• Introdução à filosofia
    do que à aplicação das faculdades da razão aceita pela filosofia. C) Filosofia X Ciência. Enquanto a ciência explica as coisas através dos cinco sentidos, começando pela observação dos fatos e perpassando por outras fases no intuito de confirmar ou refutar hipóteses, a filosofia vai além das indagações...
    16408 Palavras 66 Páginas
  • Rousseau
    pré-requisito de avaliação parcial. Professor: Udo Curitiba 2013 O livro III de Emílio Ou Da Educação, do autor Rousseau, pretende dar uma ideia de como deve ser a educação das crianças no terceiro período da infância, período 12 a 15 anos, no qual as forças da criança...
    5921 Palavras 24 Páginas
  • Filosofia
    onde o monarca tem o direito de reinar por vontade de Deus, e não devido à vontade de seus súditos, parlamento ou qualquer outra autoridade. Essa doutrina dizia que qualquer tentativa de depor o monarca ou restringir seus poderes seria contrária à vontade de Deus.    Estado moderno O Estado moderno...
    4345 Palavras 18 Páginas
  • FILOSOFIA DA RELIGIÃO
    ser, nascer e perecer de todas as coisas; em face do mal, da desordem que se manifesta em especial no homem, onde o corpo é inimigo do espírito, o sentido se opõe ao intelecto, a paixão contrasta com a razão. Assim, considera Platão o espírito humano peregrino neste mundo e prisioneiro na caverna do corpo...
    4201 Palavras 17 Páginas
  • Iluminismo
    Iluminismo A Sociedade Liberal François-Marie Arouet Charles de Secondat Jean-Jacques Rousseau A Economia François Quesnay Adam Smith ➢ A Enciclopédia Denis Diderot ...
    5206 Palavras 21 Páginas
  • Geração x e y no cenario macroeconomico
    autoridades são as principais causadoras desse processo de desigualdade que causa exclusão e que gera violência. É preciso que ações sejam tomadas no sentido de combater a desigualdade e diminuindo a distância entre a população mas pobre a uma vida digna e com oportunidades de conhecimento para pessoas...
    3376 Palavras 14 Páginas
  • quadro teórico da origem do ser humano segundo filósofos
    consequentemente à uma educação que desenvolvia ainda mais as ideias e os faziam tomar uma nova postura diante do mundo. OS PRÉ-SOCRÁTICOS e o sentido do universo. Revista Filosofia Especial, ano 1, n. 2, 2013. ARANHA, Maria Lúcia de Arruda; MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando: introdução...
    4231 Palavras 17 Páginas
  • Os grandes mestres das ciências sociais
    Durkheim: é uma realidade estruturada ao longo da história que converte o presente em que vivemos num fato duradouro, resistente ao capricho da nossa vontade. A sociedade se apresenta: como um todo estruturado capaz de moldar os indivíduos, os quais da sociedade dependem, como uma realidade externa, independente...
    8969 Palavras 36 Páginas
  • ORIGEM DO ESTADO
    origem familiar do Estado  As mais antigas teorias sobre a origem do Estado vêem nele o desenvolvimento e a ampliação da família. A sociedade em geral, o gênero humano, deriva necessariamente da família, é fora de toda dúvida e por isso se diz com razão que a família é a célula da sociedade.  Não se...
    2091 Palavras 9 Páginas
  • Maquiavel
    uma justificativa que vai assumir roupagem argumentativa. Poder, para Maquiavel, envolve imposição de vontade. Poder é uma relação social na qual “A impõe a B” sua vontade, mesmo contra a vontade deste último (A e B podem ser grupos ou indivíduos). O poder pode se manifestar por diversas maneiras (estratégias...
    35693 Palavras 143 Páginas
  • Trabalho teoria geral do estado
    reunião dos traços característicos dos Estados que existiram nas regiões habitadas pelos povos helênicos (Hélade). A expressão não é de todo correta, no sentido de que jamais existiu um Estado grego único, exceto recentemente, tendo, no entanto, utilidade didática. * Qual a característica fundamental do...
