico

    Marcos Bagno, em seu livro "Preconceito lingüístico: como é e como se faz", trata de questões relacionadas ao preconceito lingüístico presente em alguns indivíduos e meios da sociedade brasileira. O autor tem como intenção tornar seu livro como um instrumento de combate a esse preconceito lingüístico. O autor traz, nessa obra, uma reflexão detalhada sobre alguns aspectos do uso da língua e leva-nos a pensar, analisar e ver o preconceito lingüístico como resultado de um embate histórico entre a língua...

    717  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha do livro Preconceito Linguístico

    Jônatas Siqueira Souza Resenha Do Livro “Preconceito Lingüístico – O Que É, Como Se Faz" PETROLINA-PE 2013 INTRODUÇÃO Este trabalho crítico tem como objetivo adquirir novos conhecimentos e informações a respeito da linguagem e estudar as idéias de Marcos Bagno. É estranho analisar que ocorre preconceito na forma lingüística ao defrontar com sociedade que se diz contra qualquer espécie de preconceito. Sendo por meio de uma gramática normativa tradicional...

    2214  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha - Livro Preconceito linguístico

    Viviane Santos Aluno: Leandro Aparecido Santos Fialho Resenha do livro Preconceito Linguístico: o que é, como se faz. Autor: Marcos Bagno. BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico – o que é, como se faz. 31ª ed. Loyola: São Paulo, 2004. Marcos Bagno, mineiro de Cataguases, traz em preconceito linguístico uma discussão em termos políticos da língua portuguesa falada no Brasil. Ele inicia dizendo que este preconceito está ligado em boa medida à confusão criada no curso de história entre língua...

    1964  Palavras | 8  Páginas

  • O preconceito lingüístico

    Feresin Um problema atual: o preconceito lingüístico Bagno, Marcos. Preconceito lingüístico: o que é, como se faz. São Paulo, Edições Loyola, 52ª edição, 2009, 207 páginas Esse livro nos traz uma discussão bem atual que é a discussão a cerca do preconceito da linguagem, como o próprio título da obra já faz referência, o preconceito lingüístico. O preconceito linguístico é uma forma de preconceito a determinadas variedades linguísticas. Para alguns linguistas,...

    712  Palavras | 3  Páginas

  • Preconceito linguistico

    A mitologia do preconceito linguístico Hoje em dia existe uma forte tendência a lutar contra as variadas formas de preconceitos, porém essa tendência não atinge o preconceito linguístico, ao contrario é alimentado por programas de TV e de rádio, jornais, revistas, em livros que tendem a ensinar o que é certo ou errado e também os instrumentos tradicionais de ensino da língua que seriam a gramatica normativa e os livros didáticos. O preconceito linguístico fica bastante evidente em uma seria de...

    1158  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha - preconceito linguistico

    LICENCIATURA EM GEOGRAFIA Português Instrumental Resenha sobre o tema: “Preconceito Lingüístico” de Carlos Bagno Aluno: Genilson Jose da Silva Sertânia PE, 2010 BAGNO, Marcos. Preconceito lingüístico – o que é, como se faz. 49ª edição. São Paulo:  Loyola, 2007. Marcos Araújo Bagno é um professor, linguista e escritor brasileiro. É professor do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução da Universidade de Brasilia, doutor em filologia...

    646  Palavras | 3  Páginas

  • O preconceito linguístico

    UNIVERSIDADE DE UBERABA ALESSANDRA DO NASCIMENTO C.C. SILVA O PORTUGUÊS E O PRECONCEITO LINGUÍSTICO CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES SUMÁRIO Resumo 3 Introdução 4 1. Breve História do Português no Brasil 5 2. As variações linguísticas do Português Brasileiro 7 3. O Preconceito Linguístico 10 4. Os mitos do preconceito linguístico 12 Conclusão 17 Considerações finais 18 Referências 19 Resumo A língua portuguesa falada no Brasil hoje é consequência...

    4288  Palavras | 18  Páginas

  • Preconceito linguistico

    TURISMO BÁRBARA , GABRIELA, SUELEN, VICTÓRIA LEITURA DE PRODUÇÃO DE TEXTO: O PRECONCEITO LINGUÍSTICO “AS PESSOAS SEM INSTRUÇÃO FALAM TUDO ERRADO” SOROCABA, 2014 BÁRBARA, GABRIELA, SUELEN, VITÓRIA O PRECONCEITO LINGUÍSTICO: “AS PESSOAS SEM INSTRUÇÃO FALAM TUDO ERRADO” Resumo sobre o conto 4 do livro “O preconceito linguístico: As pessoas sem instrução falam tudo errado” Professora: Mônica ...

    861  Palavras | 4  Páginas

  • RESENHA Preconceito Linguistico

    DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E ECONÔMICAS DEPARTAMENTO DE SECRETARIADO EXECUTIVO ALINE DOS SANTOS ALVES RESENHA DO LIVRO PRECONCEITO LINGUÍSTICO: COMO É, COMO SE FAZ Atividade avaliativa referente à Disciplina de Língua Portuguesa I, sob orientação da Professora Maria Ivone. Boa Vista, RR ABRIL/2015 Bagno, Marcos. Preconceito Linguístico: Como é, como se faz. 48ª e 49ª Edição: Junho de 2007. São Paulo, Brasil. Edições Loyola, 1999. Marcos Araújo Bagno tem graduação em Letras...

    2860  Palavras | 12  Páginas

  • PRECONCEITO LINGUISTICO

    PRECONCEITO LINGUÍSTICO O que é? O preconceito linguístico nada mais é do que um preconceito social que distingue e separa classes sociais, estigmatizando ou prestigiando falantes da língua portuguesa brasileira. É importante sabermos alguns conceitos sobre a língua: - O preconceito linguístico é uma forma de preconceito a determinadas variedades linguísticas. - Para a linguística os chamados erros gramaticais...

    839  Palavras | 4  Páginas

  • “Dêxi di arisia, Omi!” : breve reflexão sobre preconceito linguístico

    Este artigo aborda a união de aspectos sociais e seus usos linguísticos que podem vir a intervir numa mudança social de seu usuário, acolhendo-o ou afastando-o da sociedade. No livro Preconceito Linguístico – o que é e como se faz, de Marcos Bagno, no capítulo em que aborda “A mitologia do preconceito linguístico”, o autor derruba oito mitos, afastando toda e qualquer dúvida a respeito de algumas fantasias preconceituosas. Tomo como base de meus estudos o mito de número quatro, no qual envolve...

    2955  Palavras | 12  Páginas

  • Resumo preconceito linguistico

    Resumo do capítulo segundo, O circulo vicioso do preconceito linguístico, do livro Preconceito linguístico (o que é, como se faz) de Marcos Bagno. Neste capítulo do livro “Preconceito Linguístico”, Bagno nos mostra de forma clara e objetiva uma crítica àqueles que cultuam a norma culta e àqueles que não a dominam. O Capítulo está dividido em quatro partes: 1 Os três elementos que na verdade são quatro, 2 Sob o império de Napoleão, 3 Um festival de asneiras e 4 Beethoven não é dançado, as quais...

    908  Palavras | 4  Páginas

  • preconceito linguistico

    26/11/13 O PRECONCEITO LINGUÍSTICO R$ 102,60 Lipodrol - 60 Cpsulas - Integralmedica pow ered by InuMedia Ads not by this site Criar conta | Entrar | Filtro familiar :seguro :: Todos > Resenhas > Livros Texto O PRECONCEITO LINGUÍSTICO BAGNO, MARCOS. Preconceito Linguístico. O que é, como se faz. 25 ed. São Paulo: Loyola, 2003. RESENHA O livro “Preconceito Linguístico. O que é, como se faz” de Marcos Bagno, mestre em Linguística, poeta, tradutor e contista premiado; faz...

    1151  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha do livro “preconceito linguístico – o que é, como se faz"

    Resenha do livro “Preconceito Linguístico – O que é, como se faz. No livro Preconceito Linguístico – O que é, como se faz, Edições Loyola, 1999, de Marcos Bagno, o autor nos apresenta um por muitos desconhecido tipo de preconceito: o linguístico. Tal tipo de preconceito julga, de forma depreciativa, a variedade linguística utilizada por uma ou mais pessoas, ou seja, é o preconceito contra o modo como alguém fala o português. Este preconceito, ao contrário da maioria dos outros, aparentemente não...

    1658  Palavras | 7  Páginas

  • PRECONCEITO LINGÜÍSTICO

    PRECONCEITO LINGÜÍSTICO Capítulo I “A língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente” O primeiro mito apontado por Marcos Bagno é introduzido pelo título: “A língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente”, o que o autor classifica como “o maior e mais sério dos mitos” e como “(pre) conceito irreal”. Bagno argumenta que este mito é prejudicial à educação porque retira a variabilidade linguística do que é ensinado nas escolas e passa a idéia...

    3148  Palavras | 13  Páginas

  • Preconceito Linguístico

     Preconceito Linguístico: O que é, com se faz A mitologia do preconceito linguístico Para analisar como se constrói o preconceito linguístico, Bagno relaciona oito mitos que revelam o comportamento preconceituoso de certos segmentos letrados da sociedade frente às variantes no uso da língua, e as relações desse comportamento com a manutenção do poder das elites e opressão das classes sociais menos favorecidas, normalmente por meio da padronização imposta pela norma culta. ...

    4520  Palavras | 19  Páginas

  • PRECONCEITO LINGUISTICO

    Mito 1 “A língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente” Este é o maior e o mais serio dos mitos linguísticos no Brasil. Com isso a educação se prejudica, pois como não é reconhecida a diversidade da fala as escolas acabam impondo sua norma linguística como um padrão. Essa ideia provém do grande poder econômico que certas áreas possuem sobre as restantes, que por serem financeiramente superiores tornam-se símbolo de perfeito e correto. As demais regiões demonstram certa...