    2194 Palavras 9 Páginas
  • Poder, força, estado
    capacidade ou a aptidão para algo. Poder é ainda o exercício do governo de um Estado. A Sociologia geralmente define poder como a habilidade de impor a sua vontade sobre os outros, mesmo se estes resistirem de alguma maneira. Os políticos consideram poder como a capacidade de impor sem alternativa para a desobediência...
    1570 Palavras 7 Páginas
  • contratualista
    Estado. Já na Teoria de Estado a preocupação é centrada no problema de como se institucionalizam as relações de poder no âmbito Estatal. 3. De forma geral o que vocês entenderam da concepção de “sistema político”? R. “Qualquer padrão permanente de relações humanas que implique, de maneira significativa...
    3353 Palavras 14 Páginas
  • Jusnaturalismo e juspositivismo
    juspositivistas, da onipotência do legislador, da completude do ordenamento jurídico e da estrita aplicação lógico-sistemática, são justificáveis. Nesse sentido, sem embargo dos inegáveis avanços que engendraram, conclui-se pela necessária incapacidade dessas duas correntes de dar o devido enfrentamento à delicada...
    11375 Palavras 46 Páginas
  • Teorias da origem do estado
    FORÇA 06 2.4 A TEORIA DE ORDEM RELIGIOSA 06 3 PRINCIPAIS TEÓRICOS SOBRE A ORIGEM DO ESTADO 08 3.1 THOMAS HOBBES 08 3.2 JOHN LOCKE 09 3.3 J.J. ROUSSEAU 10 3.4 ARISTÓTELES 11 3.5 HUGO GROTIUS 12 3.6 BENEDITO SPINOZA 12 3.7 EDMUNDO BURKE 13 4 Conclusão 14 REFERÊNCIAS 15 ...
    2804 Palavras 12 Páginas
  • Iluminismo e os princípios constitucionais penais
    física, sendo o movimento corpóreo e o dano que o crime causa, além da conciência do delinquente que o impulsiona a cometer o crime por sua própria vontade e moral. Define o crime como uma infração da lei do Estado. Consagrando assim a reserva legal, determinando que só é crime o que infringe a lei jurídica...
    2172 Palavras 9 Páginas
  • Democracia: Os fundamentos;
    que onde há a união de princípios e ações a que vem proteger e assegurar a liberdade do ser humano, ali há Democracia. Democracia: Rousseau Jean-Jacques Rousseau descreve a democracia como uma forma de governo em que a participação do povo ocorra de forma direta no ato legislativo, ou seja, defende...
    1768 Palavras 8 Páginas
  • trabalho de filosofia
    governo da humanidade está ligado à vontade dos deuses. O discurso do mito se estende a todas as atividades desempenhadas pelo indivíduo, desde o seu nascimento, até a sua morte. Nesse mundo mítico, nada é natural: ao contrário, tudo é sagrado, e independe da vontade do ser, já que todo o seu destino...
    9026 Palavras 37 Páginas
  • Sociedade e estado na filosofia política moderna
    dos quais talvez valha ainda a pena falar de um "direito natural moderno" contraposto ao medieval e ao antigo - estou me referindo a Hobbes, Locke e Rousseau -, o tema de suas obras é quase exclusivamente o direito público, o problema do fundamento e da natureza do Estado. Embora a divisão entre uma e outra...
    24454 Palavras 98 Páginas
  • SOberania - SOCIOLOGIA
    Estado prevalecem sobre as normas e decisões emanadas de grupos sociais intermediários, tais como: a família; a escola; a empresa, a igreja, etc. Neste sentido, no âmbito interno, a soberania estatal traduz a superioridade de suas diretrizes na organização da vida comunitária. A soberania se manifesta, principalmente...
    364 Palavras 2 Páginas