    1230  Palavras | 5  Páginas

  • Preconceito Linguístico

    Preconceito Linguístico: O que é, como se faz. O livro Preconceito Linguístico: O que é, com se faz; foi elaborado pelo autor Bagno Marcos, no idioma português, pela editora Loyola, com o gênero linguístico, em São Paulo, 1999 e está em sua 49º edição. O assunto do livro se resume para analisar como se constrói o preconceito linguístico, onde Bagno relaciona oito mitos que revelam o comportamento preconceituoso de certos segmentos letrados da sociedade frente às variantes no uso da língua, e as...

    3618  Palavras | 15  Páginas

  • Preconceito linguistico

    BAGNO, Marcos. Preconceito lingüístico: o que é, como se faz. 21. ed. São Paulo: Loyola, 1999. Adriano Mascarenhas Lima 1 Em uma sociedade que, pelo menos externamente, abomina o preconceito, é de se espantar que uma das formas desse mal seja tão praticada e propagada na atualidade: a forma lingüística. A gramática normativa tradicional, tratada equivocadamente como...

    3322  Palavras | 14  Páginas

  • Resenha do Livro Preconceito Linguistico

    Preconceito Linguístico O livro preconceito linguístico: o que é, como se faz (Loyola,1999, 183 páginas) é uma obra escrita por Marcos Bagno, poeta, tradutor, linguista e doutor pela Universidade de São Paulo. Em sua obra o autor critica os vários preconceitos impregnados na sociedade brasileira sobre o uso da língua, dedicando-se a uma profunda pesquisa sobre os fenômenos: sociais, históricos e econômicos que envolvem a língua portuguesa. Na primeira parte do seu livro o autor convida o...

    2075  Palavras | 9  Páginas

  • Preconceito Linguístico

    PRECONCEITO LINGÜÍSTICO Ilde Marcio Zapella Profª. Claudia Regina da Silva Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Curso/Letras - Licenciatura (LED 0881) – Lingüística Aplicada 15/04/2008 RESUMO O preconceito, qualquer que seja ele, é de um verdadeiro mau gosto. Mas não há, neste mundo, quem não tenha alguma idéia ou atitude preconceituosa. Porem é uma virtude tentar se afastar o mais longe possível desta praga, que, em alguns casos, é resultante da manipulação ideológica...

    3089  Palavras | 13  Páginas

  • Preconceito linguístico

    Preconceito Linguístico por Marcos Bagno No livro "Preconceito Lingüístico" o autor Marcos Bagno, defende com vigor a língua viva e verdadeiramente falada no Brasil. Para o autor "tratar da língua é tratar de um tema político", já que também é tratar de seres humanos. "O preconceito lingüístico está ligado, em boa medida, à confusão que foi criada, no curso da história, entre a língua e gramática normativa" Marcos Bagno diz que a língua é como um rio que se renova, enquanto...

    2356  Palavras | 10  Páginas

  • RESENHA DO LIVRO PRECONCEITO LINGUISTICO

    autor de Preconceito lingüístico - o que é, como se faz (Edições Loyola). Bagno tenta desfazer a idéia preconceituosa de que somente quem fala de acordo com a Norma Culta é que fala a nossa língua. Bagno afirma que "o preconceito lingüístico se baseia na crença de que só existe uma única língua portuguesa digna deste nome e que seria a língua ensinada nas escolas, explicada nas gramáticas e catalogadas nos dicionários (...)". Logo no primeiro capítulo, ele aponta oito MITOS do preconceito lingüístico...

    1512  Palavras | 7  Páginas

  • o preconceito linguistico

    BOM DESPACHO- FACEB Preconceito Linguístico Diz-se que o Brasileiro não sabe Português e que o mesmo é muito difícil. Mito que compõem um preconceito muito presente na cultura brasileira o linguístico. Tudo por causa da confusão que se faz entre língua e gramatica. Ano 2014 Preconceito Linguístico Marcos Bagno O preconceito linguístico nada mais é quando nós sacaneamos...

    800  Palavras | 4  Páginas

  • O papel do professor na educação contra o preconceito linguístico

    O PAPEL DO PROFESSOR NA EDUCAÇÃO CONTRA O PRECONCEITO LINGUÍSTICO O PAPEL DO PROFESSOR NA EDUCAÇÃO CONTRA O PRECONCEITO LINGUÍSTICO Projeto de Pesquisa apresentado pelos alunos xxxxxxxxxx e yyyyyyyyyy professora Fulana de tal como trabalho...

    873  Palavras | 4  Páginas

  • preconceito linguistico

    1º CAPÍTULO DO LIVRO “PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, E COMO SE FAZ?” (MARCOS BAGNO) CURITIBA 2014 ALINE MARTINEZ RESUMO DO 1º CAPÍTULO DO LIVRO “PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, E COMO SE FAZ?” (MARCOS BAGNO) Trabalho apresentado como requisito para obtenção de nota da disciplina: Língua Portuguesa, orientado pela professora: Ivone Cecato CURITIBA 2014 PRECONCEITO LINGUÍSTICO O primeiro capítulo...

    1017  Palavras | 5  Páginas

tracking img